Via Varejo aposta em superapp e parcerias com startups - WHOW
Tecnologia

Via Varejo aposta em superapp e parcerias com startups

A empresa tem como objetivo tornar o banQi a melhor conta digital dos brasileiros. Veja os próximos passos e os desafios para esta meta

POR Carolina Cozer | 08/12/2020 10h15 Via Varejo aposta em superapp e parcerias com startups Imagem banQi: divulgação

Um processo de transformação digital que culminou no desenvolvimento de um produto focado na autonomia, no controle e em novas possibilidades para os consumidores, com uma inclusão econômica. Assim surgiu o banQi, o banco digital da Via Varejo, empresa vencedora na categoria E-commerce e Marketplace no Prêmio Whow! de Inovação 2020

O projeto levou em conta os feedbacks de lojistas e consumidores. A Via Varejo tem como objetivo tornar o banQi a melhor conta digital dos brasileiros.

“Concluímos a aquisição do banQi em maio e até agora já foram 1 milhão 200 mil contas adquiridas”, conta André Calabro, diretor executivo da Via Varejo na última Whow! Live de 2020. 

Calabro diz que, com a aquisição do banQi, a Via Varejo teve como objetivo oferecer uma plataforma completa aos clientes e que fosse integrada com as lojas físicas da Casas Bahia. “Também queríamos vincular o banQi à marca Casas Bahia, que é uma marca que traz confiabilidade ao consumidor”. Todas essas etapas foram concluídas com sucesso.

Uma das principais funções dessa integração do app com as lojas físicas foi a possibilidade dos clientes contratarem os carnês das Casas Bahia de modo totalmente digital, além de todos os pagamentos e negociações serem feitos via app. Contudo, como ainda existem milhões de brasileiros sem acesso à internet, há acesso gratuito de wi-fi aos clientes nas lojas das Casas Bahia. “Dentro do marketplace também há a opção de recarga de celular. No app desenvolvemos dois prismas: serviços financeiros, mas também serviços não-financeiros que acabam se conectando com eles”, diz Calabro.

Serviços integrados em um só app

Seguindo a tendência mundial dos superapps, o app do banQi, além de integrado com as Casas Bahia, implementa uma série de serviços, como games, streaming, Bilhete Único, Uber e recarga de celular, e muitos outros estão em desenvolvimento. “Ao longo de 2021 vamos desenvolver muitos serviços. Estamos trabalhando para oferecer seguros e microsseguros e também o agendamento de exames e consultas”, informa Calabro. “Dentro do app, o usuário pode contratar serviços que estão integrados. Quanto mais ele usa o app, mais benefícios irá desbloqueando, que irão de produtos a até mesmo serviços de saúde”, diz, contando um pouco sobre as atualizações que vão ocorrer ao longo do próximo ano.

Ao que pode parecer uma “esquizofrenia” de funcionalidades, Calabro explica que a ideia é sempre oferecer mais recursos para os clientes. “Tudo o que fizer sentido para o nosso cliente faz sentido para a gente. Muitos serviços, hoje, são complementares, porque melhoram a jornada do cliente. Apesar de parecer que alguns produtos ou serviços não fazem sentido juntos, muitas pessoas desejam tudo aquilo”, esclarece.

Parcerias com startups e hub de inovação

O mote da Via Varejo é ir além do varejo. Por esta razão, a empresa entrou para a área de serviços financeiros em 2020, e pretende continuar o processo de expansão nos próximos anos, apesar de ainda não terem especificado em quais segmentos entrarão.

“Existia o desafio de fazer a Via Varejo fazer além do “básico bem feito”. Quando chegou o banQi, percebemos que já estávamos preparados para expandir para outras áreas”, conta o executivo.

Além do banQi, a Via Varejo também adquiriu as startups ASAP Log e i9XP, para melhorias nos serviços de e-commerce e logística. Também houve a aquisição do hub de inovação Distrito, que irá ajudar a empresa a se conectar com inovações no mercado. “A Distrito já começa a permear todas as verticais de negócio da Via Varejo.”

Falando em inovação, Calabro afirma que há um estímulo interno em todas as áreas para que a inovação se manifeste. “Não temos um hub interno, e sim pessoas dentro de cada área que puxam inovações de fora para dentro. Depois temos um escritório que organiza todas as iniciativas levantadas. Graças a isso fizemos tantas coisas diferentes na pandemia. Acreditamos que a inovação acelera muito nossos negócios”, opina.

Próxima tendência para o varejo: same day delivery

Muitas empresas com marketplaces comentam sobre o conceito phygital ser a grande tendência dos próximos anos para o setor. Contudo, Calabro acredita em um conceito mais ousado, que ainda não existe no Brasil: o same day delivery, ou entrega no mesmo dia, em português.

“Comprar e receber no mesmo dia é um desafio muito grande aqui no Brasil. Todos os varejistas já estão trabalhando nessa tendência, mas ainda estamos longe dessa funcionalidade”. 

Apesar da dificuldade, o diretor executivo afirma que a Via Varejo está trabalhando para que isso ocorra o quanto antes no país. “Cerca de 40% dos nossos compradores na Black Friday compraram online e retiraram em loja, para receber mais rápido. Por isso vamos nos preparar para trazer o same day delivery, e estamos muito otimistas. Já temos times focados nessa inovação, e em breve teremos surpresas.”


ASSISTA ESTA LIVE NA ÍNTEGRA


+NOTÍCIAS

Conheça a tendência dos Superjobs
Você conhece o mundo BANI?
As principais inovações do ano, segundo a Times
Coluna: O potencial inovador da educação