Especial metodologias ágeis: veja quais são as mais usadas e a história do movimento - WHOW
Eficiência

Especial metodologias ágeis: veja quais são as mais usadas e a história do movimento

Você já ouviu falar de XP, Cristal ou Lean? Estes também são alguns dos principais métodos para promover a agilidade, comunicação, simplicidade e feedback

POR Aline Barbosa e Júlia Mariotti | 06/08/2020 20h39

Mesmo que pareça algo novo, as metodologias ágeis estão nos sistemas de produção há muito tempo. O primeiro indício da sua utilização está registrado na década de 1940 com a Toyota, onde o foco estava na redução de custos e desperdícios.

Mas foi apenas em 2001, quando 17 profissionais praticantes das metodologias se reuniram nos Estados Unidos para solucionar a ‘crise de desenvolvimento de aplicativos’ ou ‘atraso na entrega de aplicativos’, enfrentada desde o início dos anos 90, que o agile tomou forma, ganhou propósito e se consolidou.

Naquele momento foi escrito o manifesto ágil, um documento que serviria como grito de guerra aos novos processos de desenvolvimento de software e posteriormente para empresas de diversos setores. Ele consegue expressar claramente o que defende e o que opõem, deixando claro o que é, e o que não é ágil, através de algumas premissas:

  •  Indivíduos e interação entre eles mais do que processos e ferramentas;
  •  Software em funcionamento mais do que documentação abrangente;
  • Colaboração do cliente mais do que negociação de contratos;
  •  Responder a mudanças mais do que seguir um plano. 

 As metodologias ágeis mais utilizadas  

1. Scrum 

Se rapidez é urgência, esta pode ser uma grande aliada. Através dos seus sprints (ciclos de desenvolvimento) uma série de atividades precisam ser executadas em um determinado espaço de tempo. Essa metodologia permite que as empresas forneçam soluções inovadoras na medida em que as demandas surgem no mercado.

2. Kanban 

Altamente adaptável a qualquer empreendimento, o objetivo é buscar evolução. Na prática, o método consiste em indicar num quadro, por meio de cartões, os fluxos de produção. À medida que o projeto evolui, as informações na tabela mudam e, quando uma nova tarefa entra em jogo, um novo cartão é criado. O Kanban requer comunicação e transparência de toda a equipe para que funcione.

3. XP

Esta é uma que pode ser adaptada a empresas de desenvolvimento de várias dimensões. A metodologia enfatiza valores como comunicação, simplicidade, feedback, coragem e respeito, e prioriza a satisfação do cliente acima de tudo. 

4. Crystal 

O foco do desta metodologia ágil está nas pessoas, em suas interações, habilidades, talentos, comunicação e convívio social. O objetivo é oferecer o melhor processo de desenvolvimento possível a um projeto. Alistair Cockburn, criador do método acredita que trabalhar o talento e a maneira como as pessoas interagem faz da metodologia extremamente leve e flexível, trazendo benefício para todos os participantes do projeto.

5. Lean

Baseia-se em reduzir desperdícios da produção e eliminar custos desnecessários. Criada pela Toyota, oferece uma estrutura de valores e boas práticas que seguem sete princípios essenciais: excluir as coisas que não importam; desenvolver com qualidade; constituição de conhecimento; comprometimentos divergentes; entrega rápida e  otimização do todo.

 

Agile

Em português, o termo que significa “ágil”, agrupa todas as metodologias ágeis que almejam eficiência e rapidez na realização de projetos. Ele surgiu juntamente com a escrita do Manifesto Ágil em 2001.

Mindset Ágil

É o ato ou efeito de aplicar no convívio, comportamento e pensamento da empresa as ideias ágeis, transformando os métodos em uma espécie de cultura local e estilo de trabalho.

Sprint

Também conhecidos como ciclos de desenvolvimento, são as etapas curtas do processo que precisam ser executadas em determinado espaço de tempo e que geram acompanhamento constante.

Squad

É o time, geralmente autônomo, que reúne profissionais de diversas áreas de conhecimento para se ocupar de um objetivo específico dentro de alguma etapa do desenvolvimento do projeto.

Tribos

Este é como se fosse o plural de squad, ou seja, um conjunto de vários squads, que trabalham juntos na mesma área de negócio, criando uma estrutura entre os times para que eles colaborem entre si para atingir objetivos maiores.

Chapter

São os profissionais com competências semelhantes dentro de uma tribo que constituem os diversos squads. Eventualmente, essas pessoas se juntam para conversar sobre determinado assunto. Por exemplo, os vários arquitetos de uma tribo tendo conhecimento do projeto arquitetônico de forma macro e dentro dos seus pequenos objetivos. Eles se encontram frequentemente para trocar ideias e melhores práticas.


QUER SABER LAGUNS DOS RESULTADOS JÁ CONQUISTADOS PELAS EMPRESAS COM O AGILE? ACESSE A CONSUMIDOR MODERNO.

+INOVAÇÃO

O que é Scrum e como aplicá-lo em startups?
Gestão da inovação: como manter um ambiente favorável às novas ideias
Já ouviu falar de Moonshot Thinking? Conheça formas de se manter inovador nos negócios
Melhores ferramentas e recursos digitais para startups