Universidade da inovação vai abrir campus em São Paulo em 2020 - WHOW
Eficiência

Universidade da inovação vai abrir campus em São Paulo em 2020

Cobiçada pelos executivos brasileiros, a americana Singularity University vai abrir seu Campus na cidade até o primeiro trimestre do ano que vem

POR Raphael Coraccini | 19/06/2019 13h41 Universidade da inovação vai abrir campus em São Paulo em 2020 Foto Drew Graham | Unsplash

A Singularity University (SU), um dos mais procurados centros de inovação entre os executivos brasileiros, vai abrir um campus em São Paulo. A vinda da universidade americana ao Brasil acontece depois de um acordo fechado entre a instituição e a HSM, que pertence ao grupo Ânima Educação.

Ainda não há data oficial nem lugar definido, mas a abertura do campus deve acontecer até o fim do primeiro trimestre do ano que vem e a Ânima procura um local de 6 mil a 8 mil metros quadrados para colocar construir a unidade paulista da universidade.

Os cursos da Singularity University nos Estados Unidos custam cerca de US$ 14,5 mil e duram uma semana. Aqui, 15 professores devem ser selecionados para receber treinamento no Vale do Silício (berço da instituição) antes de entrar em sala de aula.

A parceria vai entregar conteúdos em áreas como inteligência artificial, robótica, biologia digital, medicina, neurociência, fabricação digital, nanotecnologia, redes & sistemas de computação (incluindo computação quântica), realidade virtual e blockchain.

O programa é voltado para executivos e pretende ajudar as corporações brasileiras e líderes a entender o impacto de tecnologias exponenciais através de modelos e ferramentas de estratégia.

A SingularityU Brazil é a primeira parceria da universidade na América Latina. A instituição afirma, em comunicado, que pretende fazer parceria com governos locais, instituições educacionais, fundações, organizações não governamentais e líderes empresariais, principalmente nas áreas de educação, segurança pública e infraestrutura.

PARCERIAS GLOBAIS

Com o convênio, a HSM se junta a uma rede global de seis parceiros de negócios que atuam em 11 países na Europa, África e Canadá.

“Esta parceria se alinha com a missão da HSM de transformar o Brasil por meio do desenvolvimento de líderes e organizações. Oferecer o acesso ao reconhecido portfólio de programas da SU colocará o Brasil na rota da inovação e impulsionará o crescimento econômico do País”, afirmou Guilherme Soárez, CEO da HSM.

Fundada em 2008 por Ray Kurzweil e Dr. Peter H. Diamandis através de programas financiados por corporações líderes como Google, Deloitte e UNICEF, a SU é uma empresa certificada com sede no NASA Research Park, localizado no Vale do Silício.


educação Arte Grupo Padrão (@flaviopavan_76)


+UNIVERSIDADE

Startup de educação financeira fundada em 2018 conquista aporte
Educação do futuro: por que o ensino superior precisa se reinventar

Edtechs: qual país está liderando esse movimento?
A inovação potencialmente ilegal vai disruptar o setor de educação