Entre unicórnios e serpentinas: startups são aliadas dos brasileiros no Carnaval - WHOW
Eficiência

Entre unicórnios e serpentinas: startups são aliadas dos brasileiros no Carnaval

Entre programas de desconto e cashback, startups buscam movimentar a economia através de inovações tecnológicas, durante a festa mais popular do país

POR Carolina Cozer | 18/02/2020 09h00 Entre unicórnios e serpentinas: startups são aliadas dos brasileiros no Carnaval Foto (Shutterstock)

O que startups têm a ver com o Carnaval? Além das fantasias de unicórnio, as inovações tecnológicas pretendem estar presentes na festa mais popular brasileira.

Em 2020, algumas startups se preparam para essa tradicional folia através da ofertas de serviços, informativos ou brindes. De programas de descontos e cashback aos direito do consumidor, a ideia é ter a tecnologia presente durante os festejos ― ao mesmo tempo em há movimentação econômica.

carnaval Foto (Freepik)

Allya

Eleita a startup mais atraente do ranking da 100 Open Startups, em 2018 e 2019, a Allya disponibiliza programas de benefícios e descontos para empresas e colaboradores. Neste Carnaval, há diversos descontos em passagens de ônibus, aluguel de carros, bebidas alcoólicas, medicamentos para ressaca e serviços de economia de mobilidade.

Além disso, a plataforma divulgou uma lista completa dos bloquinhos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, e Belo Horizonte, para ajudar carnavalescos na organização pessoal.

Já para quem prefere aproveitar o feriado com outras atividades culturais, a startup promove descontos em museus, teatros, stand-ups, cinema e até mesmo jogos de paintball.

Ame Digital

A startup fintech é a patrocinadora oficial do Carnaval de rua do Rio de Janeiro. Seu aplicativo de pagamento e cashback também tem vantagens para os foliões. Dez mil pontos de pagamento foram credenciados na capital carioca ― inclusive entre vendedores e quiosques à beira-mar ― que poderão oferecer promoções, brindes e dinheiro de volta.

Além disso, fecharam parceria com a campanha anti-assédio “Não é não”, disponibilizando um campo de emergência dentro do aplicativo. Ao apertar o botão, autoridades são imediatamente chamadas, facilitando o auxílio de possíveis vítimas em situações de risco.

Buser

A plataforma de compartilhamento de ônibus promete ser um dos grandes players  deste Carnaval. Segundo a empresa, é possível economizar até 60% em viagens de ônibus em relação aos valores tradicionais, facilitando a vida de quem quer viajar no feriado.

Em Belo Horizonte, a empresa fechou parceria com a banda e bloco Bartucada. A ideia é facilitar o trajeto de quem vêm de fora e quer aproveitar a festa na capital mineira, alimentando o cenário carnavalesco local ― que espera cinco milhões de pessoas pelas ruas.

Nesta parceria, a Buser oferece links promocionais e brindes aos usuários locais.

Liberfly

A lawtech é a primeira da América Latina com foco em mediação de problemas entre consumidores e companhias aéreas. 

A startup pretende, segundo nota oficial à imprensa, reduzir os transtornos dos passageiros nesta época do ano, em que o fluxo nos aeroportos cresce ― e o número de problemas com viagens também.

Segundo Gabriel Zanette, CMO e cofundador da Liberfly, a empresa ajuda passageiros em caso de perda ou extravio de bagagens, overbooking, cancelamentos e atrasos.

O blog oficial da empresa divulgou uma série de reportagens para capacitar turistas sobre seus direitos nas viagens. Entre os conteúdos abordados, estão leis sobre cancelamentos, reembolsos, autorizações para menores de idade e transferências, além de dicas de viagens.

Veloe

Este é um produto spin-off da Alelo, que fornece pagamento automatizado para estacionamentos e pedágios. Para o Carnaval de 2020, a marca estabeleceu uma parceria com a Superintendência de Trânsito de Salvador, oferecendo pórticos especiais para veículos de residentes de áreas restritas.

Segundo André Turquetto, diretor de Marketing e Produtos da Alelo, em nota oficial à imprensa, Salvador recebe, diariamente, três milhões de foliões às ruas ― com muitas delas fechadas para passagem dos trios elétricos. Os moradores dessas ruas poderão ter acesso residencial garantido via adesivo da Veloe, além de monitoramento por câmeras.

Wappa

O aplicativo de transporte  oferece uma viagem com desconto para os usuários neste Carnaval, e está promovendo ações em alguns pontos da cidade de São Paulo, com distribuição de brindes. A empresa pretende distribuir cerca de 500 mil copos de plástico rígido, evitando o descarte excessivo de lixo nas ruas. 

“Em média, são utilizados de 8 a 10 copos plásticos por pessoa. Trouxemos uma proposta sustentável, para que os participantes pudessem levar para casa uma recordação e utilizar em outros momentos”, diz Anderson Ocanha, diretor de gente e marca da Wappa, em nota à imprensa.


+NOTÍCIAS

A criatividade brasileira é só “futebol e carnaval” ou vai produzir inovação?
Qual é a relação entre cultura e inovação?
As asas dos unicórnios brasileiros
As novas tecnologias serão capazes de consertar o problema crônico da mobilidade no Brasil?