A trajetória de um empreendedor de sucesso passa pela sua própria história - WHOW
Vendas

A trajetória de um empreendedor de sucesso passa pela sua própria história

Em painel durante o Whow! Festival de Inovação, especialistas falaram sobre como o empreendedorismo é parte indissociável da maneira como as pessoas veem o mundo

POR Raphael Coraccini | 23/07/2019 20h37 A trajetória de um empreendedor de sucesso passa pela sua própria história

“Tudo o que é medido por produtividade será automatizado”, como diz Kevin Kelly, americano que fundou a revista sobre inovação Wired. Com essa lembrança, Pedro Waengertner, fundador da ACE Startups, provocou os presentes no painel “A inovação que me define”, durante o primeiro dia do Whow! Festival de Inovação.

Para o empreendedor, o que vem depois da concretização da era da automação será a capacidade dos profissionais de lidarem outras pessoas, influenciar mudanças e exercitar as capacidades mais humanas em si mesmo e nos outros.

“Essas competências não são ensinadas na escola e o robô é incapaz de substituir. A gente encontra aí uma proteção para o futuro. Quem tem o comportamento mais empreendedor vai ter mais destaque”, acredita.

“Essas competências não são ensinadas na escola e o robô é incapaz de substituir”

Pedro Waengertner, fundador da ACE Startups

Waengertner fala que não sabe dizer se a qualidade empreendedora é algo inato ou adquirível, mas que o ensino dedicado a ensinar a obedecer acaba por travar a transformação das pessoas em “resolvedoras” de problemas.

“Toda a vida está voltada para a subserviência, quando alguém entra numa corporação é preciso que se cumpra estritamente os processos definidos. Este condicionamento a obedecer e não a repensar trava a inovação”, detalha.

Natanael Sena, fundador da InSenna Storytelling, diz que a inovação vem para mudar a história, mas é preciso que ela seja comunicada ao grande público para ser absorvida como cultura de um novo tempo.

“Se ela não for contada de uma forma que uma pessoa de fora não entenda, a inovação simplesmente não acontece. De blockchain à compressão do tempo, nem 10% das pessoas têm acesso ao que a gente fala. Inovação é saber o que eu posso fazer para mudar a vida da pessoa que vai passar por mim no caminho de casa”, avalia Sena.

“Inovação é saber o que eu posso fazer para mudar a vida da pessoa que vai passar por mim no caminho de casa”

Natanael Sena, fundador da InSenna Storytelling

A importância das histórias pessoais

E essa consciência sobre a necessidade alheia está diretamente envolvida à história de vida dos empreendedores em grande parte dos casos, segundo Fernando Seabra, diretor da FIESP e fundador da Fábrica de Unicórnios.

“A autoridade que dá ao empreendedor a capacidade de transformar a vida dos outros está relacionada ao que ele tem vivido”, avalia Seabra. Mas o executivo afirma que o empreendedor brasileiro é receoso de usar esse conhecimento de vida para fins empresariais.

“Ele acha que envolver o storytelling de sua vida na razão de ser da sua empresa é pouco profissional, mas o correto é o contrário, quanto mais ele se envolve e vive sua verdade, maior a chance de sucesso”, afirma Seabra.


+EMPREENDEDOR

Os melhores locais de trabalho para os inovadores
O cliente não está mais no centro de tudo. E quem está no lugar dele?
Bactéria com DNA 100% sintético pode impulsionar novos tratamentos médicos

Conheça as principais barreiras para inovação na área de marketing
Veja os países mais inovadores do mundo