Toyota fecha parceria com startup para dar novas funções a robôs domésticos - WHOW

Tecnologia

Toyota fecha parceria com startup para dar novas funções a robôs domésticos

Montadora japonesa e startup de IA se juntaram para aperfeiçoar tecnologia de robôs que trabalham em ambientes de vida humana

POR Carolina Cozer | 12/08/2019 12h07 A Toyota trabalha no aprimoramento de seus diferentes robôs, que atuam tanto no ambiente industrial quanto próximo ao dia a dia dos humanos (Imagem: divulgação) A Toyota trabalha no aprimoramento de seus diferentes robôs, que atuam tanto no ambiente industrial quanto próximo ao dia a dia dos humanos (Imagem: divulgação) robô da Toyota

A Toyota fechou parceria com a japonesa Preferred Networks, uma startup com foco em deep learning e inteligência artificial, para acelerar o desenvolvimento de robôs domésticos, capazes de executar tarefas típicas do cotidiano humano e aprender novas funções.

As duas companhias vão trabalhar juntas no upgrade do modelo HSD (Human Support Robot), criado pela Toyota em 2012. O HSD já é capaz de pegar objetos do chão e colocá-los de volta no lugar, utilizando um braço, duas câmeras, rodas e recursos de comunicação e controle remotos. Algumas dúzias de unidades da plataforma foram cedidas à Preferred Networks para o início do projeto, que deve durar 3 anos.

O grande desejo da Toyota no universo da robótica é transformar os lares através da coexistência entre humanos e robôs auxiliares. Desde 2004 a montadora tem investido em projetos de inteligência artificial capazes de facilitar o cotidiano de pessoas com deficiência e idosos. Com o aperfeiçoamento do HSD seria possível ir além, projetando um futuro em que todas as residências do mundo teriam o benefício dos robôs domésticos.

Outros projetos

Este não é o primeiro contato da Toyota com a Preferred Networks. Em 2014 as duas empresas participaram em conjunto na montagem de veículos autônomos. “Na CEATEC Japan 2018 demonstramos um robô capaz de limpar uma sala de forma totalmente automatizada”, diz Toru Nishikawa, presidente e CEO da startup.

À época, as empresas aplicaram tecnologias de deep learning para criar um robô auxiliar capaz de elaborar seus próprios planos de operação e responder a instruções humanas. O robô já é usado em pesquisa e desenvolvimento em 49 organizações, em 13 países diferentes.


CONHEÇA O QUE PENSAM OS ROBÔS NESTE VÍDEO DO WHOW!


+ NOTÍCIAS

Fast food brasileiro robotizado promete ser o mais rápido do mundo
Inovação em todo o lugar? Veja uma lista de produtos que são novidade no mercado
Atento usa robô com inteligência artificial para identificar nível de estresse nas ligações