Tendências para 2040, segundo o comitê consultivo de inteligência nacional dos EUA - WHOW

Consumo

Tendências para 2040, segundo o comitê consultivo de inteligência nacional dos EUA

O órgão público aponta que novas tecnologias e as mudanças climáticas serão mais frequentes ao redor do mundo. Entenda

POR Redação Whow! | 26/04/2021 19h35 Imagem Geralt: PIxabay Imagem Geralt: PIxabay

Realizado a cada quatro anos, desde 1997, e com uma nova edição divulgada no último mês, o relatório de tendência globais do Conselho de Inteligência Nacional do governo dos Estados Unidos destaca que o mundo terá cada vez contato com novas tecnologias e as mudanças climáticas serão mais frequentes. O órgão serve como o principal meio de aconselhamento para os presidentes dos EUA.

Este relatório foi desenvolvido para auxiliar os formuladores de políticas e cidadãos a verem o que pode estar além do horizonte e a se prepararem para uma série de futuros possíveis.

Tendências para 2040

O órgão público dos EUA afirma que previu uma possível pandemia em relatório anteriores, mas que não contava com a amplitude e profundidade do potencial do atual cenário. “A covid-19 abalou suposições antigas sobre resiliência e adaptação, e criou novas incertezas sobre a economia, governança, geopolítica e tecnologia”, descreve o relatório.

Entre os possíveis cenários vislumbrados pelo Conselho de Inteligência Nacional do governo dos EUA estão: avanços tecnológicos realizados por iniciativas público-privadas, priorização do crescimento econômico e restauração de uma relação comercial robusta com a China e ações de longo prazo destinadas a enfrentar as mudanças climáticas, esgotamento de recursos e pobreza.

O relatório também aborda possível incertezas, por exemplo, nos ganhos do desenvolvimento humano e crescimento econômico que tendem a desacelerar. E as novas tecnologias são apontadas como possivelmente prejudiciais à vida e ao sustento de muitas pessoas, causando inseguranças e forçando a adaptação.

“As melhorias anteriores se concentraram nos fundamentos da saúde, educação e redução da pobreza, mas os próximos níveis de desenvolvimento são mais difíceis e enfrentam os ventos contrários da pandemia da covid-19, crescimento econômico global potencialmente mais lento, envelhecimento da população e os efeitos do conflito e do clima . Esses fatores desafiarão os governos que buscam fornecer a educação e a infraestrutura necessárias para melhorar a produtividade de suas crescentes classes médias urbanas em uma economia do século XXI”, destaca o Conselho de Inteligência Nacional do governo dos EUA.

E a questão do meio ambiente aparece com frequência no estudo. Uma das principais tendências globais comentadas é a intensificação das mudanças climáticas, especialmente na década de 2030, com tempestades, secas e inundações mais extremas.

Já no âmbito do uso da tecnologia, esta aparece como uma solução para as mudanças no clima, no entanto, ela também poderá ter um papel decisivo no seu domínio e da ciência por estatais e não estatais. “Durante as próximas duas décadas, o ritmo e o alcance dos desenvolvimentos tecnológicos provavelmente aumentarão cada vez mais rápido, transformando uma gama de experiências e capacidades humanas, ao mesmo tempo que cria novas tensões e rupturas dentro e entre sociedades, indústrias e estados”, conclui o estudo.

E não perca as novidades nas nossas redes sociais no LinkedIn, Instagram, Facebook, YouTube e Twitter.


+TENDÊNCIAS

As tendências de comportamento e consumo dos brasileiros para 2021 
Tendências estratégicas de tecnologia para 2021
Tendências de futurismo para o mundo pós-pandemia
Tendências de futuro em cenários de incertezas