Startup de saúde domiciliar conquista mais de R$100 milhões; conheça - WHOW

Eficiência

Startup de saúde domiciliar conquista mais de R$100 milhões; conheça

Esta é a segunda empresa fundada pelo médico Vander Corteze que já foi Oficial Médico no Corpo de Bombeiros Militar

POR Redação Whow! | 16/04/2021 16h56 Imagem: Shutterstock Imagem: Shutterstock

O número de startups de saúde no Brasil aumentou mais de três vezes, entre 2018 e 2020, passando de 248 para 747 healthtechs. E dados do SlinHub apontam para 34 aportes realizados nestas empresas nos últimos seis meses, totalizando R$ 685,9 milhões.

E esta curva de crescimento foi mais acentuada em 2020 por conta do início da pandemia. Este cenário tirou um pouco do foco das fintechs para os produtos e serviços nas diferentes possibilidades de resolução de problemas no setor da saúde.

Uma startup que foi apelidada de “Uber da saúde”, a Beep Saúde, que oferece serviços de saúde domiciliar, como vacinas e exames, para quem possui um plano de saúde, recebeu nesta semana o seu terceiro aporte — e o mais vultuoso na curta história da empresa —, no valor de R$110 milhões em rodada de série B liderada pelo fundo norte-americano Valor Capital Group. Ainda participaram o DNA Capital, Bradesco, Endeavor Catalyst e investidores-anjo, como David Velez, CEO global do Nubank.

“A pandemia mudou a forma como as pessoas cuidam da saúde. A prestação de serviços a domicílio, que já era relevante pela comodidade, tornou-se essencial para aqueles que queriam continuar a se cuidar sem se arriscar a uma exposição durante a pandemia”, diz Vander Corteze, fundador e CEO da Beep Saúde, por meio de comunicado à imprensa.

Novos produtos e regiões para a startup de saúde

Com o atual modelo atendendo os estados do Rio de Janeiro, sede da healthtech, São Paulo, Brasília e Curitiba, o novo investimento será utilizado para a expansão para outras regiões metropolitanas do país, bem como na ampliação do portfólio de serviços, segundo a própria empresa.

“Estamos estudando outras linhas de negócio, como infusão e entrega de medicamentos. Estamos no caminho para nos tornarmos o one stop shop da saúde, concentrando todos os principais serviços em um único lugar e fornecendo-os no conforto do lar de nossos usuários – ou qualquer outro lugar que desejarem”, destaca o fundador.

Já no seu perfil pessoal no LinkedIn, Vander declarou que a startup deve continuar o seu desenvolvimento focada na experiência nos serviços de saúde e ainda deixou uma dica para outros empreendedores. “Acredite também recebi muitos nãos e tive meus momentos de dúvidas. Você também pode conseguir, aguente firme!”, descreveu.

Esta é a segunda empresa fundada por Vander, que é formado em medicina e  já foi Oficial Médico no Corpo de Bombeiros Militar do estado do Rio de Janeiro anos antes de fundar a healthtech.

Fundada em 2016, a Beep Saúde possui uma equipe de cerca de 500 funcionários, com a expectativa de dobrá-la até o final do ano. E ao longo de três rodadas de investimento nos quase cinco anos de atuação, a startup já recebeu R$ 132,5 milhões, de acordo com a plataforma Crunchbase.

E não perca as novidades nas nossas redes sociais no LinkedIn, Instagram, Facebook, YouTube e Twitter.

investimentos


+INVESTIMENTO

27 aportes e 13 aquisições em fevereiro de 2021
25 aportes e 8 aquisições em janeiro de 2021
16 aportes e 12 aquisições em novembro de 2020
38 aportes e 7 aquisições em outubro de 2020