São Paulo testa novos meios de pagamento no transporte público - WHOW

Vendas

São Paulo testa novos meios de pagamento no transporte público

Após o Bilhete Único, a cidade de São Paulo abriu a fase de testes para o uso de cartões de crédito e débito, além do celular, para pagar passagem no ônibus 

POR Gabriely Souza | 28/09/2019 14h30 Divulgação Prefeitura de São Paulo/Luiz Guadagnoli (SECOM) Divulgação Prefeitura de São Paulo/Luiz Guadagnoli (SECOM)

A paulistana Juliana Moraes precisava pegar o ônibus da linha 715M-10 (Jardim Maria Luiza X Largo da Pólvora) com urgência. Sem dinheiro e crédito no cartão magnético específico para o uso em ônibus, o Bilhete Único, acabou recorrendo a outro meio de pagamento. Ela utilizou o seu cartão de débito para pagar a passagem.

A passageira só conseguiu graças à tecnologia de pagamento por aproximação NFC (“contactless”) que chegou a cidade São Paulo no começo de setembro. Esta possibilidade também está disponível na função crédito e quando o cartão está conectado ao celular. 

A solução, porém, não dá o direito à integração entre linhas. Ou seja, caso o passageiro queira entrar em outro ônibus deve pagar uma nova tarifa, que na capital paulista é de R$ 4,30.

Duzentos veículos têm os novos meios de pagamento. Eles serão distribuídos em 12 linhas e dois atendimentos (complemento da linha base). Essas 12 linhas atendem quase três milhões de usuários por mês. 

A implantação do NFC ainda está em fase de testes. Segundo a prefeitura de São Paulo, em nota, o projeto piloto durará três meses ou até que atinja o limite pré-definido de 500 mil transações. 

A parceria para a implantação destes outros meios de pagamento como projeto piloto ficou a cargo de empresas de pagamento como a Mastercard. Para a companhia, o tema mobilidade urbana é um dos maiores desafios das grandes cidades do mundo. “No Brasil não é diferente. Hoje, aproximadamente 30% dos pagamentos no transporte público no Brasil são feitos em dinheiro, o que gera custos operacionais e logísticos para o operador, além dos problemas com falta de troco e de segurança. Para o consumidor, os desafios também são grandes pelo risco de assaltos e perda financeira também por falta de troco”, comenta a empresa em uma nota.

A Mastercard ainda afirma que há uma negociação para a ampliação do uso da NFC em outras cidades, mas não compartilhou quais seriam os locais. 

meios de pagamento Divulgação Prefeitura de São Paulo/Luiz Guadagnoli (SECOM)

Como pagar o transporte com outros meios de pagamento

Para utilizar esses outros meios de pagamento é preciso que o cartão de débito, crédito ou qualquer equipamento eletrônico móvel tenha a tecnologia de pagamento por aproximação (NFC) desbloqueada previamente, ou seja, que já tenha sido utilizada em alguma transação anterior. E atente-se para identificação semelhante na porta dianteira na parte externa dos ônibus. 

Dentro do veículo também é possível verificar se há as bandeiras Mastercard e Visa no validador, o que indica que aceita o novo meio de pagamento. Para usar, é preciso aproximar o cartão do validador, assim como já se faz com o Bilhete Único.  A cobrança da tarifa aparecerá na fatura ou no extrato da conta-corrente do usuário.É possível ativar a função de pagamento por aproximação no meu cartão atual?
Somente os cartões identificados pelo símbolo de 4 ondas têm essa tecnologia. Se o seu cartão não apresentar esse símbolo, entre em contato com o banco emissor e faça o pedido de um novo cartão. No entanto, você pode usar o seu cartão por meio do seu celular. Verifique se o seu aparelho está habilitado para a tecnologia NFC, se estiver cadastre o seu cartão em uma carteira digital, como, por exemplo, Apple Pay, Google Pay ou Samsung Pay.

Como posso pagar a tarifa do ônibus com a tecnologia de pagamento por aproximação?
Se o seu cartão possui tecnologia de pagamento por aproximação (símbolo com 4 ondas) e já foi utilizado em alguma transação, quando for passar pela catraca aproxime o cartão do validador (como se fosse o Bilhete Único), a transação será concluída e a sua passagem liberada.

Para usar o cartão no pagamento da passagem do ônibus existe alguma taxa ou aumento da tarifa?
Não. O valor cobrado em sua fatura será o mesmo valor cobrado na catraca do ônibus. Valor da tarifa vigente R$ 4,30.

Meu dispositivo pode ser lido acidentalmente enquanto estiver no meu bolso ou bolsa?
Para autorizar um pagamento por aproximação é necessário que o cartão ou celular esteja a poucos centímetros de uma leitora com essa tecnologia de pagamento, entre 2,5 cm e 5 cm, e também posicionado da maneira adequada.

Tem limite de uso por dia?
Sim, há um limite de compra de 5 passagens em meia hora e 10 passagens por dia durante a fase do projeto piloto. Esse número pode ser alterado posteriormente.

Como identifico quais os ônibus que aceitarão o pagamento por aproximação?
Os ônibus estarão sinalizados na porta e nos próprios validadores.

Cartões internacionais que têm a tecnologia de pagamento por aproximação podem ser usados normalmente para pagar a tarifa?
Sim, tanto os cartões internacionais das marcas Visa e MasterCard quanto os celulares com a tecnologia por aproximação, podem ser usados normalmente para o pagamento da tarifa.

Onde consigo um cartão por aproximação?
Se possuir uma conta corrente: Verificar com o seu banco/emissor se já está emitindo cartões de crédito, débito ou pré-pago com a tecnologia de pagamento por aproximação (NFC). Lembrando que cartões de crédito tradicionais não funcionarão. Caso a função seja crédito, o usuário está sujeito à análise de crédito do banco ou emissor.

Não possuo conta corrente, posso utilizar o serviço?
Mesmo não possuindo conta corrente é possível obter um cartão de crédito. Neste caso recomendamos se informar sobre quais bancos já emitem o cartão com a tecnologia de pagamento por aproximação e seguir os procedimentos solicitados. Lembrando que seu pedido de cartão, está sujeito à aprovação de cada banco ou instituição financeira, após análise de crédito.

Se o meu cartão for crédito e débito, vai ser cobrado em qual função?
Depende da aplicação principal do banco/emissor do seu cartão. Entre em contato com a central de atendimento de seu banco/emissor.


+ MOBILIDADE

Como Waze, CargoX e ClickBus trabalham para promover a mobilidade nas cidades
Cidades inteligentes: dados e tecnologia a favor da mobilidade
As novas tecnologias serão capazes de consertar o problema crônico da mobilidade no Brasil?
A sustentabilidade e a mobilidade dependem uma da outra