Quanto custa para abrir uma empresa? - WHOW

Eficiência

Quanto custa para abrir uma empresa?

Os valores irão mudar de acordo com a região, modalidade, regime tributário e até ramo de atividade

POR Redação Whow! | 25/06/2021 14h55

Antes de abrir uma empresa no Brasil, você precisa levar em conta uma diversidade de questões. Afinal, de maneira geral, iniciar um negócio requer investimento logo no início. Em média, no Brasil o trâmite para abrir um CNPJ custa por volta de R$1,5 mil. Mas isso pode variar muito dependendo do local.

Acima de tudo é preciso compreender que mesmo com essa média, os valores irão mudar de acordo com a região, modalidade, regime tributário e até ramo de atividade. Portanto, é necessário que seja feito um levantamento voltado para o seu tipo de negócio. Por isso, se você está pensando em ter a sua própria empresa, preste atenção nas próximas linhas e veja se essa é uma opção vantajosa para você. Boa leitura!

Quanto custa abrir uma empresa hoje?

Bom, a resposta para essa pergunta é que depende. Ou seja, o custo será diferente para cada tipo de empresa e em cada região.

Logo, é preciso levar em conta os custos básicos, como as taxas pagas aos órgãos públicos, por exemplo. Dessa forma, os gastos iniciais com documentação são com:

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais)
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais)
  • Junta Comercial
  • Certificado Digital
  • Consultoria

Além disso, se você deseja ter uma loja física em sua empresa, precisa avaliar gastos com aluguel, condomínio, contas de luz, água, internet e até o cafézinho.

Variação por estado: custo médio para abrir uma empresa no Brasil

O custo médio para abrir uma empresa no Brasil varia de acordo com cada Estado. Isso porque o gasto com contador e documentação pode variar de R$500 até R$1.500,00, dependendo é claro do tipo do seu negócio. 

Isso porque, além dos custos comuns à maioria dos CNPJs, existem diversos outros valores que influenciam no custo final. Veja abaixo os principais.

1. Custos Fiscais

Apesar de variar em cada estado e da política de incentivo que cada região tem, alguns custos são para todas as empresas. De maneira geral, o gasto fica em média por volta de R$400,00. As taxas são destinadas a:

  • Junta Comercial: no qual o empreendedor terá que pagar o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (DARE), que é uma taxa destinada ao registro público o seu negócio;
  • Certificado Digital: que serve para confirmar a autenticidade de empresas que emitem Nota Fiscal Eletrônica.

Vale ressaltar que dependendo do segmento do seu negócio, poderá haver outras taxas relativas a autorizações de órgãos públicos como:

  • Vigilância Sanitária;
  • Corpo de Bombeiros;
  • Prefeitura;
  • Cartório;
  • Órgãos e conselhos profissionais (ex: OAB, CREA)
  • Entre outros.
2. Capital Social

O capital social também é um valor que precisa entrar na sua conta. Ou seja, contabilize qual será a quantia destinada para que você possa manter sua empresa até que ele gere renda suficiente para cobrir as despesas.

Assim, a quantia mínima indicada para efetuar o registro do Contrato Social e liberar o CNPJ é de R$1.000,00. Porém, vale ressaltar que essa quantia atende apenas algumas modalidades de empresas. Ou seja, procure definir especificamente para o seu caso.

3. Investimento inicial

O investimento inicial é o valor que você irá precisar para que a sua empresa comece a funcionar. Portanto, o valor vai desde aluguel, até mobílias, aquisição de matéria-prima, tecnologia para a empresa, etc.

Muitas vezes, esse é o ponto que mais gera gasto para o empreendedor. Por isso, muitas empresas já estão apostando em escritórios virtuais.

4. Salários e Pró-labore

Outro exemplo de gastos para a empresa é o pró-labore, que é um salário para os proprietários da empresa. Ele é muito importante para que não haja confusão entre rendas e gastos pessoais, voltados para a empresa.

Além disso, se a sua empresa tiver empregados, o salário muito provavelmente será uma das maiores despesas.

5. Registro de marca

Para empresas que desejam ter exclusividade com os nomes das suas marcas, é essencial que façam o registro de marca.

É um processo feito com o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), que após uma pesquisa, registra a sua marca por um período de dez anos, com possibilidade de renovação.

Aqui as taxas também variam. A consulta do nome costuma ser de R$170,00 e de R$298,00 até R$1.115,00 para registrar o nome.

Faixa de preço por categoria:

Além de todas essas despesas gerais que já mencionamos, existem custos específicos para a natureza jurídica da sua empresa.

Custo para abrir uma empresa: MEI

Se você deseja abrir o seu MEI, saiba que ele é a única categoria que não tem custos de abertura. Mas vale lembrar, que para poder se enquadrar nesse tipo de empresa, é preciso faturar no máximo R$81 mil por ano.

Dessa forma, se registrar como Microempreendedor Individual pode ser uma ótima alternativa para tornar legal tornar seu trabalho como autônomo.

Nesse sentido, a única taxa exigida é para manter a empresa funcionando. Para isso, o MEI precisa pagar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que custa:

  • R$56,00 para Comércio ou Indústria (R$55,00 de INSS + R$1,00 de ICMS);
  • R$60,00 para Prestação de Serviços (R$55,00 de INSS + R$5,00 de ISS);
  • R$61,00 para Comércio e Serviços (R$55,00 de INSS + R$1,00 de ICMS + R$5,00 de ISS).
Custo para abrir uma empresa: ME

Já para abrir uma Microempresa (ME), os gastos são médios. Incluem apenas o alvará de funcionamento e o registro de CNPJ. Os custos são em média:

  • ME Individual (optante do Simples Nacional e com um sócio/titular): R$ 1.029,63;
  • ME Ltda (optante do Simples Nacional e com dois ou mais sócios): R$ 1.174,63.

Vale lembrar, que uma Microempresa tem o teto de faturamento anual de até R$360 mil e a sua formalização se faz na Junta Comercial. 

Custo para abrir uma empresa: EPP

No caso das Empresas de Pequeno Porte, as diretrizes são iguais às da ME. No entanto, elas podem faturar até R$4,8 milhões ao ano.

Conclusão

Conforme demonstrado neste texto, o custo para abrir uma empresa no Brasil varia muito dependendo da região e do tipo de negócio.

Por isso, vale a pena conferir qual tipo de empresa mais se encaixa com a sua situação e a partir daí analisar os custos para abri-la.

Se você gostou desse texto e quer ficar por dentro de mais conteúdos destinados aos micro, pequenos e médios empresários, assine agora mesmo gratuitamente a nossa newsletter!