Programas gratuitos para a maior inclusão das mulheres nos mercados de tecnologia e digital - WHOW

Pessoas

Programas gratuitos para a maior inclusão das mulheres nos mercados de tecnologia e digital

Empresas de diferentes setores abrem novas iniciativas com cursos online e networking para elevar a representatividade feminina

POR Redação Whow! | 29/03/2021 18h57 Foto ilustrativa (Pixabay) Foto ilustrativa (Pixabay)

Apesar das mulheres representarem quase 52% da população brasileira, de acordo com dados do IBGE, esta realidade não se transfere para as áreas de tecnologia e digital. Mas como fazer para que isso seja cada vez mais algo do passado no Brasil?

Duas iniciativas de instituições voltadas para a inovação estão com programas abertos e gratuitos que focam no desenvolvimento de novos habilidades, workshops e networking nestas duas áreas mencionadas que necessitam de maior representatividade.

Desenvolvimento em digital commerce

A startup unicórnio brasileira VTEX abriu hoje (29) as inscrições para o seu segundo Programa de Aceleração de Mulheres na Carreira de Digital Commerce focado em aceleração de mulheres na área. De acordo com a empresa, este segmento cresceu mais de 40% nos últimos dois anos.

Por meio dele, pessoas que se identifiquem como mulher e que estejam no último ano da faculdade ou com um ano de graduação vão poder se inscrever para aprender sobre aquisição de clientes, experiência de compra, retenção de clientes, tecnologia, pós-compras e negócios. E as mulheres selecionadas também vão participar de processos de seleção de vagas na VTEX. Segundo a startup, 97% das participantes da última edição do programa conseguiram um emprego.

“As alunas têm contato com outras mulheres que compartilham suas próprias trajetórias, mostrando que é possível trabalhar e prosperar no digital. É um curso de mulheres apoiando outras mulheres”, diz Natalia Zuca, Digital Strategy Manager da VTEX, em nota à imprensa.

As interessadas podem acessar este site da organização realizada edtech Stoa. Apesar do programa ser online, as vagas são limitas.

Engajamento entre sociedade e empresas para mulheres na tecnologia

Já uma iniciativa que não terá restrição de participantes será a do hub de inovação da Ambev para pequenos e médios negócios, o Z-Tech, em parceria com a PrograMaria, um negócio de impacto social de formação e engajamento de mulheres na tecnologia. Chamado deSprint PrograMaria Mulheres em Startups, este programa oferecerá também de forma online, além de cursos, workshops, análise de cases práticos e grupos de networking.

Esta iniciativa é voltada para mulheres que já possuem experiência em áreas como desenvolvimento, design de produto e UX/UI.

“Nós sabemos que a representatividade feminina ainda é um cenário desafiador para o setor de tecnologia como um todo e precisamos avançar muito, enquanto mercado, para revertermos o quadro atual. Mas temos certeza que vamos chegar lá e, para isso, precisamos de um engajamento conjunto entre toda a sociedade e empresas”, diz Juliana Rodrigues, diretora de relações institucionais e jurídico da Z-Tech, por meio da sua assessoria.

As inscrições acontecem por meio deste site.

E não perca as novidades nas nossas redes sociais no LinkedIn, Instagram, Facebook, YouTube e Twitter.


+TECNOLOGIA

Exclusivo: levantamento destaca as soft skills mais buscadas no mercado de tecnologia
Empreendedorismo feminino: a mulher em foco
Você sabe o que são transferable skills? As habilidades para qualquer trabalho

Opinião: quais competências as empresas procuram nos profissionais de TI?