Profissões do futuro: a pandemia criou um novo cargo, o diretor de trabalho remoto - WHOW

Pessoas

Profissões do futuro: a pandemia criou um novo cargo, o diretor de trabalho remoto

Profissional do alto escalão chega para criar estratégias em companhias que adotaram o home office ou o modelo híbrido de forma permanente

POR Adriana Fonseca | 30/11/2020 18h00 Imagem Chris Montgomery: Unsplash Imagem Chris Montgomery: Unsplash

Em setembro de 2020, o Facebook anunciou que estava contratando um diretor de trabalho remoto. O anúncio da vaga foi feito após a multinacional comunicar que havia adotado o home office de forma permanente. A descrição da vaga procurava um profissional para liderar essa nova estratégia e estabelecer parcerias com um amplo grupo de parceiros multifuncionais para fazer essa mudança na maneira como a companhia projeta a organização e o desenvolvemos de suas pessoas.

O posto foi ocupado por Annie Dean, que entrou para o cargo em novembro. Antes disso ela havia passado pela Deloitte, onde foi vice-presidente, e teve sua própria empresa, a Werk.co, uma plataforma SaaS de dados e analytics. Mas não é só o Facebook que criou a função de diretor de trabalho remoto, e é uma das profissões do futuro que emergiu com a pandemia.

Uma nova tendência nas profissões do futuro?

profissões do futuro Imagem Phil Desforges: Unsplash

A Quora, plataforma social de perguntas e respostas, também anunciou que está mudando para um ambiente de trabalho “remoto primeiro” e, com isso, busca um líder de trabalho remoto. Adam D’Angelo, CEO da Quora, disse que o profissional precisa ter um histórico de atuação em recursos humanos e também ser muito forte em habilidades de comunicação, além de ser bastante hábil em tecnologia, ou pelo menos ter conhecimento sobre o assunto. 

De forma prática, é um trabalho que pode incluir escrever diretrizes para aspectos sobre como reduzir reuniões e como navegar em diferentes fusos horários, além de ser um profissional que vai atuar como uma ligação entre as equipes jurídicas que pensam em questões fiscais para mudanças de funcionários. Também é da alçada do líder de trabalho remoto planejar eventos on-line para evitar que a cultura da empresa desapareça e defender funcionários remotos ao planejar benefícios.

É difícil dizer ainda se a função de diretor de trabalho remoto vai mesmo se tornar uma tendência.

Em entrevista à publicação americana Fast Company, Arran Stewart, CEO da Job.com, acredita que sim. “Vejo uma mudança em direção à contratação de especialistas remotos, aqueles que sabem como gerenciar e obter o máximo de eficácia das equipes remotas”, disse ele. “Várias empresas de tecnologia do Vale do Silício estão se comprometendo a trabalhar em casa pelo menos até o próximo verão, e algumas, como a Microsoft, disseram que seus funcionários nunca precisarão voltar. Isso não diminui o fato de que essas empresas precisam de liderança para obter o melhor dessas equipes.”

Em entrevista ao The Washington Post, Liz Burow, ex-vice-presidente de estratégia de local de trabalho do WeWork e agora uma consultora baseada em Minneapolis, nos Estados Unidos, disse também acreditar que mais empresas colocarão alguém encarregado de coordenar o trabalho remoto, ou nomearão alguém para liderar um local de trabalho híbrido, onde alguns estão no escritório e outros não.

Por outro lado, a vice-presidente de experiência do cliente do Slack Ali Rayl comentou que, na companhia, um funcionário com oito anos de empresa empreendeu esforços para fazer a transição da organização para o trabalho remoto. Ali acha provável que seja um papel de curta duração. “Isso é algo temporário  está mudando a forma como nossas empresas funcionam, está criando novos hábitos de prática”, disse ela.


+PROFISSÕES DO FUTURO

Profissões do futuro: veja o perfil dos profissionais de product management
Surge um novo cargo nas empresas: o líder de diversidade
Você sabe o que faz um CHO – Chief Happiness Officer?
Novos modelos de liderança: como eles ajudam na inovação e os seus efeitos nos negócios