Presença digital: os quatro pilares para aumentar as vendas - WHOW

Vendas

Presença digital: os quatro pilares para aumentar as vendas

Posicionamento, conteúdo, relacionamento e monitoramento são os quatro fundamentos da interação com o público no universo online

POR Redação Whow! | 03/09/2021 16h23

Por Raquel Dalastti, head de produtos da Locaweb

Não importa quantas vezes isso foi repetido, sempre vale a pena reforçar: a presença digital do seu negócio é muito importante para o sucesso dele. Tudo hoje é encontrado na internet. Você está lendo este artigo por algum aparelho conectado a rede. A web faz parte da jornada de decisão e compra de quase todos os consumidores. Por meio dela, você consegue ser encontrado mais facilmente, com sua vitrine exposta 24 horas por dia, sete dias por semana, passando mais credibilidade e conseguindo, de modo mais rápido e personalizado, criar vínculos com os seus clientes.

A presença digital é como uma marca se posiciona e estabelece relações com o público, podendo ser dividida, para fins didáticos, em quatro pilares: posicionamento, que é como a marca será vista, quais as suas crenças e valores; conteúdo, que consiste no que você produz e comunica ao seu público, e qual a relevância dessa informação; relacionamento, como sua marca interage com os consumidores, como é a comunicação direta com eles, se existe um tom e linguagem padrão (as marcas, assim como as pessoas, têm o seu jeito próprio de falar); e o monitoramento, que é analisar todas essas interações, avaliar resultados e o retorno do investimento e ver como que marcas concorrentes estão se comunicando online.

Porém, cada um desses pilares estão associados a uma imensa gama de opções para as empresas estarem presentes. Em qual canal digital deve-se focar? Depende do perfil do público consumidor. Por isso, é preciso entender sua estratégia de ação em cada meio não como uma competição entre eles, mas uma complementariedade. Cada conteúdo adaptado a cada canal, de forma que se conversem e colaborem entre si. Na internet o que vale é a experiência do usuário.  As maiores empresas do mercado costumam operar em tudo: sites, lojas virtuais, blogs, redes sociais, e-mail marketing, podcast, SMS Marketing etc. Mas negócios menores podem começar focando nos que mais tiverem conexão com o público-alvo.

Não é necessário um alto investimento para ter uma forte presença digital. É possível começar um perfil em redes sociais gratuitamente e registrar um domínio e criar um site com menos de R$ 50. Mas, para o seu negócio decolar, não basta apenas criar, por na rede e pronto. Isso por si só ajuda na localização da sua empresa, porém não é o suficiente.

Deve-se atentar aos quatro canais citados anteriormente. É preciso conversar com o seu público, criar conteúdo relevante para ele. Dependendo da estratégia, é possível também investir em anúncios online, em plataformas como Google e Facebook para ajudar em novas oportunidades de negócios, ou em mídias sociais, especialmente, Instagram e YouTube, que servem para incrementar a audiência, tráfego, autoridade e vendas.

E, após seguir esses conselhos, o aumento nas vendas resultante da presença digital é imediato? Não é possível cravar uma data para o retorno. Cada estratégia conta com inúmeras variantes. No caso de anúncios, por exemplo, após as configurações há o ciclo de aprendizagem da própria plataforma. Já com técnicas de SEO estima-se que entre 4 e 6 meses comece a perceber os ganhos de tráfego.

Por mais que pareça confuso ou difícil à primeira vista, não desista: é na internet que você vai conseguir ampliar a quantidade de potenciais clientes do seu produto ou serviço, conseguindo, de maneira muito mais barata do que em anúncios tradicionais, resultados expressivos, estabelecendo diálogos com os seus consumidores para oferecer, sempre, a melhor experiência possível para todos.