Por que a gamificação é uma inovação campeã para gerar mais vendas? - WHOW
Vendas

Por que a gamificação é uma inovação campeã para gerar mais vendas?

A gamificação, através do software GAMEK, transformou os indicadores de vendas absenteísmo do Grupo Konecta Brasil. Saiba mais

POR Carolina Cozer | 11/11/2020 14h30

A função principal da gamificação é gerar engajamento para influenciar os resultados de um negócio ou projeto. Mas os benefícios dessa estratégia nas empresas não param por aí; é possível gerar dados valiosos de acordo com o desempenho dos funcionários.

Uma empresa que mergulhou no universo da gamificação em 2020, e colheu resultados, foi o Grupo Konecta Brasil, empresa dedicada à terceirização de processos de negócios e contact centers.

Fábio Pontilho, gestor de arquitetura de TI e UX da Konecta Brasil, contou no painel “Passe para a próxima fase: por que a gamificação é uma inovação campeã para gerar mais vendas”, no Whow! Festival de Inovação 2020, a respeito dos resultados da empresa com o software GAMEK, que foram acima do esperado.

Gamificação como solução

Uma dor que a Konecta compartilhava com muitas empresas de contact center eram os altos índices de turnover, uma vez que este é um setor de iniciação de funcionários no mercado de trabalho. “Tanto a Konecta quanto nossos clientes e colaboradores tinham problemas com engajamento. Treinar e engajar as pessoas que estão recém começando no mercado sempre foi um desafio”, conta Fábio.

Para mitigar este problema, no começo de 2019, a empresa decidiu organizar um hackathon com colaboradores e clientes. “Foi uma maratona de 48h em que juntamos diversas visões e fizemos uma concepção de produto. E neste evento conseguimos criar o produto ideal que estávamos buscando”, explica o gestor.

O produto que surgiu desse hackathon foi o GAMEK, uma plataforma de gamificação com foco no engajamento e na autogestão. “Por sorte conseguimos lançar o produto justamente quando estava iniciando a pandemia. Depois de colocar centenas de colaboradores em home office, precisava aplicar o modelo de gestão a distância, e o GAMEK foi decisivo nessa questão”, diz Fábio. “Ele já nasceu resolvendo um gap que poderíamos ter.”

O que é o GAMEK?

Além de resolver questões de engajamento e possibilitar a autogestão, o gestor explica que o GAMEK é capaz de melhorar a performance dos colaboradores e, consequentemente, reduzir as taxas de turnover das empresas. “O objetivo do GAMEK é provocar uma mudança de mindset do call center, trazendo uma nova visão para a operação”, diz o executivo. 

Através das funções de autogestão do aplicativo, os funcionários têm acesso aos seus indicadores de performance em tempo real, e podem fazer a gestão de seus desempenhos de um jeito leve e divertido, em uma plataforma que realmente lembra um videogame. “O GAMEK pode ser aplicado em qualquer operação, não somente para o setor de vendas ou contact center”, afirma.

Pontilho explica que na plataforma da GAMEK, o colaborador pode verificar o status de suas entregas e ganhar “Koins”, que são moedas que podem ser trocadas por prêmios diversos, como produtos físicos, vouchers, folgas, minutos de videogame e muitos outros. 

Também há uma ferramenta de conquistas que garantem prêmios aos colaboradores que batem determinados indicadores, que pode ser customizada de acordo com as necessidades das operações. Há, também, uma ferramenta para gestores fazerem simulação de visão de consultores, área de notícias com relatórios ou informações pertinentes de destaque e um gráfico de KPI detalhado com todos os fatores de desempenho do colaborador ― todos parametrizáveis.

Pontilho ressalta que há uma série de estatísticas baseadas em inteligência artificial que fazem uma leitura de funções úteis para as empresas. “Por exemplo, quais são os funcionários que mais pontuam, por que pontuam mais, qual é o comportamento, por que houve um problema no indicador de monitoria etc”.

Level-up dos indicadores

Após a implementação do Game-K houve um aumento de 58% nas vendas por agentes após o início do isolamento social, além da redução de 73% do absenteísmo “Temos muita segurança em afirmar que o GAMEK teve um papel fundamental nesses indicadores”. 

Baseando-se na ideia de que as pessoas jogam videogame buscando desafios constantes, o GAMEK tem uma equipe de colaboradores focada na evolução do aplicativo, e estão constantemente lançando novas funcionalidades. “Temos um roadmap longo de gamificação. Estudamos o tema e trouxemos pessoas do mercado, sabendo que precisamos evoluir o game. Ele não pode esfriar”, diz. “O GAMEK é a busca por resultados, mas também é novidade. Isso está no nosso DNA”.


+NOTÍCIAS

Especial investimentos em startups: 38 aportes e 7 aquisições em outubro
Coluna: Um olhar sobre disrupção e ética
Tendências de futurismo para o mundo pós-pandemia
Você sabe como funciona a tecnologia de interface cérebro-computador?