10 startups em alta no mercado de trabalho

LinkedIn divulgou ranking das startups que mais se destacaram na rede profissional em 2021

por em 24 de setembro de 2021

Se há algumas décadas o sonho mais comum entre jovens profissionais era fazer carreira em uma grande empresa, hoje este cenário está mudando. As startups - seja pelo crescimento acelerado, seja pela cultura interna - estão atraindo cada vez mais talentos no mercado de trabalho. E, dentro do ecossistema de startups, algumas delas se destacam como as preferidas de quem procura emprego. 

A rede profissional LinkedIn divulga anualmente, desde 2018, o ranking das 10 startups em alta no mercado de trabalho. Passaram por esta lista, em edições anteriores, nomes conhecidos como Nubank, Creditas, QuintoAndar, Stone, Loggi, Hotmart e tantas outras. 

Para criar o ranking LinkedIn Top Startups, são estabelecidos alguns critérios básicos. As startups devem ser privadas e independentes, sem estarem no guarda-chuva de empresas maiores, e precisam ter sete anos ou menos desde a fundação (o que explica alguns nomes de outras listas não figurarem mais neste ano). Elas também não podem ter diminuído o quadro de colaboradores em 20% ou mais no período estabelecido. 

Dentre as que passaram por estes requisitos, as startups são ranqueadas de acordo com quatro pilares: crescimento no número de funcionários, engajamento, interesse por vagas e atração de grandes talentos. Estes pilares foram avaliados entre julho de 2020 e junho deste ano, com dados do próprio LinkedIn, assim como pesquisa nas empresas. Vale ressaltar, portanto, que não leva em consideração a satisfação dos colaboradores que já estavam na empresa, por exemplo, focando em questões mais relacionadas ao recrutamento de fato. 


Sem mais delongas, assim ficou o ranking das startups preferidas do mercado de trabalho em 2021: 

  1. C6 Bank
  2. Neon
  3. Gupy
  4. Kestraa
  5. Mandaê
  6. Loft
  7. Dengo Chocolates
  8. DataSprints
  9. Kovi
  10. LivUp

VÍDEOS

VÍDEOS