Passo a passo simples para idealizar um bom aplicativo - WHOW

Tecnologia

Passo a passo simples para idealizar um bom aplicativo

Leia este conteúdo para entender o passo a passo simples de como idealizar um aplicativo e veja 3 ferramentas ideais para desenvolver o seu

POR Redação Whow! | 19/07/2021 13h46

Você sabia que criar um aplicativo pode ser algo lucrativo? Já tinha pensado nessa ideia? Segundo relatório Dados Estratégicos e Insights sobre Apps de E-commerce, realizado pela empresa RankMyApp, somente no primeiro semestre de 2020 foram realizados 68% a mais de downloads de aplicativos de e-commerce do que no mesmo período do ano anterior.

E, de acordo com levantamento da pesquisa Sensor Tower, os consumidores das lojas de aplicativos App Store e Play Store, respectivamente, Apple e Google, gastaram 30,2% a mais, em comparação com 2019. 

Em resumo, não são poucas as empresas que andam lucrando milhões com o desenvolvimento de negócios com base em aplicativos. A Movile, empresa que desenvolve Apps como o IFood e Playkids, fatura, em média por ano, US$ 100 milhões.  Então, se você deseja entrar para o mundo do desenvolvimento de aplicativos, leia este conteúdo para entender melhor o passo a passo e conhecer três ferramentas ideais para desenvolver o seu. 

Afinal, como criar um aplicativo?

Você pede comida pelo IFood? Vai de Uber ao trabalho? Gosta de algum jogo específico no celular?  Faz transferências bancárias com apenas um clique? Logo, se a sua resposta foi sim, perceba o quanto os aplicativos estão presentes no nosso cotidiano.

Em síntese, os aplicativos são sistemas, softwares, que executam determinadas funções através dos celulares Android, iPhone (iOS) e também em outros diversos dispositivos inteligentes, como smart TVs. Ou seja  desenvolvimento de aplicativos é um dos mercados mais promissores atualmente.  Entretanto, desenvolver um app pode não ser tão simples. Em suma,  veja um passo a passo simples para você começar a colocar a sua ideia em prática. 

Como criar um aplicativo: Objetivos, audiência e concorrência

Quem será o seu público-alvo e qual dor dele seu app resolverá? Antes de escolher a melhor plataforma e/ou os melhores desenvolvedores, concentre-se em definir quais são os seus objetivos e a sua audiência. Afinal, serão essas definições que irão nortear todo o desenvolvimento.

Então, digamos que você percebeu uma dor dos passageiros do transporte público: saber onde estão os veículos, para demorar menos tempo nos pontos de ônibus. Então, sua audiência seria os passageiros e seu objetivo seria desenvolver um app que mostrasse a localização dos ônibus.

Contudo, saber apenas que sua audiência são os passageiros não é suficiente: é preciso ir a fundo para entender mais detalhes sobre seu consumidor em potencial. Outro ponto importante é explorar também a concorrência. Por fim, faça uma pesquisa de mercado para entender se porventura o seu público já está sendo atendido ou então quais são os aplicativos similares a sua ideia que já estão no mercado. Dessa forma,  colete informações não somente sobre os apps, como também a respeito da percepção do público em relação a eles. 

Funcionalidades e plataforma

Quais serão as principais funcionalidades do seu aplicativo, além da principal?  Então, uma vez realizada a análise e a definição da sua audiência e seu objetivo com o app, chegou a hora de escolher a melhor plataforma que ele será colocado no ar: Android ou iOS. 

E, para encontrar essa resposta, foque no seu público: eles usam mais Android ou iOS? Logo, desenvolva o seu aplicativo considerando a plataforma que a sua audiência mais utiliza. Porém, vale ressaltar que, embora o Android seja mais utilizado em algumas regiões, como no caso do Brasil, fazer um aplicativo para IOS é mais rápido e mais barato. 

Como criar um aplicativo: Esboço + design

Desenvolva o esboço do aplicativo, chamado Wireframe. Vale até desenhar as telas no papel.  Portanto, aqui, não se preocupe em ter algo perfeito e sim uma ideia clara para que os designers e desenvolvedores visualizem melhor o projeto. Nesse contexto, inclusive, você pode até perguntar aos seus futuros usuários a opinião deles sobre o seu app.

Como criar um aplicativo: Desenvolvimento

Acima de tudo, para tirar a sua ideia do papel e colocá-la em funcionamento, é preciso desenvolvê-la. Para isso, você pode explorar várias possibilidades, como:

  • fechar um contrato com um desenvolvedor e um design especializado no desenvolvimento de aplicativos;
  • contratar empresas para fazer este trabalho;
  • ou utilizar ferramentas prontas de mercado para desenvolver o seu.

Caso você opte pelas duas primeiras opções, terá que desembolsar um valor mais alto, de pelo menos R$ 8 mil a R$ 10 mil, de acordo com estimativas do mercado. Agora, ao escolher uma ferramenta para desenvolvimento próprio,  os custos podem ser bem menores. Conheça agora algumas dessas ferramentas. 

Ferramentas ideais para criar um aplicativo

Fábrica de aplicativos

A Fábrica de Aplicativos é uma plataforma voltada para pequenos empreendedores criarem o seu próprio app, sem a necessidade de conhecimentos em programação. Basta criar um cadastro para acessar as diversas funcionalidades.  O menor valor dessa plataforma é R$9,00 mensais. Em síntese, para a escolha do melhor plano, vale levar em conta os objetivos do seu app.

AppMachine

O AppMachine é uma outra plataforma para desenvolvimento de aplicativos. Ela pode ser usada por pessoas sem qualquer conhecimento em programação.  Com ela, pode-se criar apps no formato Android e iIOS, além de possuir três tipos de planos: : gorgeous (R$119/mês), designer (R$199/mês) e developer (R$269/mês).

Assim, o primeiro é o mais básico, que permite criar um aplicativo mais simples; o segundo, oferece mais possibilidades ao layout do app; já o terceiro é mais voltado para desenvolvedores. Contudo, as mensalidades são cobradas apenas a partir da publicação do aplicativo. Antes disso, o processo é totalmente gratuito. 

AppsBuilder

O Apps Builder é uma plataforma que permite a criação de aplicativos para Android, Iphone, IPad, Windows Mobile e HTML 5. Ele também possui a opção de converter um blog, desenvolvido em WordPress, em um aplicativo. Dessa forma, o Apps Builder conta com uma funcionalidade chamada Application Quality, uma espécie de “contador” de qualidade. Quanto mais funcionalidades você adicionar ao App, o número desse contador aumenta. 

Foco no usuário: aplicativos resolvem problemas

Para finalizar, o mais importante no desenvolvimento de aplicativos é que se mantenha o foco no problema que se deseja resolver, até a finalização do app.

Muitas empresas começam a desenvolver apps e, no meio processo, acabam esquecendo da razão de ser daquele sistema. É claro que, com o passar do tempo, eles podem ser  aperfeiçoados e novas funcionalidades podem ser incluídas no aplicativo. 

Logo, outro ponto fundamental é ter sempre o usuário no centro. Realize pesquisas, entrevistas e testes, ouvindo ao máximo as pessoas que vão utilizar o seu app. Com isso, é possível ter uma ideia do que acham e resolver possíveis problemas antes mesmo de colocar o aplicativo em funcionamento.

Gostou do conteúdo? Se a resposta for sim, assine a nossa newsletter gratuitamente e receba mais artigos interessantes como este sobre empreendedorismo, mercado, tecnologia e gestão!