WHOW

ONG abre processo seletivo de mentorias exclusivas para jovens negros

Vagas Mulheres TI 2

Imagem Christina: Unsplash

A Fundação Estudar, ONG de incentivo à educação para jovens brasileiros, abriu inscrições para o programa Líderes 2021 ― processo seletivo de bolsas de estudo para cursos de graduação e pós-graduação em universidades nacionais e internacionais. E este ano, como diferencial, o projeto passou a oferecer mentorias exclusiva para candidatos negros a fim de de equilibrar oportunidades e promover diversidade.

As mentorias foram elaboradas através de uma parceria entre a Fundação Estudar e o Instituto Identidades do Brasil (ID_BR), que selecionará candidatos autodeclarados negros para receberem dicas exclusivas e práticas para o processo seletivo das bolsas de estudos.

“A parceria entre Fundação Estudar e ID_BR existe porque queremos ampliar nosso impacto juntos e dar acesso para cada vez mais jovens negros a oportunidades de estudo, desenvolvimento e carreira”, explica Anamaíra Spaggiari, diretora-executiva da Fundação Estudar, em comunicado oficial. “No programa de Líderes Estudar, nosso objetivo é encontrar os talentos negros que se destacam acadêmica e profissionalmente”, diz.

Oportunidade de conexão e desenvolvimento para futuros líderes

Além de apoio monetário, os bolsistas do Programa de Líderes 2021 receberão acesso à Comunidade de Líderes, em que poderão estabelecer contato com grandes executivos e participar de fóruns e cursos para desenvolvimento profissional.

“O melhor da Fundação Estudar é que, ao conviver com tantas pessoas que fizeram coisas incríveis, nossa barra sobe. A gente olha pro lado e vê que criar uma grande empresa, mudar um mercado ou fazer pesquisas revolucionárias são objetivos alcançáveis”, relata André Penha, cofundador da startup Quinto Andar e participante do Programa de Líderes 2010.

O Programa de Líderes 2021 é elegível para candidatos brasileiros entre 16 e 34 anos e que estejam matriculados, cursando ou em processo de aceitação em algum curso de ensino superior ou intercâmbio universitário. Os candidatos e candidatas negros têm até o dia 21 de fevereiro para se inscreverem para a mentoria exclusiva, que não garante a conquista da bolsa do programa.

O valor da bolsa poderá variar entre 5% e 95% do total solicitado pelo candidato, que inclui pagamento do curso e despesas com moradia, transporte, alimentação e materiais acadêmicos. Não há restrições em relação à instituição de ensino ou cursos, mas o processo de inscrição e aprovação nas universidades é de responsabilidade do candidato.


+EDUCAÇÃO 

Escola do Vale do Silício libera 100 bolsas de estudo em TI para brasileiros
Conheça opções de cursos gratuitos de tecnologia
Instituições oferecem bolsas gratuitas para mulheres estudarem programação
Saiba como é o nível de diversidade no ecossistema das startups brasileiras

Sair da versão mobile