O videogame mais amado da pandemia: o xadrez - WHOW
Tecnologia

O videogame mais amado da pandemia: o xadrez

Streamer faz sucesso mundial ao jogar xadrez e levar o esporte para espectadores de videogames tradicionais, como Fortnite e League of Legends

POR Carolina Cozer | 08/09/2020 19h05

O “novo normal” no mundo dos videogames, ao que tudo indica, é o renascimento dos clássicos. Mas não os clássicos como River Raid, do Atari, ou Super Mario Bros., de 1985; o hype do momento na maior plataforma de streaming de games do mundo é o xadrez.

A mente por trás deste movimento inusitado é Hikaru Nakamura, jogador de xadrez profissional e cinco vezes campeão dos Estados Unidos. O canal de Nakamura na plataforma Twitch possui mais de meio milhão de seguidores. Lá, transmite suas jogadas online contra adversários diversos, e até mesmo participa de torneios oficiais, transmitidos tanto pela Twitch quanto pelo Chess.com ― site número um de xadrez em todo o mundo.

O segredo por trás do sucesso

De acordo com a Fast Company, a audiência de xadrez teve um crescimento exponencial na Twitch desde 2015. Na época apenas 59 pessoas assistiam a partidas de xadrez na plataforma. Em 2020, após o início da pandemia, esse número ultrapassou 4 mil espectadores simultaneamente ― já tendo chegado a 45 mil em um único dia durante um jogo de Nakamura.

De março a agosto deste ano, 41,2 milhões de horas de xadrez foram assistidas online somente na Twitch ― índice que representa quatro vezes mais horas do que nos seis meses anteriores, de acordo com o site de análises SullyGnome.

O segredo do sucesso repentino deste jogo tradicional, segundo a Fast Company, é o próprio carisma e a forte estratégia de marketing de Nakamura, que desenvolveu parcerias com outros grandes streamers da Twitch, como xQc, Forsen, Nymm e Reckful, tendo desafiado todos eles para partidas online (e, claro, ganhado de todos).

Além disso, o apresentador do canal ensina e transmite seus jogos de modo divertido e com a linguagem dos gamers, utilizando memes e outros recursos de comunicação que conectam e comunicam com eficiência para as gerações mais jovens.

De acordo com a Wired, Hikaru Nakamura quebra os paradigmas elitistas do xadrez, levando leveza e risadas para os seus espectadores, gerando uma nova base de apreciadores do esporte que não seriam atraídos pelas abordagens tradicionais.

Xadrez para as massas

Em dezembro de 2019, a ONU proclamou o dia 20 de julho como o Dia Mundial do Xadrez, data que representa o estabelecimento da Federação Internacional de Xadrez (FIDE) em Paris em 1924.

Segundo a ONU, com a pandemia de Covid-19 afetando os esportes em todo o mundo, o primeiro Dia Mundial de Xadrez oferece uma alternativa para que amantes de competições possam desfrutar das emoções desportivas com segurança dentro de casa, seja online ou com pessoas de convívio familiar. Além disso, a Organização frisa que a prática de xadrez é capaz reduzir níveis de ansiedade e melhorar a saúde mental durante este período de incertezas.


+JOGOS

A disputa pelo mercado de games no Brasil
6 Segmentos que já apostam alto no uso da realidade virtual
Veja as tendências para o mercado de games
Como ser um desenvolvedor de games sem saber programar