O que é product-led growth e como pode beneficiar sua empresa? - WHOW

Vendas

O que é product-led growth e como pode beneficiar sua empresa?

Product-led growth é a estratégia de crescimento das empresas em que as próprias características do produto levam os clientes a pagarem por ele

POR Marcelo Almeida | 14/12/2021 12h26

Caso você não tenha ouvido falar ainda, product-led growth (ou crescimento liderado pelo produto) é um termo criado pela OpenView Venture Partners, empresa focada em investimentos de risco, e significa uma estratégia na qual um determinado negócio lança um produto no mercado confiando que suas próprias características inerentes e o seu uso por potenciais compradores serão os principais responsáveis por impulsionar suas vendas.

Cabe ressaltar, logo de início, que esse modelo de crescimento está mais voltado para soluções em software em geral, isso porque, nesse modelo, a empresa faz uso de duas “armas” principais: as versões freemium e free trial.

No caso da versão freemium, a empresa oferece o uso de determinado aplicativo mas não dá aos usuários todas as suas ferramentas, ou coloca empecilhos para um uso mais livre e completo, como o eventual aparecimento de anúncios. Para se livrar dos anúncios ou para ter acesso a todo o potencial daquela solução, o usuário acaba tendo que optar por um plano pago, em geral chamado de premium.

O próprio Youtube, atualmente, pode ser considerada uma plataforma de streaming nesse modelo, já que lançou uma versão premium que permite que os usuários tenham acesso ao site e suas ferramentas de forma mais completa, sem anúncios e com outras facilidades.

Por outro lado, na versão free trial, o criador do produto permite ao usuário que faça um “test-drive” do produto por um período de tempo determinado, geralmente de 30 dias. Ao final desse período, o usuário precisa pagar para ter acesso ao produto completo ou fazer um plano de assinatura.

Seja qual for o modelo escolhido pela empresa, o essencial na estratégia de product-led growth é que o usuário consiga perceber um diferencial competitivo no produto por meio de seu livre uso, e que a exploração e a utilização do produto seja minimamente intuitiva, ou que pelo menos existam tutoriais ou algo semelhante para ajudá-lo na sua jornada de descobrimento do produto.

Isso porque, se o usuário não conseguir perceber a qualidade e o valor do produto durante o seu uso, caso ele seja complexo demais, por exemplo, dificilmente ele fará a assinatura de um plano pago para usar mais aquele produto.

Dessa forma, cabe ressaltar que o product-led growth é indicado para software que tenham um mercado potencial grande, não sendo algo muito especializado e de nicho, como no caso do Spotify, serviço de música que permite o streaming de música. Por ser uma plataforma de fácil compreensão, intuitiva e com um mercado potencial enorme (todos aqueles que gostam de ouvir música em aparelhos portáteis e de praticidade, basicamente), a sua distribuição em um modelo freemium, com anúncios na versão gratuita e tendo que pagar para se livrar deles, acabou se tornando um enorme sucesso, tornando a companhia uma líder de mercado atualmente.