O que é Marketing de Gentileza - WHOW

Vendas

O que é Marketing de Gentileza

Você já ouviu falar de Marketing de Gentileza? Conheça o novo conceito que foca no modo de se comunicar com os clientes

POR Redação Whow! | 12/05/2021 16h05

Em um ambiente digital cada vez mais competitivo, se diferenciar por meio de boas ações de marketing é uma demanda inegável para as pequenas e médias empresas. Conheça o marketing de gentileza e saiba como aplicá-lo no dia-a-dia.

O que é marketing de gentileza

Para um bom profissional de marketing, não basta apenas conhecimentos a respeito de marca, público alvo, persona, serviços ou produtos, é preciso entender o vasto universo das relações humanas. Nesse sentido, o Marketing de Gentileza vem conquistando mais atenção no mundo dos negócios.

O conceito se resume basicamente, em exercer a “gentileza” em todas as relações, principalmente nas virtuais. Dessa forma, além de vender mais, a empresa irá conquistar a confiança do público. Dessa forma, a mensagem do marketing chegará com mais assertividade.

No entanto, o conceito de “gentileza” não é aplicado apenas como sinônimo de educação ou tratar bem, mas se dá principalmente na atenção autêntica às pessoas. É também utilizada principalmente para construir a imagem sobre uma marca.

Nesse sentido, a criadora do conceito, Laíze Damasceno, separa 5 princípios com objetivo de guiar as ações de um profissional de acordo com o Marketing de Gentileza. Confira:

  • Atenção às necessidades do público;
  • Empatia na resolução de metas;
  • Humanização nos sistemas de venda;
  • Gentileza com o público e
  • Confiança como foco principal da empresa.

Ou seja, as empresas devem focar na experiência e satisfação dos usuários. Uma vez que a tendência do marketing está diretamente relacionada a conquistar clientes e causar um impacto positivo na sociedade.

Como aplicar no dia-a-dia da sua empresa

O marketing gentil pode auxiliar qualquer profissional que deseja fazer do seu atendimento, uma ferramenta de alavancar resultados. Confira o passo a passo:

1. Utilize suas habilidades para se autopromover

Assim, a criadora do conceito ainda afirma que além das empresas, o Marketing de Conteúdo também pode ser utilizado para benefício individual.

Como resultado, ela cita um exemplo que, ao lançar um e-book, recebeu diversos feedbacks dos leitores. Um deles foi de uma designer que fez uma crítica de forma gentil. Após enviar uma amostra do seu trabalho, as duas começaram uma parceria.

Conforme esse exemplo, a designer utilizou seu conhecimento a fim de se autopromover de forma positiva. Ou seja, o marketing de gentileza serviu para que a profissional conquistasse um novo emprego.

Todavia, para conquistar essas novas oportunidades, é preciso ser pró ativo e ter a capacidade de detectar oportunidades. Assim, devemos sempre estar preparados para as mais diversas ocasiões.

Uma das formas, é investir na produção de conteúdo. Como exemplo disso, temos o marketing de conteúdo. Algo que está sendo cada vez mais empregado por empresas e marcas. A aposta é na propagação do tema para que atenda às necessidades identificadas.

Isso tudo com o intuito de atrair pessoas para a marca, conquistar a credibilidade e obviamente vender. Ou seja, uma gestão de marca feita de forma equilibrada.

2. Produza conteúdo direcionado

Logo, o conteúdo que você produzir, deve ser relacionado à sua marca e ao seu público.

Comece com dicas relevantes, demonstrando que deseja simplesmente ajudar as pessoas. Com o tempo você poderá se tornar uma referência no assunto, conquistando a confiança dos clientes.

Além de útil, você estará utilizando o marketing de gentileza para alavancar o seu negócio. E isso tudo de uma forma econômica.

Em contrapartida, a fundadora alerta que é preciso fazer um link entre o conteúdo e a parte profissional. De forma contrária, será apenas uma reflexão que pode gerar dúvidas nas pessoas.

A autora ainda acrescenta que o seu tema pode ser vinculado com experiências do dia a dia. Dessa forma, o seu objeto comunicado estará sempre em evidência nas lembranças rotineiras do público.

Outra dica, é relacionar o tema que deseja comunicar, com algo que você goste ou se interesse muito. Além de produzir um conteúdo criativo, a mensagem será melhor transmitida pelo fato do domínio do conteúdo.

3 Aplique os conceitos do Marketing de Gentileza aos e-mails

Diariamente recebemos muitos e-mails. Nossas caixas de spam lotam a cada oferta que surge no mercado. Por isso, que ao enviar a sua proposta para alguém, não seja inconveniente.

Sempre busque deixar o receptor do e-mail mais confortável a respeito da decisão que irá tomar. Se a escolha não for a esperada, mantenha a educação.

  • utilize português correto;
  • seja claro na sua mensagem, as pessoas recebem muitos e-mails por dia;
  • use o assunto do e-mail para chamar atenção;
  • se possível, chame a pessoa pelo nome.

Dica: Marketing de Gentileza, um livro de Laíze Damasceno

Lançado por Laíze Damasceno, o livro “Marketing de Gentileza” lança pela primeira vez o conceito para a sociedade. Publicado em 2015 pela editora Brasport, a obra apresenta uma nova visão de como fazer marketing.

O livro é um manual, que tem como intuito mudar a forma de relacionamento entre empresas e clientes. Isso tudo através apenas da mudança na forma de tratar o próximo. Tanto para vendas quanto para autopromoção.

A obra demonstra como o Marketing de Gentileza pode inovar e apresentar preceitos. Como por exemplo, de que maneira empreendedor pode conquistar a confiança do público. Dessa forma, alavancar os negócios e elevar as vendas.

Buscar sempre a forma mais gentil de atender, garantirá maior resultado para o seu negócio.

Gostou desse conteúdo? Aproveite para assinar nossa newsletter e sempre ter acesso a dicas importantes para aprimorar esse processo!