O que é análise SWOT e qual sua relevância? - WHOW

Eficiência

O que é análise SWOT e qual sua relevância?

A Análise SWOT é uma ferramenta para encontrar os pontos fracos, fortes, oportunidades e ameaças de uma empresa

POR Redação Whow! | 13/07/2021 17h24

A Análise SWOT é um sistema que busca posicionar uma empresa no seu ramo de atuação. Ou seja, compreender como a organização é reconhecida no mercado. Por ser de simples aplicação, ela é utilizada em diversos setores, desde comércios pequenos, até grandes multinacionais, por exemplo.

Neste texto você vai saber um pouco mais sobre essa metodologia de análise e ainda compreender como utilizá-la no seu negócio.

O que é e qual a importância da Análise Swot?

Basicamente, a Análise SWOT é uma ferramenta para encontrar os pontos fracos, pontos fortes, oportunidades e ameaças de uma empresa. O SWOT se refere às primeiras letras das palavras em inglês:

  • Strenghts (forças);
  • Weaknesses (fraquezas);
  • Opportunities (oportunidades);
  • Threats (ameaças).

Vale ressaltar que ela pode ser aplicada tanto no planejamento estratégico empresarial, como no pessoal, e é o método responsável por planejar e aplicar processos, prevendo e solucionando possíveis falhas.

Quando aplicada em projetos, por exemplo, pode ser uma ótima alternativa para diagnosticar a gestão empresarial da empresa. Afinal, com ela é possível otimizar condições, gerenciar riscos e ainda auxiliar na execução do projeto.

Essa ferramenta pode ser usada de tantas maneiras: você pode fazer a Análise SWOT de um micro empreendimento, ou até de um governo, por exemplo. Além disso, a aplicação pode ser pessoal também. Isso porque, assim como as organizações possuem pontos fortes e fracos, os profissionais também conseguem encontrar os seus através desse tipo de análise.

Digamos que você é um dono de uma loja voltada ao setor agropecuário. A análise SWOT da sua loja pode identificar pontos positivos como localização, preço e atendimento, por exemplo. Além disso, pontos negativos, como grande concorrência e preço alto de alguma ração.

Se você for fazer uma análise pessoal, as forças podem ser proatividade e bom conhecimento do mercado. Já a fraqueza pode ser pouco conhecimento em administração e dificuldade de manter o foco, por exemplo.

Saiba para que serve uma Análise Swot

Muito utilizada por gestores, a Análise SWOT serve para qualquer tipo de planejamento. Mas ainda assim, separamos alguns exemplos, confira:

Tomada de decisão

É muito importante analisar a situação atual antes de tomar qualquer decisão e isso serve principalmente para o mundo dos negócios.

Imagine que você precisa trocar a empresa que fornece rações para a sua loja agropecuária. Uma decisão dessa precisa de muita reflexão e análise antes de ser concretizada. 

Lançamento de novidades

Quando uma empresa tem algo novo para lançar no mercado, a estratégia deve ser feita com muita calma. Afinal, lançamentos costumam trazer visibilidade para a marca e, caso seja feita da maneira errada, pode significar um tiro no pé.

Dessa forma, o gestor pode utilizar da análise SWOT para compreender melhor como está o mercado e quais são as condições da empresa. Por exemplo, caso a novidade seja um sucesso, a empresa terá condições de entregar todas as demandas? E se for um fracasso, conseguirá arcar com os gastos?

Priorizar planos de ação

O mercado exige que os gestores acertem no timing das suas ações. Por isso, é possível utilizar da análise SWOT para direcionar quando e quais serão os próximos passos da empresa.

Dessa forma, quando feito com calma e analisando os prós e contras, existem mais chances do negócio obter sucesso.

Esses são alguns exemplos de aplicação da análise SWOT, mas vale lembrar que ela é mais utilizada no planejamento estratégico de uma organização. Geralmente, é através dela que os gestores irão ter as principais informações na hora de compor algum plano.

Variáveis que compõem uma Análise SWOT

A análise SWOT permite avaliar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças para a sua empresa. Além disso, ela ainda possibilita reconhecer qualquer desafio que possa afetar essas quatro divisões. O esquema fornece, assim, uma visão e meta mais abrangente sobre a organização. Conheça mais a fundo os quatro pontos principais desse tipo de análise:

Forças e fraquezas

As forças do seu negócio são aqueles pontos positivos que estão sob o seu controle. Como por exemplo: recursos, benefícios ou tudo aquilo que a sua empresa tem de bom para oferecer.

Já as fraquezas também são aspectos que você detém controle, mas que diminuem a capacidade competitiva da sua empresa. Como por exemplo: pouco espaço, recursos escassos ou até a falta de inovação.

Ou seja, as fraquezas são os pontos internos negativos que podem interferir na satisfação dos seus clientes.

Com essas informações, você terá maior compreensão de quais rumos deve tomar para diminuir as fraquezas e aumentar a força do seu negócio.

Oportunidades e ameaças

As oportunidades são pontos positivos que podem incentivar o seu negócio a prosperar no mercado, porém são fatores externos.

Nesse sentido, analisar esses pontos podem indicar as oportunidades que a sua área possui e como pode se aproveitar disso. Por exemplo: a alta procura do seu produto no mercado ou aumento de renda do seu público alvo.

Ao analisar as oportunidades do seu negócio e utilizá-las para que sejam proveitosas, você poderá se destacar entre os concorrentes e receber melhores resultados do seu público. Já as ameaças são os que estão fora do seu controle mas que ainda podem dar prejuízo para a empresa. É muito comum que a principal ameaça seja a concorrência.

Por mais que as empresas não tenham controle absoluto sobre as ameaças, ao realizar uma análise SWOT elas podem se tornar mais preparadas para possíveis dificuldades que possam aparecer.

Análise Swot de uma empresa

Agora que os conceitos já estão explicados, vamos explicar como aplicar a análise SWOT na sua empresa. Primeiramente você deve identificar quais são os pontos fortes e fracos que a sua empresa tem em relação aos concorrentes, sempre tentando analisar quais são as características do seu negócio que geram isso.

Depois disso, você deve analisar as ameaças e oportunidades do mercado. Assim, compreendendo melhor esses fatores você poderá traçar planos mais assertivos para sua empresa. Em suma, são muitos os benefícios que a análise SWOT pode trazer para o seu negócio. Afinal, através dela, você pode entender melhor o que destaca e o que prejudica a sua empresa e utilizar isso ao seu benefício.

Assine a nossa newsletter gratuitamente e fique por dentro de mais conceitos e novidades voltadas ao mundo dos negócios.