WHOW

O movimento do empreendedorismo entre pessoas 50+

empreendedores 50

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A população idosa vem crescendo ano a ano no Brasil. Dados do IBGE mostram que a população brasileira é formada por mais de 15% de pessoas que estão acima dos 60 anos. A expectativa é que, em 2060, a parcela de idosos chegue entre 25% a 30% de nossa população.

“Vivemos, de fato, o século da velhice da humanidade. A geração 60+ vai mais que dobrar daqui a 20 anos. Isso significa que a sociedade realmente terá que olhar para essa população, não só como um grupo homogêneo de pessoas de 60+, mas entendendo muito bem cada essas segmentações como uma demanda”, explica Layla Vallias, co-fundadora da agência de marketing e consultoria Hype60+ a Consumidor Moderno.

O aumento da expectativa de vida nas últimas décadas está associada à melhora do acesso a educação, saúde, tecnologia, entre outros aspectos. Mais do que nunca, a terceira idade vem se consolidando como um público que ainda trabalha, empreende e se desenvolve, assim como demanda pelo consumo de produtos e serviços específicos com ótima experiência e atendimento.

“Nos últimos 20 anos sofremos com a ditadura dos millenials. Todas as empresas queriam desenvolver coisas para jovens. As expressões ‘velho’ e ‘idoso’ ficaram associadas a coisas antigas e defasadas. Isso terá de ser revisto.  Se o mercado conseguiu se adequar à Classe C, também o fará com o público 50+. Ninguém rasga dinheiro. Haverá pressão por metas, vendas e resultados. Com isso, as mudanças virão”, diz Renato Meireles, presidente do Instituto Locomotiva, a Istoé Dinheiro.

Segundo os estudos do IBGE, realizados entre 2018 e 2019, o mercado consumidor crescerá “a um ritmo chinês” entre as pessoas 50+ nas próximas décadas, movimentando mais de R$ 1,8 trilhão por ano, correspondendo a mais de 42% do consumo total do PIB . Este é o poder e tamanho do mercado para quem esta pensando em empreender neste segmento do “silver economy” ou “grey power”, que seria, em tradução livre, a economia prateada ou a força dos grisalhos, respectivamente. “Vender o envelhecimento será o maior negócio do mundo. O futuro está nas pessoas com passado”, sentencia Juan Carlos Alcaide, especialista em silver economy e marketing que estuda o envelhecimento e seu efeito empresarial desde 2004, em entrevista ao El País.

A relação de crescimento aos empreendedores da terceira idade também esta ligada a um aumento de renda. Muitas vezes, estas pessoas com 50, 60 ou 70 anos, já aposentadas, empreendem para colaborar na renda da casa, além de auxiliar na manutenção do custo de vida delas próprias. Devido ao contexto da pandemia do novo coronavírus, muitos empreendedores foram forçados a começar um negócio pela necessidade. Segundo levantamento realizado pelo Sebrae,  7,3% dos novos empreendedores do país têm 65 anos ou mais.

“O empreendedorismo para os 50+ ou 60+ hoje acaba sendo uma saída para se manter ativo na geração de renda e de ocupação. Foi acelerada a tendência, em função pela pandemia, das pessoas cada vez mais trabalharem por conta própria. Para quem ainda sofre o preconceito etário no mercado de trabalho, essa é uma saída”, comenta Mórris Litvak, empreendedor, especialista em longevidade e trabalho 50+, CEO e fundador da Maturi, empresa focada em ajudar as pessoas maduras a terem mais oportunidades no mercado de trabalho, em entrevista exclusiva para a Whow!.

Além destes aspectos, também é cada vez mais presente a questão da tecnologia e da digitalização na vida cotidiana dos idosos, seja para se relacionar, consumir ou empreender. “Isso já era uma tendência antes da pandemia, mas se intensificou. Até porque a pandemia escancarou o preconceito etário na nossa sociedade e no mercado de trabalho. Por outro lado, essas pessoas se jogaram no mundo digital, então elas estão mais aptas para empreender, aproveitando as oportunidades que o mundo digital traz.”, relata Mórris Litvak. E para mais perspectivas sobre este mercado dos 50+, o fundador da Maturi está no episódio #16 do Whow! Vida Loka Podcast:[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=V82oQJZQ5zE&t=4s”][/vc_column][/vc_row]

Sair da versão mobile