Na noite da inovação, Whow! e 100 Open premiam as startups de destaque em 2019 - WHOW

Eficiência

Na noite da inovação, Whow! e 100 Open premiam as startups de destaque em 2019

A 100 Open Startups divulgou as startups brasileiras mais promissoras de 2019 durante a noite do primeiro dia do Whow! Festival de Inovação. Saiba mais

POR Redação Whow! | 23/07/2019 23h00

O Whow! Festival de Inovação 2019 premiou as 100 startups que mais oferecem oportunidades aos investidores. Em conjunto com a 100 Open Startups, o festival premiou novas empresas de tecnologia dos variados setores que estão entrando no mercado para derrubar modelos de negócios obsoletos, facilitar o desenvolvimento de novas soluções, seja autonomamente ou em parceria com empresas tradicionais, e melhorar a experiência do consumidor.

Rafael Levy, CTO da 100 Open Startups, falou durante a premiação sobre a necessidade se dar destaque às iniciativas mais promissoras no ecossistema de inovação brasileiro. “Os números desse ano são impressionantes, três vezes maiores que os registrados no ano passado. A gente teve 2,5 mil grandes empresas e 8,6 startups inscritas na plataforma da 100 Open Startups que participaram da seleção”, relata Levy.

As startups mais promissoras

O ranking 100 Open Startups é baseado em relacionamento firmado entre startups e grandes empresas. “A gente divide esse relacionamento em quatro verticais, posicionamento, parceria, desenvolvimento de fornecedores e investimento em equity. O prêmio é baseado na declaração das fintechs sobre esses relacionamentos e validado do outro lado pelas grandes empresas”, completa o executivo.

A Allya levou o grande prêmio da noite como startup de programas de fidelidade que conecta o comércio com trabalhadores de empresas que têm a Allya como fornecedora. A Fhinch também esteve em destaque por seu trabalho de aumento de produtividade nas empresas baseado em inteligência artificial. A Opinion Box completa o Top 3 com seus serviços de pesquisa de mercado e customer experience.

Confira o ranking na íntegra aqui.