Motivos para investir em planejamento financeiro. Saiba mais aqui!
Eficiência

Motivos para investir em planejamento financeiro

Neste conteúdo, entenda o conceito, a importância e cinco motivos para investir na técnica

POR Redação Whow! | 02/07/2021 17h55 Motivos para investir em planejamento financeiro

À medida que a empresa cresce, receitas e custos também vão aumentando. Contudo, como saber, realmente, se a empresa está tendo lucro ou prejuízo? Como está a saúde financeira da empresa? Como se preparar para possíveis crises?

A pandemia, que pegou o mundo inteiro de surpresa, mostrou, principalmente para as empresas, em termos de finanças, o quanto é importante ter aquele plano B. Afinal, é claro que não temos como prever tudo que irá acontecer, porém, é possível se planejar, financeiramente, para possíveis imprevistos.  Neste conteúdo, entenda o que é planejamento financeiro, para que serve e cinco motivos para investir nessa estratégia na sua empresa. 

O que é planejamento financeiro e para que serve?

Você saberia dizer, agora, o quanto a sua empresa gasta e o quanto ela fatura? Ou melhor: será mesmo que, apesar de o dinheiro estar entrando, o seu negócio será lucrativo ao fim do trimestre?

Empresas que não possuem um planejamento financeiro teriam dificuldades em responder a essas perguntas. Afinal, o planejamento financeiro pode ser definido como uma estratégia de controle e acompanhamento de todos os custos e receitas de uma empresa, ou seja, todas suas entradas e saídas. Em resumo, tem o objetivo de otimizar os recursos financeiros disponíveis do negócio. 

Por meio do desenvolvimento dessa estratégia, o empreendedor consegue traçar metas claras para a empresa, além da tomada de decisão baseada em evidências reais.  Em resumo, o planejamento financeiro é suporte que toda empresa precisa para não ser pega de surpresa.

Importância do planejamento financeiro  para pequenas e médias empresas

Os desafios da abertura de uma pequena ou média empresa são vários, começando pela construção do modelo de negócios. A partir daí, o planejamento financeiro já deve começar a entrar em ação, antes mesmo do início das atividades da empresa. 

Afinal, é a partir dele que é possível analisar a viabilidade do seu negócio, bem como a definição de metas, como já mencionamos, a curto, médio e longo prazo. Logo, o planejamento financeiro é importantíssimo para o sucesso do negócio.

Acontece que, na maioria das pequenas e médias empresas, é o próprio empresário o responsável por gerir todos os processos importantes do negócio e, dentre eles, o financeiro. Porém, nem sempre o empreendedor tem expertise em todas essas áreas ou tempo para acompanhá-las.  Essa é a realidade da maioria dos donos de pequenos e médios negócios. Mas, apesar disso, o planejamento financeiro não deve ser deixado de lado. Nesse contexto, buscar ajuda especializada pode ser uma boa opção. 

Motivos para investir em planejamento financeiro

Agora que você já viu o quanto é importante investir no planejamento financeiro, veja mais motivos para implantar essa estratégia na sua empresa.

Planejamento financeiro: Preço de venda

Digamos que você tem uma pequena empresa que produz bolos e, para produzir um, você gasta em torno de 10 reais. Como você definiria o preço deste produto? Poderia vendê-lo por R$15,00? R$20,00?  E o tempo gasto na produção, como você calcularia o valor disso?

O planejamento financeiro é crucial na hora de definição do preço de venda. Através dele, é possível realizar o mapeamento de tudo que é gasto para produzir determinado produto ou executar um serviço e oferecer possíveis ofertas com descontos. 

Além disso, também permite que você insira margens para desenvolver uma possível reserva financeira para a empresa, incrementar produtos ou serviços ou até mesmo diluir gastos extras. 

Planejamento financeiro: Custos reduzidos

Se você não sabe quanto gasta, como vai reduzir os custos?

Na correria do dia a dia de uma pequena ou média empresa, pode passar batido esse controle, considerado tão básico. Mas, com o planejamento financeiro, consegue-se definir o quanto e onde se gasta, bem como em quais pontas é possível cortar gastos.

Afinal, pode ser que você não esteja percebendo, mas um dos grandes gastos da sua empresa pode ser aquele simples cafezinho, por exemplo. 

Planejamento financeiro: Informações confiáveis

Você confia nos dados financeiros da sua empresa? 

Somente por meio do planejamento financeiro, é que se consegue definir os principais gargalos de informações financeiras. Dessa forma, gastos que não estão sendo tão bem especificados, por exemplo, podem ser mapeados. 

Planejamento financeiro: Decisões assertivas

Demitir ou contratar? Comprar um novo equipamento ou recuperar o antigo? Abrir ou não uma nova filial?

Com um controle financeiro eficiente e com a coleta de informações validadas e reais, o empreendedor consegue definir com mais clareza e assertividade aonde investir ou não no negócio, utilizando, assim, seus recursos de modo mais eficiente.  Com ele, consegue-se verificar com clareza se, por exemplo, a sua empresa precisa demitir um funcionário que não está produzindo e os clientes estão indo embora, ou contratar mais um, para auxiliar este primeiro, aumentando a produtividade e, em última análise, o lucro. 

Planejamento financeiro: Melhora na gestão

É angustiante para qualquer empreendedor dormir sem saber como as contas do dia seguinte serão pagas. E a empresa que sobrevive dessa forma atua no completo escuro. 

O planejamento financeiro auxilia a gestão na tomada de decisões importantes e no acompanhamento diário dos custos da empresa. Hoje, existem algumas ferramentas que são um verdadeiro braço direito do empresário nesse processo, como a Conta Azul e a GestãoClick. 

Não espere a sua empresa “adoecer” financeiramente

Muitas pequenas e médias empresas que são abertas, seja por necessidade ou por oportunidade, acabam “pulando” essa fase importantíssima que é o desenvolvimento de um planejamento financeiro.

Porém, nunca é tarde: se a sua empresa ainda não tem um planejamento financeiro, comece o quanto antes. Não espere ter “tempo” ou o mais grave acontecer para cuidar da saúde financeira do seu negócio.

A pandemia mostrou o quanto é importante estarmos preparados para situações adversas. É claro que o planejamento financeiro não representa a salvação única e completa de todos os problemas da empresa. Todavia, pode dar ao empreendedor um pouco mais de tranquilidade na hora de tomar decisões importantes frente aos imprevistos. 

Gostou desse conteúdo e quer receber mais artigos interessantes como este? Assine agora a nossa newsletter gratuitamente, para receber diariamente produções interessantes sobre mercado, empreendedorismo, tecnologia e gestão!