Monetus: o Gympass da saúde financeira - WHOW
Eficiência

Monetus: o Gympass da saúde financeira

O serviço é um braço da startup de Belo Horizonte, que usa algoritmos para fazer a alocação de investimentos e planeja uma base de 5 mil clientes até 2021

POR Patrícia Büll | 09/07/2020 18h48

Depois dos planos de saúde, das assinaturas de academia de ginástica e benefícios como vale-alimentação e refeição, o departamento de Gestão de Pessoas poderá ajudar os colaboradores a cuidarem da saúde financeira. O Monetus para Empresas é uma plataforma de assinaturas corporativas para planejamento financeiro no qual a empresa subsidia parte do pagamento de um consultor financeiro para o funcionário.

“Costumo comparar nosso serviço ao de um plano de saúde: você utiliza para se cuidar e prevenir a saúde. Aqui também. Nós ajudamos o usuário a organizar a vida financeira e investimentos para os mais diversos objetivos: fazer uma viagem do sonho, ter uma aposentadoria tranquila e até sair de um superendividamento”, explica o cofundador e diretor de Produtos da Monetus, Vinícius Costa Soares, ao Whow!.

O serviço é um braço da startup de Belo Horizonte, que usa algoritmos para fazer a alocação de investimentos. Já são 15 mil clientes e R$ 150 milhões sob gestão. O novo serviço, por outro lado, é totalmente tradicional.

O consultor atua como uma espécie de personal trainner: ouve o cliente, define suas necessidades e cria uma estratégia para que elas sejam alcançadas.

Consultoria da saúde financeira sob medida 

Segundo Vinicius, a ideia surgiu no ano passado, por demanda dos próprios clientes. Um deles, dono de uma companhia local, achou que seria uma boa ideia oferecer consultoria para os seus colaboradores. “Nós nos inspiramos no modelo do Gympass, mas no lugar de academias, oferecemos saúde financeira”, diz.

A empresa se responsabiliza por parte do pagamento da assinatura mensal e o colaborador, com outra. Esse percentual é definido pela empresa. O valor da assinatura depende do porte da companhia.

O novo serviço já conta com 17 empresas assinantes, com potencial de alcançar duas mil pessoas. Mas o plano da empresa é ter uma base de cinco mil clientes até o final de 2021.


+STARTUP

Startup recebe aporte de R$ 7 milhões antes de lançar produto ao mercado
Por que algumas startups fracassam?
Startups se mostram otimistas com o futuro, segundo pesquisa
Conheça os dados e obstáculos do empreendedorismo e da inovação no Brasil, segundo o IBGE