Modelos de negócios que estimulam a economia sustentável
Eficiência

Modelos de negócios que estimulam a economia sustentável

As catástrofes ambientais evidenciam a nossa negligência com o meio ambiente, descubra como desenvolver sua empresa, sem causar impacto ambiental

POR Redação Whow! | 25/05/2021 15h34 Modelos de negócios que estimulam a economia sustentável

A pauta ambiental está cada vez mais presente no dia a dia da sociedade. A grande maioria das pessoas já abriu os olhos para a importância de cuidar do meio ambiente. Dessa forma, as empresas que desejam se manter ativas e referência de marca, devem apostar numa economia sustentável.

Ficou curioso para compreender este conceito e como inseri-lo no seu negócio? Confira esse conteúdo que preparamos para você. Boa leitura!

O que é economia sustentável?

Basicamente, economia sustentável é a prática econômica, com o objetivo da utilização inteligente dos recursos naturais, para suprir as necessidades humanas. Ou seja, é alinhar o desenvolvimento humano, com o mínimo de dano possível para a natureza. Essas preocupações vão desde a atenção com os impactos do espaço físico do negócio, como com toda a cadeia de produção. Assim, a empresa precisa ter responsabilidade sobre suas atividades. Como por exemplo, a emissão de CO2 e descarte de suas embalagens.

Qual a importância da sustentabilidade econômica? 

O conceito junta pilares sociais e ambientais, para promover evoluções econômicas, que preservem o meio ambiente. A sua importância se dá, principalmente, numa realidade em que a humanidade sofre com diversas catástrofes ambientais, motivadas pelo aquecimento global.

Nesse contexto é essencial adotar uma nova perspectiva de economia. Entendendo que sem a preservação do ecossistema, não só o progresso da economia estará comprometido, como também o futuro da humanidade.

A iniciativa para a adoção dessas práticas vem ocorrendo, a partir de discussões em ONGs, órgãos governamentais e da pressão que os consumidores passaram a exercer no ecossistema de uma empresa.

Vale ressaltar, que há um limite da emissão de poluentes no país, impostos por regras internacionais. Ou seja, para cumprir essa determinação o estado impõe restrições a empresas e indústrias. Por exemplo, caso haja excedente desse limite, o país deve arcar com multas altíssimas. Então, para que isso não ocorra, cada negócio deve seguir os protocolos ambientais da sua região

Sustentabilidade econômica nos empreendimentos

O mundo viveu durante décadas, guiado por apenas decisões lucrativas. No entanto, é possível compreender que a falta de preocupação com o ambiente da comunidade, não é um modo saudável de atingir o desenvolvimento econômico.

Não levar essas considerações em pauta, causou, por exemplo, as tragédias de Mariana em 2015, e Brumadinho em 2019. Ambas aconteceram no estado de Minas Gerais, e foram ocasionadas pela negligência de questões ambientais.

As tragédias causaram dezenas de mortos, destruíram comunidades inteiras e ainda contaminaram o solo e rios da região. Algo que atingiu não só a vida daquelas pessoas que viviam no local, mas também o abastecimento de água em diversas cidades.

Esses são apenas dois, entre milhões de exemplos de catástrofes ambientais causadas pelo desprezo ao meio ambiente. Infelizmente, esses casos são mais comuns do que gostaríamos.

Além dos estragos causados à população, as empresas também têm a reputação afetada. Dessa forma, fica evidente a necessidade de assumir posições a favor do meio ambiente e da sociedade.

Como aplicar na sua empresa:

Por isso, separamos alguns exemplos de medidas que as empresas podem e devem tomar para evitar impacto ambiental:

  • evitar desperdícios;
  • eliminação correta de resíduos e tratamento de efluentes;
  • adesão de práticas voltadas à economia circular. Ou seja, passar a reutilizar, consertar, adaptar e reciclar materiais usados;
  • priorizar o uso de itens de materiais renováveis, como copos de papel ao invés dos de plástico;
  • priorizar produtores locais e fornecedores que também tenham consciência ambiental no processo da sua empresa;
  • incentivar os funcionários a utilizarem transportes alternativos;
  • elaborar planos de emergência para preservar o ecossistema, caso ocorra uma tragédia ambiental 
  • incentivar à digitalização dos processos, para que assim, diminua a quantidade de resíduos gerados;
  • dar preferência à fontes de energia renováveis.

Modelos de negócio que estimulam a economia sustentável

Atualmente, várias empresas já nascem com o propósito de preservação ambiental. Essa demanda cresce pois os consumidores procuram cada vez mais pelo consumo de serviços e produtos de instituições que possuam responsabilidade ambiental. Uma pesquisa da consultoria McKinsey, indica que 7 a cada 10 consumidores estão dispostos a pagar mais em produtos ambientalmente responsáveis.

A fim de demonstrar como a economia sustentável tem ganhado espaço no mercado, separamos alguns exemplos de negócios que estão tendo sucesso:

Alimentação

Uma alimentação mais sustentável, exige, necessariamente, a redução do consumo de carne. Visto que a produção do setor é responsável por grande parte da poluição e desmatamento do mundo. Dessa forma, uma empresa que vem se destacando é a Fazenda do Futuro. Lançada em 2019, por Marcos Leta, a empresa produz alimentos com gosto e texturas similares à carne, mas feitos de vegetais.

Moda

Conforme citado anteriormente, o desenvolvimento sustentável também passa por melhorias para a comunidade como um todo. Pensando nisso, a Havaianas destinou 7% do faturamento da sua coleção Pride, para a ONG All Out. Uma organização que luta pelos direitos das pessoas LGBTQIA+.

A verba destinada à organização já auxiliou diversas ações com apoio emergencial. Um exemplo foi a ajuda à cidade de Beirute, após a explosão que destruiu parte da capital. Vale lembrar, que o Líbano ainda é um dos 70 países que criminalizam a homossexualidade.

Limpeza

Tendo como meta a redução de embalagens geradas pelos produtos de limpeza, a marca brasileira Yvy passou a apostar em produtos concentrados em cápsulas de 40 mililitros, junto com um borrifador reutilizável. Assim, as cápsulas retornam para a empresa, e não há geração de resíduos plásticos para cada produto de limpeza.

Portanto, aqui, neste conteúdo conseguimos compreender a relevância da economia sustentável para a nossa sociedade. Precisamos dar um basta na busca pelo lucro acima de todas as coisas, senão, não teremos mais lucro, investimento e nem mesmo planeta.

Gostou desse conteúdo e quer ficar ligado nas novidades do mercado? Assine a nossa newsletter gratuitamente  e receba artigos gratuitos todos os dias.