Inteligência artificial em busca de pessoas desaparecidas no Brasil - WHOW
Tecnologia

Inteligência artificial em busca de pessoas desaparecidas no Brasil

Aplicativo desenvolvido pela Microsoft com a ONG Mães da Sé utiliza Inteligência Artificial para ajudar na busca por pessoas desaparecidas

POR Carolina Cozer | 16/11/2020 12h03

O projeto Mães da Sé, uma ONG que trabalha na busca e divulgação de pessoas desaparecidas no Brasil, estabeleceu uma parceria com a Microsoft e a Mult-Connect, braço de inovação e inteligência artificial da Microsoft, para o desenvolvimento de um aplicativo com reconhecimento facial para ajudar na busca das 200 mil pessoas desaparecidas no Brasil a cada ano.

O app chama Family Faces e está disponível para download nas lojas Google Play e App Store. O usuário pode utilizar o aplicativo quando suspeitar que estiver diante de uma pessoa desaparecida. Basta usar o serviço de scanner de imagem que, através do sistema de reconhecimento facial, ele dirá se se trata ou não de uma pessoa desaparecida.

O Family Faces carrega mais de 10 mil fotos em seu banco de dados, e a inteligência artificial desenvolvida pela Microsoft e pela Multi-Connect também é capaz de reconhecer pessoas caso elas tenham mudado de aparência ao longo do tempo.

O oposto também pode ser feito no aplicativo: inserir manualmente características físicas ou fazer upload de uma foto de um suposto desaparecido, para que os algoritmos cruze os dados com os dos desaparecidos do banco.

Inteligência Artificial pelo bem maior

Por trás do aplicativo, além da big tech Microsoft e sua startup Mult-Connect, está Ivanise Esperidião, fundadora da ONG Mães da Sé, que em mais de 25 anos de existência, já auxiliou no retorno de 5 mil pessoas desaparecidas.

“O aplicativo vai nos ajudar a ampliar nossa luta e ser mais um elemento para nos apoiar no processo de busca por pessoas desaparecidas”

Ivanise Esperidião em nota oficial à imprensa.

O aplicativo Family Faces é fruto do programa Microsoft AI for Humanitarian Action, projeto filantrópico da Microsoft que utiliza os benefícios da IA em prol de ações humanitárias em todo o mundo.

“Poder apoiar um trabalho tão importante quanto o da Mães da Sé é gratificante e motivo de orgulho para nós. Acreditamos que a tecnologia pode e deve ser usada para nos ajudar nos desafios enfrentados pela sociedade e esse é um exemplo de como podemos explorar esse potencial”, ressalta Tânia Cosentino, presidente da Microsoft no Brasil, em nota oficial.


+NOTÍCIAS

As ameaças e formas de proteção de dados para a reputação digital
8 tendências para a comunicação digital
Inovação, gestão e tecnologia no mercado de pagamentos
O poder das metodologias ágeis para gerar inovação de valor