Inovações tecnológicas na Odontologia - WHOW

Tecnologia

Inovações tecnológicas na Odontologia

As inovações tecnológicas na odontologia estão revolucionando o setor. Confira aqui as principais e veja contribuições de algumas startups do setor

POR Redação Whow! | 14/05/2021 16h45

As inovações tecnológicas na odontologia impactam na vida de muitos profissionais e pacientes. Impressões 3D, anestesia eletrônica, cirurgia guiada e odontologia estética são algumas delas. Se há alguns anos era impossível imaginar ligar acionar comandos de voz, que dirá tomar uma anestesia eletrônica, ou uma cirurgia realizada à distância. Veja aqui um pouco do impacto da tecnologia no ramo odontológico, alguns exemplos de empresas que inovaram na área.

 Inovações tecnológicas na Odontologia 

Com certeza você já passou pela situação de conhecer alguém e, em poucos dias, ter a sensação de que já a conhece há muito tempo. Esse provavelmente deve ser seu sentimento com a tecnologia. Não dá nem para imaginar a rotina sem ela e seus frutos.

Há 20 anos, era vendido o primeiro pen-drive, que hoje quase ninguém utiliza. Em 2002, surgiu o primeiro smartphone. De lá para cá, muita coisa mudou, concorda? É claro que essa inovação toda não ficou restrita apenas aos meios de comunicação e compartilhamento de informações. A odontologia foi diretamente impactada pelas novidades digitais.

Para exemplificar, milhões de pessoas não usam mais o aparelho dental feito a partir do metal. Outra situação é a possibilidade de visualizar como os dentes ficarão após o tratamento. Assim como, o  tão temido “motorzinho”, terror dos pacientes que precisavam remover as cáries, já pode ser substituído pela anestesia que as amolece, facilitando a remoção.

Achou incrível essas inovações? O fato é que inovar, hoje, além de melhorar um produto ou serviço, em suma confere mais credibilidade ao profissional e segurança para quem está do outro lado.

Nesse contexto, muitos negócios estão surgindo e seguem aprimorando a saúde bucal, aumentando a qualidade de vida de muita gente.

Startups: Como inovar na odontologia?

As startups estão ganhando espaço em todos os mercados. Segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), existem cerca de 300 novos negócios focados na saúde e associados à tecnologia no Brasil.

As relacionadas ao setor odontológico, são denominadas de odontotechs. Conforme a mesma associação, no Brasil há aproximadamente 11 iniciativas nesta área. Elas são responsáveis por fomentar a inovação em várias pontas do processo odontológico, da gestão à realização de procedimentos.

Logo, muitas delas já ganharam abrangência nacional, como a Dentalis, que conta com 17 mil clínicas utilizando o seu software de gestão. A empresa segue crescendo, tendo feito, inclusive, parceria com uma seguradora israelense e com fintechs.

Quando falamos em agendamentos de consulta, a odontotech iClinic se destaca, com o seu aplicativo que permite o agendamento on-line de consultas pelo paciente. Além disso,  entrega conteúdos importantes sobre a saúde bucal aos pacientes e permite o pagamento pela plataforma.

 Como resultado, a mesma empresa criou a solução Dentalis Mobile, que permite aos dentistas registrarem os prontuários eletrônicos nos seus celulares, sincronizando-os com o sistema utilizado nos consultórios.

A UDlab é outra startup de odontologia que está fazendo sucesso, uma vez que conecta dentistas e laboratórios de próteses em poucos cliques, realizando uma triagem baseada em localização, preço e prazo.

5 inovações tecnológicas que já estão nos consultórios de odontologia

Acima de tudo, os processos odontológicos modernizaram e se adaptaram às novas tecnologias. Podemos citar o processo de agendamento, a precisão dos diagnósticos e também a realização dos procedimentos.  Agora, veja  algumas das inovações que mais chamam a atenção quando o assunto é saúde bucal.

1. Teste genético da saúde bucal

Então, que tal um teste genético para mapear e identificar as bactérias causadoras das cáries e outras doenças? No ramo odontológico, já é possível encontrar os exames do tipo Point Of Care, comuns em outras áreas da saúde.  Tratam-se de análises rápidas, a partir de pequenos volumes de amostras e que, na odontologia, identificam tanto as cáries quanto às doenças periodontais. 

2. Escova conectada

Nesse sentido, você já deve ter ouvido falar das escovas de dentes elétricas. Mas, o novo produto do momento é uma escova sincronizada com um aplicativo, que permite o monitoramento da qualidade da escovação diária. Além disso, de ser possível também o compartilhamento dessas informações com os dentistas.

Essa inovação vem com orientações personalizadas, sendo capaz de emitir alertas caso a pessoa esteja pressionando demais a gengiva. Outra função importante é o timer, que ajuda a concluir os dois minutos tão pedidos pelos dentistas na hora da escovação.

3. Anestesia Eletrônica

Às vezes, além dos dentes, a própria anestesia também pode provocar dor. Mas, esse sofrimento todo pode estar com os dias contados, se depender da anestesia eletrônica. Nesse sentido o nome dessa salvação é The Wand, capaz de minimizar todos tão doloridos efeitos da anestesia tradicional. Outro exemplo é o CVDentus, capaz de remover cáries dentre outros materiais dentários de uma maneira muito menos invasiva que os convencionais “canais”.

4. Impressão 3D

Igualmente, impressão 3D e odontologia combinam bastante! Esse recurso possui o apoio de várias entidades da área, diferente da teleconsulta, ainda considerada polêmica no campo da odontologia. Ou seja, impressoras 3D para odontologia podem ser utilizadas para criar modelos odontológicos, cirúrgicos e até para o planejamento pós-operatório, dentre outras funções. Entretanto, este recurso certamente irá demorar para chegar aos consultórios de pequeno porte, devido aos altos custos.

5. Cirurgia guiada

Primeiramente, colocar os implantes dentários sem precisar de cortes ou pontos? A cirurgia guiada é uma inovação que permite o paciente sair da clínica com um ou vários dentes, logo após um procedimento bem menos invasivo e desconfortável que o tradicional. 

Este procedimento novo  é totalmente planejado por um software. Assim, o sistema realiza a leitura completa e precisa do local, em três dimensões, oferecendo melhores resultados  Sem cortes, é visto como ótimo custo-benefício para o paciente, uma vez que reduz a necessidade de medicação do pós-operatório, facilitando a recuperação.

Portanto, aqui no Whow confira sempre conteúdos dos temas mais quentes sobre inovação e tecnologia. E, se você ainda não assinou a nossa newsletter gratuita, faça isso agora para recebê-los em primeira mão!