Inovação, gestão e tecnologia no mercado de pagamentos - WHOW
Tecnologia

Inovação, gestão e tecnologia no mercado de pagamentos

Confira as dicas de liderança, inovação e empreendedorismo de Augusto Lins, presidente da Stone Pagamentos

POR Carolina Cozer | 12/11/2020 18h00

Tecnologia, inovação e gestão são três fatores fundamentais para os negócios ― e os três mudaram completamente de cara após as contingências da pandemia. No mercado de pagamentos, especificamente, há a missão clara de e construir um novo mercado no Brasil ― antes dominado exclusivamente pelas grandes instituições.

Augusto Lins, presidente da Stone Pagamentos ― uma das startups-unicórnio do Brasil ―, disse no Whow! Festival de Inovação 2020, em seu painel “Gestão, inovação e tecnologia para potencializar negócios”, que o Brasil sempre viveu em uma verticalização extrema dos “bancões”. “O país sempre teve muita concentração de força junto dos bancos. Isso trazia baixa eficiência, custos elevados e baixa qualidade de atendimento para o pequeno e médio empreendedor”, conta. “Na Stone acreditamos que quem irá trazer a inovação e a mudança ao Brasil é o empreendedor, aquelas pessoas que estão dispostas a fazer com que o país atinja seus melhores potenciais”, diz.

Unicórnio dos Pagamentos

A Stone Pagamentos, com seus seis anos de vida, já atende mais de 580 mil pequenos e médios comércios, e opera com mais de 250 fintechs. Há dois anos abriram o capital na Nasdaq, e com essa abertura, a empresa chegou a um valuation de R$ 100 bilhões, representando 10% do mercado de meios de pagamento no Brasil.

Segundo Lins, a Stone Pagamentos foi criada com o propósito de ajudar os empreendedores de PMEs a vender mais e gerir melhor seus negócios.

Dentro da Stone, Lins conta que há uma série de fatores que são levados em consideração para o desenvolvimento de uma cultura de liderança e empreendedorismo:

Liderança

Líderes precisam ser capazes de gerir a si mesmos, mesmo tendo fragilidades e adversidades.

Energia

Líderes e empreendedores precisam ter muita energia para energizar pessoas e trazê-las a bordo dos seus sonhos.

Objetivos

Os sonhos precisam ser sempre grandes, porque os objetivos são de longo prazo. Além disso, a dificuldade une as pessoas.

Times de alta performance

Acreditamos que, para inovar, são necessários três quesitos: energia, inteligência e integridade.

Nova realidade do consumidor

Como será a nova realidade do consumidor no mundo pós-pandemia? Lins responde que é muito importante que todos os empreendedores estejam atentos a isso, pois as tendências de consumo estão mudando rapidamente. “Passo cerca de 30% do meu tempo todos os dias conversando com clientes, para tentar entender as suas realidades”, conta. “É preciso investir em tempo para conversar com o cliente, pois eles acabaram de experimentar um consumo digital nunca antes visto”, recomenda. 

Uma vez que muitos clientes passaram a vivenciar o consumo digital pela primeira vez neste ano, o presidente da fintech sugere que muitos modelos de negócio sejam revistos para atender as novas e futuras necessidades dos usuários.

Inclusive, com a chegada dos três novos produtos oferecidos pelo Banco Central ― o Pix, o Open Banking e a Registradora ―, os empreendedores precisam estar atentos a essas novas facilidades e inseri-las em seus negócios. “O Pix vai diminuir a quantidade de dinheiro em circulação, e vai oferecer a inclusão social e financeira de muita gente que não usava meio de pagamento eletrônico, porque tinha restrições no Serasa, por exemplo”, observa Lins. “Mas vamos precisar fazer um importante trabalho de educação financeira, ensinar os estabelecimentos comerciais a usarem o Pix, e fazer com que as pessoas entendam que essa é uma solução boa e segura”, diz.

“Estamos vivendo um momento de mudanças e inovações importantes. Na Stone acreditamos que inovação depende de pessoas, de talentos e de um ambiente harmônico. Foque no cliente, pois é ele que irá mostrar o caminho no pós-pandemia”

Augusto Lins, presidente da Stone Pagamentos


+WHOW! FESTIVAL DE INOVAÇÃO 2020

O futuro das energias renováveis no Brasil
O segredo do crescimento das fintechs: compreender o cliente
Uma pergunta de peso: a Internet é uma boa nutricionista?
Como estar sempre um passo à frente do cliente?