Infoprodutos: O que é e como vender o seu conhecimento? - WHOW

Eficiência

Infoprodutos: O que é e como vender o seu conhecimento?

Um infoproduto nada mais é do que um produto relacionado com alguma informação relevante para o cliente

POR Redação Whow! | 01/07/2021 14h18

Atualmente muitas pessoas já conseguem comercializar o seu conhecimento. Esse conceito, conhecido como infoprodutos, está cada vez mais em alta no mercado. Isso porque muitos profissionais detém uma bagagem intelectual enorme sobre um determinado assunto. E, então, conseguem gerar renda através desse conhecimento.

Quer entender melhor o que são infoprodutos, quais são suas vantagens e os formatos mais procurados atualmente? Continue a leitura e fique por dentro desse conceito!

Saiba o que são infoprodutos

Um infoproduto nada mais é do que um produto relacionado com alguma informação. Ou seja, tem como intuito informar o consumidor a respeito de um determinado assunto.

Atualmente, muitas empresas investem nessa ferramenta para fidelizar e conquistar novos clientes. Dessa forma, são desenvolvidos produtos que estejam relacionados com temas de interesse dos consumidores, podendo auxiliá-los a resolver diversos tipos de tarefas.

Vale ressaltar que, na maioria dos casos, os infoprodutos são desenvolvidos e comercializados via online e tendem a ter um preço acessível a diversos públicos. Ao realizar um curso online, baixar um e-book ou até ouvir um podcast, você está consumindo um infoproduto. Nesse sentido, muitas empresas têm utilizado essa ferramenta nos seus planos de marketing.

Vantagens em investir nos infoprodutos

Agora que você já entendeu o que é um infoproduto, podemos abordar quais são as vantagens em investir nesse tipo de produto.

Primeiramente, é possível afirmar que eles são um negócio escalável. Ou seja, após a criação e o desenvolvimento do infoproduto, você não precisará fazer alterações nele a cada nova aquisição. Assim, após o lançamento, você só precisa focar em vendê-lo.

Outra vantagem é que você poderá garantir uma nova fonte de renda para a sua empresa ou ampliar as vendas da sua fonte atual. Afinal, você poderá desenvolver um infoproduto justamente sobre as soluções que o seu negócio já desenvolve.

Os formatos de infoprodutos mais procurados

Se ainda não está tão claro como o seu infoproduto pode funcionar, confira os formatos mais utilizados atualmente:

Ebooks

Os livros digitais, ou ebooks, estão sendo cada vez mais utilizados atualmente. Apesar de muitas empresas produzirem seus livros digitais com um design robusto, você pode construir seu ebook em qualquer plataforma processadora de textos, como o Word ou o Google Docs, por exemplo. Confira as vantagens de optar pelo ebook como produto digital:

  • qualquer pessoa que tiver um celular ou computador poderá ter acesso ao material produzido; 
  • o produtor não precisa se preocupar com a entrega do arquivo, o próprio cliente poderá baixar ou comprar de maneira simples o livro digital.

Acima de tudo, muitos produtores de conteúdo utilizam de ebooks gratuitos como porta de entrada para produtos mais completos.

Videoaulas

Cada vez mais, os vídeos têm feito sucesso. Apesar deste método exigir mais dedicação e tempo, os resultados são excelentes. As videoaulas são ideais para assuntos que exigem uma explicação mais elaborada ou demonstração prática. 

Atualmente, com o avanço tecnológico dos smartphones, qualquer pessoa tem as ferramentas necessárias para dar videoaulas. Ou seja, basta ter o conhecimento do tema e então expor ao público de forma didática e simples.

Mas se você deseja fazer algo mais profissional, vale a pena investir em materiais específicos para gravação de aulas. Câmera com boa resolução, microfone e iluminação adequada são os principais.  Caso você não seja fã de aparecer na frente das câmeras, poderá atuar nos bastidores. Monte o roteiro do vídeo, com as informações que você achar pertinente, e peça alguém para gravá-lo. Se possuir recursos financeiros, vale até contratar um profissional voltado a essa área.

Screencasts

Semelhante às videoaulas, os Screencasts são vídeos informativos, que desejam ensinar algo para o público. No entanto, a diferença desse formato, é que o vídeo será a gravação da tela do computador ou celular. São diversos exemplos que você pode encontrar no Youtube. Esse tipo de produto é geralmente utilizado para tutoriais ou até para apresentação de um assunto que exige maior recurso visual.

Audiobooks

Outro infoproduto que tem conquistado cada vez mais adeptos é o audiobook. Afinal, muitas pessoas não conseguem destinar um tempo exclusivo para a leitura. Por isso, essa ferramenta se constitui por livros narrados. Ou seja, o conteúdo do livro será consumido através da audição. Isso possibilita maior liberdade para o consumidor.

Vale ressaltar que esse modelo exige pouca dificuldade na hora de produzir. Basta possuir um bom microfone e um conteúdo cativante.

Podcasts

Assim como os audiobooks, o podcast também possibilita que o espectador possa consumir o seu produto mesmo se tiver uma rotina mais ocupada. Nesse sentido, existem diversos modelos de programas de podcasts disponíveis. Pode ser no formato de entrevista, de bate papo ou de storytelling, por exemplo. O mais importante é ter uma boa fluidez ao longo dos episódios para que possam cativar os ouvintes.

Com a popularização dos streamings de áudio, os podcasts ganham cada vez mais força nessas plataformas. São inúmeros os modelos nesse caso, como um programa de entrevista, debate de opinião ou até programas com resumo de notícias sobre determinado tema. 

A dica é ouvir os principais produtores de conteúdo desse modelo e buscar um assunto que seja relevante. Por exemplo, se minha empresa vende produtos agrícolas, qual podcast posso apresentar? Aqui seria legal falar da importância da aplicação desses produtos, debater sobre o cenário agrícola, trazer informações a respeito da previsão do tempo. São inúmeras possibilidades. 

O importante é: ser relevante e apresentar um conteúdo estruturado. Pensar em um tema e focar naquele assunto em um episódio, e assim gerará recorrência e autoridade no assunto.  

Venda conhecimento: Dicas para fazer o seu infoproduto

Na hora de criar o seu infoproduto, você deve levar em consideração diversos aspectos. O primeiro passo é entender qual é o seu intuito ao produzir o infoproduto. Você deseja novos clientes? Disseminar a marca? Construir uma presença online?

Somente após compreender qual é a sua ideia e o que ela poderá auxiliar na sua empresa, é que você deve começar a produzir o seu material. Outro ponto muito importante é realmente compreender os seus consumidores. Ou seja, de nada adianta você produzir um infoproduto bom, impactante e bem feito, se ninguém consumi-lo. Por isso, você deve estudar muito bem o seu público e assim buscar alcançá-los nas plataformas em que eles estão inseridos.

Dessa forma, você poderá encontrar o melhor tipo de infoproduto para o seu negócio e possivelmente melhorar algum ponto da sua empresa. Assine a nossa newsletter gratuitamente para mais conteúdos voltados para empreendedores.