Incubadora canadense abre programa de aceleração e internacionalização para startups brasileiras - WHOW

Vendas

Incubadora canadense abre programa de aceleração e internacionalização para startups brasileiras

Startups têm até o dia 20 de fevereiro para fazerem a inscrição em programa de aceleração que poderá abrir portas para o mercado canadense

POR Carolina Cozer | 16/02/2021 17h00 O programa StartOut Brasil terá uma nova edição para a Colômbia em outubro. Foto: Freepik O programa StartOut Brasil terá uma nova edição para a Colômbia em outubro. Foto: Freepik

Em parceria com a incubadora canadense Spark Centre, o programa de aceleração e internacionalização para startupsDream2B Global Acceleration está com inscrições abertas para seu primeiro processo de seleção do ano.

O programa, que é realizado desde 2016 e recebe a sua primeira edição 100% digital, irá selecionar 15 startups brasileiras dos segmentos de cidades inteligentes, inteligência artificial e veículos autônomos para receberem aceleração, mentoria de pré-internacionalização e chances de investimento de até 500 mil dólares canadenses.

“Oferecemos, em nosso programa, além de mentoria com profissionais de alto nível do mercado global, a validação do modelo de negócios e ajudamos em todas as etapas de internacionalização”, diz Regina Noppe, CEO e fundadora da Dream2B em nota oficial.

Internacionalização para startups e migração permanente

Ela explica que o programa já acelerou mais de 40 startups brasileiras, sendo que algumas delas já iniciaram suas operações globais diretamente pelo Canadá. “Uma das mais recentes foi a Safetest, que criou um teste rápido de COVID-19 e foi aprovada pelo FDA para a comercialização e distribuição nos EUA, assim como na União Europeia, antes mesmo de ter autorização no Brasil”, conta a CEO.

As startups têm até o dia 20 de fevereiro para fazerem a inscrição no Dream2B, que irá começar de modo digital no dia 12 de abril e terá duração intensiva de um mês. As empresas aceleradas receberão mentorias com especialistas canadenses e brasileiros, oportunidades de networking e pitches para investidores canadenses, participação em eventos, workshops com profissionais para validação do modelo de negócio e a chance de receber até 500 mil dólares canadenses em aportes para os cases de maior destaque.

Segundo o site oficial da entidade, são elegíveis as startups “em estágio de crescimento, com produtos disruptivos de vocação global, rapidamente escaláveis e com grande mercado mundial”, além de empreendedores abertos ao novo, com domínio da língua inglesa e comprometidos com estratégias de expansão internacional.

As startups validadas no projeto também receberão o visto Startup Visa para migração da empresa ao Canadá com acompanhamento da família e até cinco sócios para residência permanente.

“A Dream2B nos guiou em nossa jornada de internacionalização, e hoje podemos realizar negócios nos Estados Unidos, Canadá e em vários países na Europa, e continuamos em plena expansão”, conta Felipe Peixoto, CEO da Safetest ― startup mineira participante da jornada de internacionalização em 2019.


+INTERNACIONALIZAÇÃO PARA STARTUPS

Nova oportunidade de internacionalização para startups brasileiras
Oportunidade de internacionalização para startups brasileiras na Suíça
Startup brasileira focada no meio ambiente começa a sua internacionalização
IPO e Listagem Direta: você sabe qual é a diferença entre eles?