Impulsione o seu canal de vendas com marketing de afiliados - WHOW

Eficiência

Impulsione o seu canal de vendas com marketing de afiliados

Está em busca de boas estratégias de divulgação? Saiba agora como funciona o marketing de afiliados e como ele pode ajudar você a lucrar!

POR Dener Lippert | 02/02/2022 15h04

Por Dener Lippert, CEO da V4 Company

Com diversas estratégias de divulgação online, na hora de tentar alcançar mais clientes para seu e-commerce, é possível apostar em diferentes alternativas. Uma delas é o marketing de afiliados, feito com a ajuda de parceiros.

Então, para quem tem um loja virtual e quer aumentar o número de clientes e visitantes, por meio de afiliados é possível alcançar mais pessoas. E claro, contar com uma boa divulgação, com a ajuda de alguém que sabe fazer essas recomendações.

Assim, no universo do marketing digital, essa é uma forma eficaz de alcançar um público ideal, por meio de caminhos distintos que estão ligados a esses parceiros. Explicamos mais a seguir, confira!

O que é marketing de afiliados?

Uma forma de divulgação no ambiente online que pode ser interessante para vários tipos de negócio, é o marketing de afiliados. Ou seja, quando uma pessoa, que é um afiliado, ajuda na promoção de um produto por meio de várias ações.

Esse afiliado nada mais é do que um representante que fará o papel de mostrar os produtos ou mesmo a marca para um novo público. Por isso, ele acaba se tornando um parceiro da empresa.

Assim, quando esse afiliado divulga um produto, com um link personalizado, mais pessoas passam a conhecer aquela mercadoria ou serviço, o que gera lucros para a empresa. Ao mesmo tempo, o afiliado recebe uma comissão pelas vendas.

Logo, temos um processo de troca, em que a pessoa ajuda a impulsionar o produto ou serviço de uma empresa, e pode ganhar algo em troca. E claro, isso pode ajudar no alcance da marca e na conversão de novos clientes.

Como o marketing de afiliados pode ajudar o seu e-commerce?

Por ser uma estratégia de divulgação, o marketing de afiliados também pode ajudar no crescimento de um e-commerce. Afinal, por meio dessas parcerias, os clientes podem chegar facilmente até o site de vendas.

Um parceiro, por exemplo, pode falar sobre suas compras, conectando o link do e-commerce no conteúdo. Ou mesmo, falar especificamente sobre um produto, de forma que o link direcione para a própria página dele no e-commerce.

Ou seja, é uma forma de justamente levar esse público do afiliado até o site de vendas, por isso, essa é uma estratégia capaz de ajudar no crescimento de um e-commerce. Existem várias maneiras de fazer essa divulgação.

Uma das formas mais comuns de fazer essa divulgação é por meio das redes sociais, então o afiliado pode usar o seu espaço para criar conteúdos que sejam atrativos.

Ao mesmo tempo, ela pode acontecer por meio de vídeos, blogs e sites próprios.

Dessa forma, para quem gerencia um e-commerce, é possível optar por criar seu próprio programa de afiliados, ou adquirir o sistema de uma plataforma do ramo. Inclusive, ao longo do texto, falaremos mais sobre essas plataformas e como elas podem ajudar.

Mas claro, toda a parceria precisa ser levada a sério. Nesse sentido, é preciso buscar bons parceiros e avaliar os perfis para entender como eles podem ajudar a marca.

E claro, a colaboração precisa ser constante entre as partes, com a troca de informações, técnicas e ajuda mútua.

Quais as três partes envolvidas no marketing de afiliados?

Para que o marketing de afiliados funcione é preciso que três grupos de pessoas façam parte desse processo. Por isso, é necessário que haja um alinhamento e uma troca positiva entre eles.

A primeira pessoa envolvida é o comerciante que deseja divulgar seu negócio por meio dessa estratégia. Logo, ele deve procurar por plataformas de afiliados para encontrar as pessoas mais adequadas para essa parceria.

Dessa forma, temos uma alternativa para quem quer investir além de anúncios tradicionais, e apostar em uma forma para aumentar vendas e ampliar o número de clientes.

Em seguida, temos o afiliado, ou seja, a pessoa responsável por divulgar o produto da marca, recebendo uma comissão por isso. Para isso, a pessoa pode utilizar redes sociais, conteúdos em blogs e muitas outras formas de mostrar o produto para seu público.

Mas claro, esse afiliado precisa contar com um link personalizado ou código, em que o comerciante pode verificar de forma fácil a real conversão de clientes.

Por fim, temos o público final que, de fato, fechará a compra. Portanto, ele é um consumidor que teve acesso a toda divulgação feita pelo afiliado e que adquiriu o produto do comerciante.

Conheça os tipos de divulgação por afiliados

Ao falar sobre marketing de afiliados, não podemos esquecer que existem diferentes tipos de divulgação. Por isso, reunimos as principais informações a seguir, acompanhe!

Custo por Clique (CPC)

No Custo por Clique, também conhecido como CPC, o filiado só precisa focar em campanhas que podem ter altas chances de clique. Logo, não é necessário que haja uma venda específica, as pessoas precisam apenas clicar em um banner, por exemplo.

Por isso, essa é uma forma considerada mais fácil nessa estratégia, uma vez que as campanhas atrativas precisam gerar apenas cliques.

Custo por Ação (CPA)

Já no Custo por Ação, CPA, além do clique no anúncio, o público alcançado deve realizar qualquer tipo de ação na página destinada. Assim, é preciso que haja algum tipo de interação, como cadastro, respostas ou mesmo compra.

Desse modo, é preciso que o afiliado crie uma campanha atrativa que fará com que essas pessoas cliquem no link e ainda realizem qualquer ação com o conteúdo disponível.

Custo por Mil Impressões (CPM)

No Custo por Mil Impressões, ou CPM, o afiliado recebe um valor fixo toda vez que o anúncio chegar a mil visualizações no blog. Por isso, é uma boa alternativa para quem já tem um público maior e fiel em seus blogs.

Afinal, com uma grande quantidade de visitas frequentes, fica ainda mais fácil atingir esse número e receber o pagamento.

Custo por Venda (CPV)

O Custo por Venda, chamado de CPV, é justamente o processo que já pontuamos. A cada compra feita pelo cliente no link do afiliado, ele recebe uma comissão.

Dessa forma, a comissão tende a ser automática, uma vez que o monitoramento pode ser feito por código ou link.

As vantagens do marketing de afiliados para o e-commerce

Após entender mais sobre o marketing de afiliados e como ele funciona, saiba que existem várias vantagens em usar essa estratégia em um e-commerce. Por isso, apontamos os pontos principais a seguir.

Crescimento do tráfego

Para quem deseja ter um bom desempenho com o e-commerce, ter mais visitantes é algo muito necessário. Quanto mais pessoas conhecendo o site e vendo os produtos disponíveis, maiores as chances de se tornarem clientes.

Por isso, com o marketing de afiliados, é possível aumentar esse tráfego de forma mais livre, sem precisar investir diretamente em anúncios. Afinal, o público virá das divulgações feitas pelos parceiros.

Ou seja, de certa forma também vai existir uma promoção, uma vez que os links da loja vão ser promovidos pelos afiliados. No entanto, existem várias formas distintas deles chegarem até o público sem ser em um anúncio tradicional, por exemplo.

Mas claro, tudo isso ajuda a aumentar o número de visitas na página e contribui para a exposição da página como um todo. Com isso, seu site vai ganhando cada vez mais relevância, se destacando no mercado.

Custo-benefício

Outro grande benefício do marketing de afiliados, é que essa alternativa pode ter um ótimo custo-benefício para quem possui um e-commerce. Afinal de contas, a remuneração é de acordo com os resultados alcançados.

Logo, os parceiros recebem ao conseguirem leads e vendas para o site, por isso, é realmente necessário focar em boas divulgações. Ou seja, o afiliado precisa se dedicar para conseguir os resultados e ter seu próprio lucro.

Nesse sentido, existe um envolvimento maior entre os parceiros para que tudo funcione e dê os números esperados. E claro, como as comissões dependem dos resultados, há mais motivação por parte dos afiliados.

Por outro lado, o empreendedor pode focar em outros detalhes do negócio e gastará um dinheiro totalmente de acordo com os retornos que ele obteve, sendo um investimento seguro.

Rápida implantação

Como dissemos, para trabalhar com esse sistema é possível desenvolver a própria plataforma ou utilizar aquelas já prontas.

No segundo caso, existem vários plugins disponíveis no mercado para serem integrados ao site, como o AffiliateWP, Affiliates Manager e o ThirstyAffiliates. Ao serem instalados, os softwares oferecem uma série de recursos para o usuário.

Assim, essas plataformas têm como função organizar esses afiliados, acompanhar seus desempenhos, criar links, anúncios personalizados e mais. Justamente para organizar toda a estratégia e facilitar o acompanhamento da empresa.

Ou seja, elas contam com uma grande vantagem que é reunir todo o sistema de gerenciamento desses afiliados em um só lugar. E ainda, com ferramentas que ajudam a administrar os links, conferir os resultados e organizar os parceiros.

Para quem escolhe usar as plataformas com sistema de afiliados, o processo para adotar essa forma de divulgação costuma ser bem mais rápido. Isso porque, é possível contar com uma estrutura já pronta.

Logo, a pessoa entra em contato com uma plataforma que possui várias funcionalidades e, até mesmo, com listas de afiliados já cadastrados. Por isso, fica ainda mais fácil encontrar parceiros que possam ajudar a marca.

Ao mesmo tempo, essas plataformas costumam contar com um sistema completo para oferecer relatórios. No final, o usuário também pode verificar os dados de desempenho de forma prática.

Conclusão

Viu como o marketing de afiliados pode ser bem atrativo? Essa é uma forma de divulgação que pode trazer bons retornos, com a ajuda de parceiros. Assim, temos uma forma de alcançar públicos distintos, por meio de vários canais.

Isso porque, na prática, podem existir várias formas de divulgação que permitem atrair pessoas e direcioná-las para uma página. Por isso, essa é uma estratégia muito interessante para quem possui um e-commerce.

Por meio dela, os aliados divulgam os produtos para seu público e recebem comissões ao conseguir leads e clientes. Para quem tem um negócio, é uma forma de
investir em uma propaganda assertiva e capaz de trazer retornos.

E claro, sem precisar apostar diretamente em anúncios. Logo, temos uma forma interessante de atrair público para o e-commerce e conseguir boas vendas, por meio da ajuda de parceiros.