Hotelaria e Growth Hacking: como crescer exponencialmente no pós pandemia - WHOW

Inovação

Hotelaria e Growth Hacking: como crescer exponencialmente no pós pandemia

A pandemia gerou um baque no setor de hotelaria. Será mesmo que as tradicionais estratégias de marketing conseguem melhorar a situação atual?

POR Johnny Telles | 25/02/2022 19h46

O Growth Hacking é a saída para o setor hoteleiro?

É inegável pensar que a pandemia e o isolamento social impactaram diretamente diversos setores do mercado, principalmente o setor de serviços. Dessa forma, muitos empreendedores não conseguem visualizar a volta ao mercado em um cenário pós pandemia.

O setor hoteleiro, foi um dos mais afetados  pela ausência de clientes durante a pandemia, causando inúmeros fechamentos permanentes de hotéis que funcionavam a décadas e prejuízos  que ainda estão presentes em 2022. Mas como podemos romper esse ciclo e crescer exponencialmente para recuperar os prejuízos pandêmicos? Ainda podemos  pensar em crescer e lucrar em um cenário desfavorável, e é por isso que vamos te explicar hoje sobre a relação entre hotelaria e Growth Hacking.

Em um mundo cada dia mais rápido e com informações surgindo de todos os lados, será que os métodos mais tradicionais de vendas vão realmente te ajudar a voltar ao mercado? Hoje em dia, é essencial a coragem de arriscar e experimentar coisas novas.

Com isso, se seu objetivo é recolocar seu hotel de volta ao mercado e recuperar os  prejuízos e perdas pandêmicas  maximizando os lucros, esse artigo é para você. Assim, ao final, você será capaz de entender mais sobre técnicas tão peculiares trazidas pelo Growth Hacking e como ele é crucial para o seu crescimento exponencial.

Sim, ainda é possível. E sim, pode ser com o seu negócio. Para tanto, um pouco de coragem e algumas doses de conhecimento, vamos destrinchar sobre o que é a técnica de experimentos.

Quais os benefícios de aderir a essa nova mentalidade de crescimento para o setor Hoteleiro?

Imagine o seu negócio nesse momento pós-pandemia e analise todos os seus demonstrativos financeiros dos últimos dois anos. Dificilmente você se sentirá muito satisfeito com os números, talvez até um tanto quanto desapontado.

Segundo o levantamento Hotelaria em Números – Brasil 2021, estudo desenvolvido pela consultoria Jones Lang LaSalle Hotels com o apoio do  Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) e ABR, desde o início da pandemia cerca de 500 hotéis fecharam no Brasil. Isso totaliza, aproximadamente, 132.000 quartos. 

A pesquisa também indica que em 2020, em relação a 2019, houve queda de 56% na taxa de ocupação, 14,5% na diária média e a margem de Lucro Operacional Bruto ficou ao nível de 3,9% negativos. 

A verdade é que a pandemia gerou um grande baque no setor de hotelaria, e nadar contra essa corrente agora é a única forma de reaver o investimento perdido. Assim, será mesmo que as tradicionais estratégias de marketing conseguem tirar um hotel da situação atual?

É claro que você pode pensar que sim, afinal funcionou por tantos anos, não ia ser agora que ia deixar você na mão, certo? Na verdade não.

As táticas convencionais de divulgação e marketing funcionavam em um mundo ainda antes da pandemia, e por vezes aí apresentava algumas falhas. Dessa forma, é hora de pensar no novo, de inovar, de crescer em meio ao período mais conturbado para o setor.

Dados que comprovam

O setor de turismo, segundo dados do levantamento do Conselho de Turismo (CT) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), aponta que o turismo nacional já faturou R$ 152,4 bilhões em 2021. O valor representa um crescimento porcentual de 12% em relação a 2020, mas ainda se encontra 24,2% abaixo de 2019. 

Em Foz do Iguaçu, por exemplo, a Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos destaca, no painel de ocupação mensal de hotéis e pousadas, que em janeiro de 2022 houve uma taxa de ocupação de 61% na rede hoteleira. Em comparação, janeiro de 2021 mostra uma taxa de ocupação de 31,5%.  

Assim, o atual momento pede uma técnica capaz de ter inovação, de te trazer resultados em tempo recorde e de te fazer enxergar caminhos ainda pouco explorados. Além disso, seu diferencial competitivo será gritante mediante a hotéis da rede que se recusam a sair da zona de conforto no meio do marketing.

As barreiras do mercado para o Growth Hacking

No fundo, o setor hoteleiro acaba sendo impactado pela sua preservação da hereditariedade, ou seja, são negócios de família e passado entre gerações. Assim, normalmente é difícil encontrar profissionais que sejam voltados a outras áreas dentro desse meio.

Por conta disso, acaba existindo uma certa resistência quanto a implementação de algo que ainda não é conhecido ou divulgado, como a técnica que apresentaremos a você hoje. Ou seja, muitos acabam parando em técnicas tradicionais, e deixam de ter um crescimento ainda maior.

Esse cenário é ainda mais evidente dentro de um contexto de pandemia, onde você vai precisar de muito mais do que o normal para conseguir voltar ao mercado de forma competitiva. Afinal, é hora de arriscar para voltar ao topo, mas sem perder o embasamento científico.

Se o seu objetivo é voltar ao mercado com diferencial competitivo, quero te apresentar ao Growth Hacking.

Mas o que é Growth Hacking?

Sendo o mais direto possível: marketing orientado a crescimento e resultados. E isso quem está dizendo não sou eu, e sim o responsável por difundir a ideia, Sean Ellis.

O Growth Hacking consiste em uma técnica de marketing digital voltada a experimentos e hipóteses previamente pensadas. Ou seja, trabalha com o novo, com o inesperado.

Você deve estar se perguntando o que o setor de hotelaria tem a ver com tudo isso, e na verdade, tudo. Afinal, estamos falando de um setor voltado a gerar experiências para os clientes, sensações novas e únicas.

Se você consegue implementar o Growth no setor hoteleiro, as chances de ter bons resultados é enorme. Claro, tudo vai depender do quanto você produz e de como produz.

Em resumo, podemos entender a técnica como a grande inovação do modelo de pensar, da filosofia da empresa. Além disso, é aqui que surgem as mais variadas ideias e estratégias para alavancar as vendas.

Outro ponto bastante importante do Growth é sua capacidade de gerar resultados em um período de tempo relativamente curto. Assim, quando é bem executado, todo seu investimento pode ser retornado em pouco tempo.

É claro que aqui temos o imprevisível, os resultados impensados e as táticas jamais imaginadas. Entretanto, pode ser a grande salvação do setor de hotelaria nesse cenário pós pandemia.

O objetivo do Growth Hacking é trazer novidade, experimentar e te fazer crescer com rapidez e qualidade. Dessa forma, por aqui explicamos mais detalhadamente sobre Growth Hacking.

Por onde começar?

Depois de entender um pouco dos conceitos, o difícil é entender como aplicar e como de fato gerar autoridade dentro desse meio. Por conta disso, muitas empresas acabam desistindo de implementar exatamente pela falta de conhecimento sobre isso.

O primeiro passo para iniciar nesse meio é o raio-x completo do seu negócio no setor hoteleiro, englobando alguns pontos necessários para entender a realidade atual do seu negócio.

No setor de hotelaria, normalmente esses dados acabam por muitas vezes nem sendo contabilizados ou entendidos como dados de negócio. E, por conta disso, a atuação de um profissional fica comprometida.

Mesmo assim, ao levantar os dados e estratégias usadas atualmente, é hora de montar as novas e pensar nos experimentos realizados. Afinal, experimentos são a chave de todo o nosso processo por aqui.

O Growth Hacking apesar de querer gerar inovação, caminha de mãos dadas com a adaptabilidade, ou seja, você pode conhecer outros experimentos já realizados e adequá-lo à sua realidade. Dessa forma, você não precisa bater cabeça pensando em experimentos 1 por 1, podendo adaptar os milhares existentes hoje.

Pense por exemplo na sua estratégia de e-mail marketing hoje e quais promoções da sua rede de hotéis estão sendo divulgadas e veiculadas aos seus clientes. A partir disso você pode pensar se a estratégia está sendo bem definida e bem trabalhada.

Como funciona a montagem de experimentos no Growth Hacking

Imaginando o setor de hotelaria dentro do Growth, é nítido que a área pode ter muitos benefícios atuando com a técnica. Pois, como dito anteriormente, hotelaria tem a ver com experiência, com trazer novidades aos clientes.

Por conta disso, a montagem dos experimentos pode ser a parte mais entusiasmante de todo o processo, principalmente por lidar diretamente com questões do dia a dia. Assim, podemos pensar nos experimentos da seguinte forma:

  • 1. experimento para o lado financeiro;
  • 2. experimento para o lado de serviços;
  • 3. experimento para o lado de comodidade.

De maneira geral, os nomes seriam aqui autoexplicativos. Ou seja, os experimentos financeiros levam você a pensar em hipóteses que faria com que mais pessoas chegassem ao seu hotel pelo bolso. Dessa forma, pode ser um desconto inédito, uma promoção imperdível ou uma facilidade de pagamento.

Entendendo essa possibilidade inédita, você pode definir o público, definir como e onde vai ser divulgado e anotar os resultados.

Da mesma forma, os experimentos voltados aos serviços seriam ligados ao que seu hotel pode oferecer ao seu cliente. Será que um café da manhã mais robusto? Uma preparativa de recepção mais trabalhada?

Nesse caso, estamos falando diretamente do contato com o cliente, e é exatamente dos clientes que seus experimentos devem sair. Ou seja, busque opiniões e reviews dos clientes para saber os pontos de melhoria e identifique se existe um ou mais pontos que aparecem para várias pessoas.

Se esses pontos existirem, você tem um experimento.

Como a hotelaria vai se levantar depois da pandemia?

Apesar de parecer algo difícil e extremamente trabalhoso, o setor de hotelaria pode sim conseguir se reerguer e voltar para as suas atividades normais. Além disso, como já dissemos hoje, se você abrir a mente e a empresa para técnicas mais inovadoras, tem tudo para retornar ainda mais rentável.

Assim, seja aprendendo a usar os recursos das redes sociais ou aprendendo a usar o e-mail marketing, é hora de começar, de se assumir como um iniciante no marketing digital.

Além disso, é hora de aderir ao Growth Hacking de uma vez por todas e prospectar um crescimento exponencial e de curto a médio prazo. Com isso, seu setor se fortalece, você cria seu diferencial competitivo e de quebra consegue um lucro líquido ainda maior no final do período.

Ou seja, tudo depende de começar a implementar a metodologia do Growth no seu hotel e ver seu crescimento voltar ao que era antes. Ou, em muitos casos, subir disparadamente.

A pandemia atingiu em cheio o setor hoteleiro e de serviços, o que não significa dizer que não pode ser restaurado e ampliado, e o Growth está aí para mostrar isso.