Healthtech quer tratar desde a saúde física até a organizacional para colaboradores nas empresas - WHOW
Whow

Healthtech quer tratar desde a saúde física até a organizacional para colaboradores nas empresas

Por meio de uma plataforma, a startup criada no ano passado, detecta depressão, burnout, até índice de aderência aos valores da empresa

POR Redação Whow! | 08/04/2021 13h49

Desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus e a reclusão das pessoas em suas casas, bem como o aumento na carga de trabalho, tem afetada a saúde física, mental e financeira das pessoas. E uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), entre maio, junho e julho do ano passado, atestou que 80% da população brasileira ficou mais ansiosa no último ano.

Tanto este estado mental quanto a depressão custam, anualmente, cerca de US$ 1 trilhão em perda de produtividade para a economia global, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Assim Healthy & Safe Place to Work, que contará com os sócios conhecido, o médico Jairo Bouer, o executivo de RH Marcelo Nóbrega e a jornalista Glenda Kozlowski, será uma plataforma que acompanhará em tempo real a saúde integral dos colaboradores das empresas, para avaliar a saúde física, mental, financeira e organizacional.

“Dentro da plataforma HSPW, existe uma inteligência baseada em metodologias científicas e algoritmos, que permitem prover um excelente auxílio às hipóteses diagnósticas, para que as organizações possam focar em prevenção, identificação precoce, apoio e reabilitação. Um ecossistema com provedores de soluções como telemedicina, centros de diagnóstico clínico, academias de ginástica, consultorias financeiras e comportamentais, entre outros, complementa a solução”, dizJairo em comunicado à imprensa Ele atuará como o diretor Científico da HSPW.

Healthtech é criada focada na internacionalização

Os dados que alimentam a base da healthtech coletados diariamente por meio da resposta de questionários que os colaboradores de empresas respondem. Depois, por meio da inteligência artificial, algoritmos e big data, são apresentados relatórios e análises com dicas diárias de bem-estar de acordo com cada perfil. E o mapeamento, segundo a healthtech, detecta depressão, burnout, qualidade do sono, síndrome metabólica, índice de aderência aos valores da empresa, entre outros aspectos.

E para Marcelo, que será conselheiro para Inovação e Soluções em Recursos Humanos o olhar integral sobre a saúde afeta a maior disposição das pessoas atuaram por uma empresa. “Afinal, cuidar da saúde dos colaboradores de forma integrada tem impacto direto na felicidade, na produtividade e na rentabilidade das empresas”, aponta no mesmo comunicado.

Criada em 2020, a plataforma já iniciou a sua expansão para outros países da América do Sul e do Norte, além outro continente. “Neste momento, estamos qualificando representantes regionais no Brasil e já iniciamos nossa expansão para o México, Colômbia, Estados Unidos e Europa”, comenta aniel Leipnitz, um dos fundadores e ex-presidente da Associação Catarinense de Tecnologia.

E não perca as novidades nas nossas redes sociais no LinkedIn, Instagram, Facebook, YouTube e Twitter.


+HEALTHTECH

Qual é o perfil das healthtechs do Brasil?
As healthtechs representam uma luz no fim do túnel para o setor da saúde?
Startups de saúde focam nos pacientes para ganharem programa de aceleração
As healthtechs representam uma luz no fim do túnel para o setor da saúde?