Gamificação e sustentabilidade dá jogo - WHOW
Consumo

Gamificação e sustentabilidade dá jogo

Game desenvolvido pela Fugativa Escape aborda a temática do meio ambiente de modo gratuito. A iniciativa é voltada para pessoas físicas e empresas

POR Carolina Cozer | 31/08/2020 19h19 Gamificação e sustentabilidade dá jogo Imagem de DarkWorkX via Pixabay

A empresa paulistana de entretenimento e ações corporativas Fugativa Escape Games lançou uma ação online voltada à conscientização das questões ambientais, com base em preceitos da ONU.

No mundo corporativo existem jogos, dinâmicas e atividades desenhadas especificamente para as características corporativas. Essas atividades são conhecidas como gamificação, ou gamification. Nesse momento de trabalho remoto e mudanças de paradigmas da sociedade, a Fugativa desenvolveu não somente atividades para que empresas possam treinar equipes remotas, mas também o jogo Missão ODS, uma ludificação do material desenvolvido pela ONU em 2015 que lista 17 objetivos paras o desenvolvimento sustentável e transformação positiva do planeta.

Missão ODS: gamificação e sustentabilidade

De acordo com Fabio Passerini, fundador e sócio-diretor da Fugativa, a Missão ODS é um jogo simples e lúdico que está disponível gratuitamente no site da empresa, sem necessidade de cadastro, e que pode ser jogado por pessoas físicas, escolas, empresas, universidades, grupos de executivos e famílias que queiram apresentar o tema da sustentabilidade de um jeito mais interessante.

“Criamos o game para apresentar o assunto para as pessoas de forma mais leve e os aspectos sociais, políticos e ambientais envolvidos quando se fala em sustentabilidade”, explica o fundador ao Whow!.

Segundo Passerini, a reavaliação dos conceitos de hábitos de consumo e de como a sociedade lida com as diferenças foi um dos motivadores da empresa no desenvolvimento do projeto.

“Por isso nos propusemos a fazer isso de forma gratuita e universal. Qualquer pessoa pode jogar e aprender os conceitos de sustentabilidade em seus níveis mais abrangentes”

Fabio Passerini, fundador e sócio-diretor da Fugativa

gamificação sustentabilidade fugativa 3

Amplificação da presença online

Atualmente a Fugativa está desenvolvendo atividades dinâmicas e processos de treinamento e integração de modo online e ao vivo para proporcionar atividades em que as empresas possam integrar as equipes que estão trabalhando em home office com aquela que estão trabalhando localmente. 

Para o futuro a empresa está desenvolvendo novos jogos com a intenção de amplificar a presença no mundo online, sobretudo para que atendem ações virtuais em eventos de grande porte, com centenas de participantes conectados.

“Assim que a situação do coronavírus se estabilizar, pretendemos retomar a parte de entretenimento com os mega escape rooms, que são jogos de entretenimento de 5 a 10 vezes maiores que os jogos tradicionais”, conta o fundador.

Sobre a Fugativa

Nos mais de cinco anos de funcionamento a Fugativa já atendeu diversas empresas como HP, P&G, Totvs, Submarino, Braskem, dentre outras, com o objetivo de levar integração e conhecimento para equipes profissionais. A empresa também desenvolve atividades para equipes de trainees de grandes corporações, fomentando a busca pela excelência e identificação de perfis de liderança e talentos natos dentro de grandes grupos.


+NOTÍCIAS

Nova oportunidade de internacionalização para startups brasileiras
6 dicas de mentoria para passar pelos próximos meses de crise
Conheça as estratégias em inovação aberta das empresas líderes
Ozllo: o marketplace que voou na pandemia