Fintech de pagamentos RecargaPay recebe aporte de quase R$ 400 milhões - WHOW

Eficiência

Fintech de pagamentos RecargaPay recebe aporte de quase R$ 400 milhões

Com os novos recursos, a startup planeja contratar novos talentos e continuar investindo na democratização dos meios de pagamento no Brasil

POR Carolina Cozer | 26/02/2021 18h35 Foto Arte Grupo Padrão (Flavio Pavan) Foto Arte Grupo Padrão (Flavio Pavan)

A fintech de pagamentos móveis e serviços financeiros RecargaPay anunciou na última quarta-feira (24) o levantamento de US$ 70 milhões, ou seja quase R$ 400 milhões pela conversão atual da moeda estrangeira, em uma rodada de série C, coliderada pelas gestoras IDC Ventures e Fuel Venture Capital.

Fundado em 2010, o RecargaPay foi a primeira startup a oferecer um sistema de serviços financeiros e pagamentos pelo celular no Brasil. “Começamos há dez anos com um case único e muito específico, que era permitir que as pessoas fizessem recarga de celular com pagamento via website. Agora, dez anos depois, temos um ecossistema completo de pagamentos que oferece métodos diferenciados para milhões de pessoas”, comenta Rodrigo Teijeiro, fundador e CEO do RecargaPay ao portal Whow!.

O empreendedor argentino afirma que os novos recursos da empresas poderão ajudá-lo a escalar a fintech para um novo patamar. “O produto vai crescer não apenas para os consumidores, mas também para comerciantes que são empoderados pelos nossos serviços financeiros”, diz . “Estamos muito orgulhosos porque conseguimos causar impacto na vida de milhões de pessoas, e isso é algo que fizemos com muito entusiasmo.”

Investimento recebido pelo RecargaPay vem para acelerar a expansão

Segundo Rodrigo, a mais recente negociação envolveu uma combinação de investidores dos Estados Unidos e da China. “O processo iniciou em 2020, mas foi atrasado devido à pandemia. O ano de 2020 foi desafiador, pois os investidores não podiam marcar reuniões em escritórios e viajar. Inicialmente, muitos pensaram em não voltar a investir enquanto não pudessem ver as pessoas, mas logo perceberam que a vida precisava seguir. Assim pudemos fechar a rodada com sucesso ainda em meio à pandemia”, conta.

De acordo com Bobby Aitkenhead, sócio-diretor executivo da IDC Ventures, a decisão de financiar o RecargaPay veio através do papel que a empresa tem na democratização do acesso à crédito no Brasil. “O acesso a empréstimos, cartões de crédito e outras formas de pagamento permanecem ilusórias para muitos no Brasil e em outros países da América Latina, e a infraestrutura de pagamentos digitais da região tem sido, historicamente, profundamente fragmentada ― por isso, a RecargaPay é a “bala de prata” que permite a realização de pagamentos instantâneos e econômicos e o acesso ao crédito para todos os brasileiros”, diz, em comunicado à imprensa.

Através do novo aporte, o RecargaPay planeja investir no crescimento dos negócios ao adicionar novos talentos para as áreas de produto, tecnologia e ciência de dados. “Estamos muito felizes com a cultura de inovação, adaptabilidade e execução que construímos para o RecargaPay, e acreditamos que isso seja uma parte muito importante na edificação de um negócio obstinado a fazer a diferença”, aposta o CEO.

investimentos


+INVESTIMENTOS EM STARTUPS

25 aportes e 8 aquisições em janeiro de 2021
16 aportes e 12 aquisições em novembro de 2020
38 aportes e 7 aquisições em outubro de 2020
17 aportes e 11 aquisições em setembro de 2020