WHOW

As facilidades criadas pelas healthtechs para programas de terapia

whow 2

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o país com maior índice de casos de depressão na América Latina, com cerca de 11,5 milhões de diagnósticos. Em um país onde o acesso à saúde básica pode ser difícil, a psíquica acaba ficando, ainda, em segundo plano. As healthtechs do segmento, além de promover o debate da importância dos cuidados à mente, facilitam o acesso a tratamentos, efetuam rastreamento de emoções e auxiliam em pequenas mudanças no dia a dia.

Autoconhecimento via smartphone

Setembro, o mês em que o Brasil se mobiliza em campanhas de prevenção ao suicídio, foi um momento oportuno para a Cíngulo, startup gaúcha que desenvolveu um aplicativo no formato SaaS de terapia guiada para transtornos de ansiedade e foco. 

A plataforma já conta com quase um milhão de downloads realizadas nas lojas de aplicativos. E nesta semana, a empresa foi aprovada para o próximo ciclo de imersão do StartOut Brasil, em Boston.

Recentemente, a empresa havia sido contemplada pelo Brazil Accelerate 2030, programa sobre negócios de impacto social promovido pelo Impact Hub e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

healthtech

Foto Kalhh (Pixabay)

Conectividade entre psicólogos e pacientes

A Vittude é uma das healthtechs que busca e agenda consultas com psicólogos de modo presencial e online para o seu usuário. A ferramenta foi criada pelos engenheiros Tatiana Pimenta e Everton Hopner. 

A ideia para o empreendimento surgiu após Tatiana passar por duas dores pessoais: a primeira, ao tentar encontrar tratamento adequado para si, em meio às escassas informações presentes nos catálogos de planos de saúde, e também tentar um tratamento para seus pais, residentes do interior do Mato Grosso do Sul — e que precisavam viajar mais de 400 km para receber atendimento adequado em Campo Grande. 

Com uma modalidade similar ao Gympass, as healthtechs Vittude oferece os seus serviços como um benefício que as corporações podem disponibilizar aos colaboradores. Entre as principais empresas que já utilizam este recurso estão a 99, Imovelweb, Campari, eduK e Resultados Digitais.

Após três anos de existência a Vittude já passou dos 10 mil pacientes cadastrados na plataforma e oferece mais de três mil consultas todos os meses. 

As healthtechs passaram pelo processo de aceleração da Startup Farm, recebendo um aporte de R$ 50 mil para seu nascimento. Até o momento, já receberam um prêmio de US$ 30 mil da Cartier Women’s Initiative Awards e uma bolsa de US$ 17 mil do Google, e esperam pela captação de algum investimento de série A.

Mercado global das healthtechs

Dados da Rock Health apontam que o mercado digital de saúde está acelerando, com mais de US$ 8,1 bilhões investidos em 2018, computando uma taxa de crescimento de 42% ao ano. Foi um ano recorde para o mercado, porém o tamanho de crescimento pode apresentar um risco de bolha, uma vez que a quantidade de novas empresas surgindo é enorme, e a maioria ainda não fez abertura de capital. 

 



+ STARTUPS

As startups mais desejadas para se trabalhar no Brasil
Há vagas: 10 startups que estão em busca de talentos
As asas dos unicórnios brasileiros
7 startups que receberam aportes em agosto
Grandes empresas apostam em programas de aceleração para startups

Sair da versão mobile