Estudo mostra condições de empreender e ter sucesso no Brasil - WHOW

Vendas

Estudo mostra condições de empreender e ter sucesso no Brasil

Ranking global coloca o Brasil na 120ª posição em relação à liberdade econômica; as melhores condições de se fazer negócios estão no Amapá e Espírito Santo

POR Adriana Fonseca | 22/11/2019 18h00

Quem tenta empreender no Brasil, ainda encontra pouca liberdade econômica. O País está classificado em uma posição intermediária no índice publicado pelo Instituto Fraser, que mede a liberdade econômica – a capacidade dos indivíduos de tomarem suas próprias decisões econômicas –,  entre diferentes nações.

O ranking é dividido em quatro categorias – “host free”(países com mais liberdade econômica), 2º quartil, 3º quartil (estágio do Brasil) e “least free” –  e o País ocupa a 120ª posição dessa lista.

empreender Foto Kyle Glenn (Unsplash)

Liberdade econômica no mundo

Os países mais bem posicionados em relação à liberdade econômica são Hong Kong e Cingapura, ocupando as duas primeiras posições. Depois aparecem Nova Zelândia, Suíça, Estados Unidos, Irlanda, Reino Unido, Canadá, Austrália e Ilhas Maurício.

Já os 10 piores países são: Iraque, República do Congo, Egito, Síria, República Democrática do Congo, Angola, Argélia, Sudão, Líbia e Venezuela.

O estudo analisa as políticas e instituições de 162 países e territórios. Isso inclui regulamentação, liberdade de comércio internacional, tamanho do sistema legal e direitos de propriedade, bem como gastos do governo e tributação. Segundo o Instituto Fraser, as pessoas que vivem em países com altos níveis de liberdade econômica desfrutam de maior prosperidade, mais liberdade política e civil e vidas mais longas.

Os países no quartil superior da liberdade econômica, por exemplo, tiveram um PIB per capita médio de US$ 36.770 em 2017 em comparação com US$ 6.140 nos países do quartil inferior.

“Onde as pessoas são livres para buscar suas próprias oportunidades e fazer suas próprias escolhas elas levam vidas mais prósperas, felizes e saudáveis​​”, diz Fred McMahon, pesquisador do Instituto Fraser.

empreender Foto Adeolu Eletu (Unsplash)

Condições de empreender e ter sucesso

No Brasil, o Índice Mackenzie de Liberdade Econômica Estadual 2019 (IMLEE) usa a mesma metodologia do Instituto Fraser para analisar os estados do país em relação à capacidade dos indivíduos agirem na esfera econômica sem restrições indevidas. É um índice que ajuda a avaliar as condições de se empreender e ter sucesso no mercado e o grau a interferência estatal.

O índice varia de zero (menos liberdade) a dez (mais liberdade) e é uma medida relativa de desempenho dos estados e do distrito federal.

1.Amapá (7,94)

2.Espírito Santo (7,79)

3.São Paulo (7,71)

4.Bahia (7,65)

5.Paraíba (7,63)

6.Pará (7,50)

7.Goiás (7,42)

8.Pernambuco (7,41)

9.Ceará (7,39)

10.Amazonas (7,37)

11.Roraima (7,25)

12.Sergipe (7,12)

13.Rio Grande do Norte (7,09)

14.Maranhão (7,03)

15.Santa Catarina (7,00)

16.Alagoas (6,94)

17.Minas Gerais (6,89)

18.Rondônia (6,86)

19.Paraná (6,75)

20.Rio de Janeiro (6,69)

21.Rio Grande do Sul (6,61)

22.Tocantins (6,55)

23.Mato Grosso (6,54)

24.Acre (6,51)

25.Mato Grosso do Sul (6,46)

26.Piauí (6,34)

O relatório, no entanto, faz uma ressalva. “Mesmo que uma determinada unidade da federação esteja numa boa posição no ranking, ainda assim as condições gerais de se fazerem negócios no Brasil são ruins.” E acrescenta: “É interessante notar que o estado com melhor posicionamento no ranking de 2019, Amapá, atingiu nota 7,94 – ou seja, bastante coisa precisa ainda melhorar para se atingir a nota 10 (máxima liberdade econômica).”


+EMPREENDER

Veja as lições de empreendedorismo com o presidente da Cabify no Brasil
Empreender na maturidade é uma realidade; veja dicas de especialistas
Empreendedores por trás das startups mais atraentes são muito mais colaborativos
Potencial empreendedor nas favelas brasileiras
Cofundador do Waze aponta problema no Brasil e diz que criar startups é como se apaixonar