Volvo aposta tudo nos carros elétricos e híbridos - WHOW

Consumo

Volvo aposta tudo nos carros elétricos e híbridos

Uma das maiores montadoras atuais, a Volvo, anuncia que irá encerrar a produção de carros à combustão

POR Redação Whow! | 24/05/2021 14h54

Carros elétricos já podem ser considerados o futuro do mercado automobilístico. Esse tipo de transporte cresce a cada dia. Empresas já compreenderam, portanto, que para estar presente no futuro do mercado, é preciso inovar e apostar nas causas sociais.

Dessa forma, o consumidor está cada vez mais exigente, e passa a objetivar novidades com valor de compra atribuído. E é nesse sentido que os carros elétricos, a cada ano, ganham mais espaço no mercado de automóveis.

Assim, uma das maiores montadoras de carros do mundo, a Volvo, passa a apostar tudo nos carros elétricos e híbridos. Quer saber quais motivos movem a empresa a apostar nessa novidade? Leia o texto na íntegra e fique por dentro da novidade.

Volvo e o fim da comercialização de carros à combustão

Recentemente, a gigante do setor automobilístico, Volvo, anunciou que irá parar a comercialização de carros 100% a gasolina ou a diesel.

Apesar do Brasil não ser um dos principais mercados de carros elétricos no mundo, a empresa resolveu incluir o país em seus planos.

Outra nação que está recebendo a mesma campanha é a Noruega. Porém, apesar da grande diferença entre os países, a marca aposta no Brasil, devido ao fato de que seus carros já conquistaram cerca de 40% do mercado brasileiro.

Juntamente com essa estratégia, a marca lançou a pré-venda do Volvo XC40 Recharge Pure Electric. Que é uma versão 100% elétrica do menor SUV da montadora. No Brasil, o modelo tem preço promocional de R$389.950,00 e os primeiros carros serão entregues a partir de setembro deste ano.

A Volvo tem previsão de comercializar 300 unidades no primeiro momento. O cliente que adquirir o SUV na pré-venda, ganhará um carregador do tipo Wllbox, já com a instalação.

O Volvo XC40 Recharge Pure Electric possui 2 motores elétricos e uma potência de 408 cv. Sua bateria de 78 kWh permite que o carro rode 418 km sem recarregar. Além do XC40, a montadora já confirmou o lançamento de outro SUV elétrico, o C40 Recharge.

Primeira marca a vender só carros elétricos e híbridos

A empresa passará a implementar sistemas de abastecimento elétrico nos carros. Dessa forma, pretende que até 2030, todos os carros montados sejam compostos por carros elétricos, conquistando emissão de carbono neutro até o ano de 2040.

A Volvo terá como o Brasil, um dos primeiros exemplos de implementação de carros elétricos ou híbridos. A tendência é tornar os veículos da marca 100% eletrificados no país. Nesse contexto, a empresa utilizará a implementação realizada no Brasil para uso de portfólio em outros países.

Desta forma, além de se consolidar como a primeira montadora de automóveis 100% híbrida, a Volvo também pretende democratizar a eletrificação de automóveis no mundo.

A proposta da montadora é impactar a qualidade de vida das pessoas, associada com uma tecnologia inovadora no mercado.

Ou seja, num mundo em que a preocupação com o meio ambiente só cresce, e os consumidores passam a ter demandas vinculadas à causa ambiental, a Volvo se impõe como pioneira no mercado automobilístico.

Até porque, a montadora busca levar essa ideologia para a própria empresa em si. Como por exemplo a linha de montagem, que só conta com fornecimento de energia limpa.

Expansão da estratégia na América Latina.

Executivos da empresa afirmam que este é um movimento irreversível. Ou seja, além do Brasil, outros países receberão investimentos da nova tecnologia, como por exemplo o Uruguai. Para o Uruguai, a previsão é de que sejam realizados incentivos até o fim de 2021.

Nesse contexto, a empresa tem planos de expandir a ação por toda a América Latina. Visto que a região já conta com 60% dos veículos híbridos da marca, e tem um público favorável a aderir carros elétricos.

Essa ação da Volvo em aderir ao setor elétrico, é uma campanha que a empresa tem em reduzir a emissão de carbono.

A venda dos carros elétricos

Assim, outra novidade atrelada a essa ação da montadora, é que a Volvo não irá vender o carro nas suas concessionárias. As vendas serão somente via online. Segundo a empresa, a Volvo está caminhando para o futuro, que é online e elétrico.

A montadora irá apostar em canais virtuais para que os consumidores possam ter uma experiência simples, mas completa na hora de comprar o seu carro elétrico.

Para a empresa, as concessionárias continuarão responsáveis por outras vendas, bem como, a preparação, entrega e manutenção dos automóveis.

Investimentos em infraestrutura

Portanto, para conquistar a democratização dessa tecnologia no Brasil, a Volvo investirá em toda infraestrutura necessária no país.  Ao passo que, a estratégia da empresa é facilitar o acesso a essas tecnologias, fortalecendo o mercado gradativamente. 

Novos eletropostos em todo país

Nesse sentido, a montadora pretende aumentar de 700 para mil eletropostos no território nacional. Esses postos de abastecimento serão independentes e gratuitos até o final de 2021.

Assim, ao mesmo tempo em que incentiva a compra dos seus produtos, a marca aquece o mercado de carros elétricos como um todo. Gerando benefício tanto para a montadora, como para a população em geral.

Instalação de carregadores em prédios

Ainda com o intuito de implementar essa mudança no Brasil, a Volvo lançará uma plataforma de abastecimento elétrico voltada para síndicos, gestores de condomínio, construtoras e incorporadoras. O objetivo é instalar 300 carregadores em prédios residenciais e corporativos, tudo subsidiado pela Volvo.

A primeira fase do projeto pretende atingir 60 empreendimentos no território brasileiro. E cada um desses empreendimentos terá 5 carregadores. A previsão é que em julho, as plataformas já estejam funcionando.

Portanto, a Volvo conquista uma marca histórica no Brasil e no mundo. É uma das primeiras montadoras tradicionais, que passa a apostar pesado no setor de carros elétricos

Se você quer receber mais conteúdos sobre inovações tecnológicas, atreladas ao mercado. Assine agora mesmo a nossa newsletter gratuitamente.