Estado de São Paulo abre 20 mil vagas gratuitas para mulheres em cursos de TI - WHOW
Tecnologia

Estado de São Paulo abre 20 mil vagas gratuitas para mulheres em cursos de TI

Mulheres de todos os municípios do Estado terão acesso a quatro opções diferentes de cursos de TI a distância. Confira as informações

POR Carolina Cozer | 02/09/2020 18h29 Estado de São Paulo abre 20 mil vagas gratuitas para mulheres em cursos de TI Imagem Christina: Unsplash

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Sebrae, abriram 20 mil vagas para mulheres em cursos de tecnologia EAD na Universidade Virtual de São Paulo (Univesp). O projeto foi anunciado pelo Governador João Dória, na última segunda-feira (31).

As vagas exclusivas estão disponíveis para quaisquer cidadãs a partir de 16 anos, residentes de qualquer uma das 645 cidades do Estado de São Paulo. “O Governo de São Paulo abriu 20 mil vagas em cursos de Tecnologia da Informação, exclusivamente para mulheres. São quatro opções gratuitas de cursos com duração de 80 horas. As aulas começarão no próximo dia 14 de setembro e poderão ser feitas remotamente, da própria casa da mulher que se inscrever”, diz João Dória, governador do Estado de São Paulo, em nota oficial.

Confira as opções:

São quatro opções diferentes de cursos: Lógica de Programação, Banco de Dados, Desenvolvedor Web e Desenvolvedor Mobile. As aulas ocorrerão por meio da plataforma digital da Univesp, com duração de 80 horas cada. Além disso, todos os cursos acompanham um módulo de Empreendedorismo oferecido pelo Sebrae.

As inscrições podem ser efetuadas até o dia 4 de setembro através do site Via Rápida.

Incentivo às mulheres

marketing Foto ilustrativa (Freepik)

A iniciativa foi viabilizada através da SP Tech, um programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico que oferece formações profissionais gratuitas nas áreas de Tecnologia da Informação e Empreendedorismo.

O foco do projeto é abrir oportunidades para mulheres dentro das carreiras de TI, que carecem de diversidade de gênero. Segundo a SP Tech, apenas ⅓ do público inscrito em cursos de tecnologia do Estado são do sexo feminino.

De acordo com a Univesp, após a conclusão de cada curso, as alunas poderão escolher rotas mais avançadas nas áreas de Ciência de Dados, Desenvolvimento Web/Front-End, Desenvolvimento Web/Back-End e Desenvolvimento Web/Full-Stack.

Senac oferece cursos avançados

Para as alunas que terminarem os cursos introdutórios da SP Tech, o Senac também oferecerá um adicional de 500 vagas em cursos na área de Tecnologia da Informação, com duração entre 40h e 200h cada. 

As vagas estão vinculadas às unidades do Senac de 16 16 municípios do Estado: São Paulo (5 unidades), Araraquara, Bebedouro, Guarulhos, Rio Claro, Itu, Sorocaba, Presidente Prudente, São Vicente, Jundiaí, Osasco, Santos, São José dos Campos, São João da Boa Vista, Sorocaba e São Carlos.

Diferentemente das 20 mil vagas da SP Tech, a iniciativa do Senac não é exclusiva a mulheres, mas elas serão priorizadas.


+MULHERES

Há pouquíssimas mulheres entre os investidores-anjo brasileiros
Mulheres ainda são subrepresentadas no setor de tecnologia
Gamificação no combate ao feminicídio
Como incluir mais mulheres no ecossistema de startups?