Entendendo a antecipação de recebíveis - WHOW

Eficiência

Entendendo a antecipação de recebíveis

Antecipar recebíveis pode ser a alternativa ideal para alavancar o seu negócio e conquistar clientes maiores

POR Redação Whow! | 22/07/2021 16h00

A antecipação de recebíveis é uma alternativa de crédito pela qual empresas podem obter recursos financeiros para quitar dívidas ou até realizar algum investimento no negócio. Se você ainda não conhece esse conceito, ou não o utiliza no seu negócio, saiba que você já está perdendo uma grande oportunidade de melhorar o fluxo de caixa e ainda evitar possíveis perdas de recursos.

Confira, nesse conteúdo exclusivo, como funciona esse conceito e quais são os benefícios que ele pode gerar à saúde financeira da sua empresa.

O que é antecipação de recebíveis?

De maneira resumida, a antecipação de recebíveis é uma operação financeira que possibilita às empresas adiantarem recursos que já pertencem, mas só receberiam depois de um período.

Ou seja, é uma alternativa para que o caixa da empresa possa ser abastecido com um dinheiro que só chegaria após meses.

Digamos que a sua empresa forneça um serviço para clientes que, na maioria das vezes, precisam de prazos mais longos para realizar seus pagamentos. É exatamente neste caso que a antecipação de recebíveis pode ser importante. Ela permite que seu negócio receba um valor por atender um cliente, mesmo que este não tenha condição de pagar no momento da compra. 

Este adiantamento de capital permite que as empresas consigam antecipar valores das parcelas que iriam receber dos seus clientes.

Geralmente, para adquirir esse valor das negociações, o empresário precisa apresentar o documento fiscal e o direito creditório que corresponde à venda.

Um dos grandes desafios das empresas é casar o recebimento de recursos com a saída deles, alinhando, assim, o abastecimento do caixa com os gastos. Somente dessa forma que o negócio poderá prosperar, pois viabiliza um planejamento mais estruturado do futuro da empresa.

Nesse sentido, as organizações conseguem administrar o seu quadro financeiro ao quitar dívidas e, consequentemente, evitam possíveis complicações para obter crédito no futuro e também mantém a boa reputação com fornecedores.  Vale destacar que as vantagens da antecipação de recebíveis frente a outras formas de créditos são significativas, uma vez que normalmente possuem juros menores e com menos burocracia.

Como funciona a antecipação de recebíveis?

O processo de antecipação de recebíveis costuma variar em cada caso e instituição que está envolvida. No entanto, geralmente acontece da seguinte forma: a empresa interessada em adiantar os seus recebimentos entra em contato com uma fintech ou banco que tenha essa modalidade de crédito.

Depois disso, caso a transição seja feita por intermédio de um banco, a empresa irá cadastrar os dados das maquininhas de cartão de crédito no Internet Banking. Se for feita através das fintechs, o mesmo processo é feito na plataforma da instituição.

Por fim, a empresa escolhe quais são as notas que precisa adiantar e faz o pedido para a instituição financeira. Além de parcelas de cartão de crédito, ainda é possível antecipar pagamento de duplicatas e cheques.

É importante dizer que a operação deve ser completamente transparente, ou seja, a empresa solicitante deve ser sincera sobre suas necessidades e a instituição financeira precisa informar quais são as taxas de juros e o prazo que irá disponibilizar o dinheiro.

Exemplo prático da antecipação de recebíveis

Em termos práticos, a antecipação de recebíveis de cartão costuma funcionar de duas maneiras: pontual ou automática.

Na antecipação automática, é possível receber o pagamento contabilizando o dia que a transação foi criada. Portanto, nesse modelo, o solicitante recebe integralmente numa data específica, sem depender do parcelamento da transação.

Já na pontual, a antecipação pode ser solicitada conforme a vontade do solicitante, ou seja, você escolhe quanto e quando irá antecipar. Assim, essa é a melhor alternativa para empresas que não precisam sempre de antecipações.

Para facilitar a visualização de como funciona o adiantamento de recebíveis, vamos dar o exemplo de como aconteceria numa fábrica de vestuários. 

  • 1º passo: a fábrica prospecta lojas que desejam vender suas roupas;
  • 2º passo: as lojas só conseguem realizar a compra das mercadorias a prazo, em doze parcelas;
  • 3º passo: a sua fábrica precisa de capital para quitar as dívidas que a última produção de roupas gerou;
  • 4º passo: após avaliar as opções disponíveis, você seleciona uma instituição financeira, como uma fintech por exemplo, para antecipar os recebíveis das parcelas desses novos clientes;
  • 5º passo, a empresa irá analisar a sua fábrica, suas notas fiscais e então tomar a decisão se irá arcar com a antecipação dos recebíveis e qual será a taxa de juros aplicada;
  • 6º passo, você paga a fintech seguindo o mesmo prazo que acordou com loja cliente.

Quando utilizar a antecipação de recebíveis?

No geral, uma empresa deve recorrer à antecipação de recebíveis quando não possui capital de giro suficiente para manter o funcionamento da empresa. Dessa forma, esse crédito cobre as despesas mais urgentes para que o negócio não deixe de pagar funcionários e fornecedores e, principalmente, não interrompa a produção.

Geralmente, esse tipo de operação ocorre quando empresas pequenas fecham negócios com grandes clientes, que normalmente exigem prazos mais longos para realizar o pagamento.

Em situações assim, é preciso considerar se vale a pena concretizar a venda mesmo sem o dinheiro no caixa. Caso valha, buscar instituições de antecipação de recebíveis pode ser uma boa alternativa.

É preciso destacar que, se possível, esse tipo de situação deve ser algo esporádico. Até porque, recorrer ao adiantamento de crédito frequentemente pode significar que o seu planejamento financeiro está desorganizado. Nenhuma empresa consegue sobreviver muito tempo sem que a gestão do fluxo de caixa seja feita da maneira correta.

Em outras palavras, se todo mês você precisar recorrer a esse tipo de crédito, algo está errado na sua empresa. É preciso ter em mente que esse dinheiro não é algo que você deve contar sempre, é apenas um recurso emergencial.

Sob essa perspectiva, também é preciso alertar sobre a necessidade de separar suas contas pessoais com as da empresa. Muitos gestores que não fazem isso, acabam confundindo as finanças e entram em dívidas intermináveis. Em suma, a antecipação de recebíveis pode ser uma ótima alternativa para negócios que estão buscando novas oportunidades para crescer frente ao mercado. Mas, conforme já citamos acima, essa ação deve ser realizada com muita cautela.

Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos incríveis na sua caixa de e-mail!