Entenda a importância da desmobilização empresarial - WHOW

Eficiência

Entenda a importância da desmobilização empresarial

Entenda neste conteúdo o conceito, a importância e os principais motivos para realizar o processo na sua empresa

POR Redação Whow! | 02/07/2021 12h58

Você já ouviu falar em desmobilização empresarial? Talvez ainda não conheça este conceito, mas saiba que se trata de algo muito comum na rotina de várias empresas – e pode vir a ser na sua.  Neste conteúdo, entenda mais sobre o assunto. Veja o conceito, a importância e os motivos para praticar.

O que é desmobilização empresarial?

Digamos que a sua empresa está crescendo e foi preciso comprar mais cadeiras e mesas para o escritório, por exemplo. Porém, ela continua em crescimento e não cabem mais móveis no espaço atual: agora, é preciso mudar de local. 

Você, então, aluga um novo imóvel e decide fazer uma reforma. Agora, todos os móveis serão planejados, não sendo possível aproveitar nenhum artigo que a empresa já tinha. E agora, o que fazer com tantas coisas?  Ao processo de retirada de móveis ou equipamentos de uma empresa, seja por mudança, readequação, troca ou outro motivo, é dado o nome de desmobilização empresarial. Entretanto, não se trata apenas de uma simples retirada: na desmobilização empresarial, é preciso fazer o reaproveitamento ou descarte de todos esses móveis e/ou equipamentos de forma correta. 

Além disso, o processo de desmobilização empresarial, ou desmobilização de ativos, deve ser realizado conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), estabelecida pela Lei Nº 12.305. Caso não seja cumprida pela empresa, a mesma pode sofrer penalidades e multas. 

Veja o que diz a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) tem o objetivo de direcionar a forma como o país deve lidar com o lixo. Ela também exige uma maior responsabilidade e transparência dos setores públicos e privados no que diz respeito ao tratamento e gerenciamento dos resíduos gerados por ambos

Veja alguns dos objetivos citados na PNRS:

  1. Proteção da saúde pública e da qualidade ambiental;
  2. Não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos, necessariamente nesta ordem;
  3. Estímulo ao desenvolvimento de formas de gestão ambiental e empresarial voltadas para a melhoria dos processos produtivos com o reaproveitamento dos resíduos sólidos, incluídos a recuperação e o aproveitamento energético;
  4. Incentivo à indústria da reciclagem, fomentando o uso de matérias-primas e insumos derivados de materiais recicláveis e reciclados;
  5. Redução do volume e da periculosidade dos resíduos perigosos;

Quando não cumprida as disposições da PNRS, as empresas podem sofrer penalidades. Essas variam conforme o estado e/ou município que está instalada. 

Entenda a importância da desmobilização empresarial

Nenhuma empresa pode se desfazer do seu maquinário de forma descuidada. Ela será responsável pelo destino a ser dado para ele e também os danos que ele causará no meio ambiente. Afinal, por um lado, simplesmente jogar fora o que não será mais usado representa prejuízo; de outro, pode causar sérios danos à natureza, já que cada material apresenta um tempo específico para se decompor, além de outros aspectos nocivos ao meio ambiente.

Desmobilização empresarial e descarte dos resíduos no meio-ambiente

As consequências dos resíduos e materiais gerados pelas empresas no ambiente são altamente nocivas ao mesmo, uma vez que:

  • o lixo eletrônico, formado por computadores, pilhas, celulares, por exemplo, pode conter metais e outras substâncias perigosas à natureza e ao ser humano;
  • a madeira, muito utilizada nas mesas e bancadas, costuma levar, dependendo do volume de material, pelo menos 6 meses para se decompor na natureza;
  • o plástico, comum nos detalhes de cadeiras e mesas de escritórios, pode levar até 400 anos para deixar o meio-ambiente.

Nesse contexto, a desmobilização empresarial atua evitando essas consequências, uma vez que promove o descarte correto ou reaproveitamento dos móveis e maquinários que serão mais utilizados pelas empresas. 

Como realizar a desmobilização empresarial

Sob a ótica da preservação ambiental, a desmobilização empresarial pode ser realizada de duas formas: através da doação ou reaproveitamento dos bens e através do descarte ecológico.

Doando os bens

Existem muitos lugares e muitas pessoas precisando das mesas que não serão mais utilizadas na sua empresa. O que você considere sem valor faria uma enorme diferença para outros. Porém, há casos em que, realmente, não é possível realizar a doação, considerando o fato de que o bem não está em boas condições.

Descarte ecológico

O descarte ecológico visa o manuseio e o tratamento correto dos materiais a serem descartados. Hoje, existem várias empresas especializadas em realizar este processo de forma segura, reduzindo danos ao meio-ambiente. 

Elas atuam coletando o material, separando por tipo de matéria e encaminhando à reciclagem o que pode ser reaproveitado. E, quando não é possível realizar este reaproveitamento, o material é descartado de forma correta e segura em aterros sanitários controlados.  

Boa parte dessas empresas também emitem o Certificado de Descarte Ecológico ou Certificado de Destinação Final – CDF, que serve como garantia de que a desmobilização empresarial foi realizada pela empresa contratante.  

Recuperação de capital

A empresa também pode optar pela venda dos seus ativos, como forma de recuperar parte do capital investido, mesmo que não seja o valor integral. Inclusive, também é possível vender e até mesmo trocar os móveis, como a OLX. 

Neles, basta realizar uma conta, expor as fotos e as descrições dos produtos, para encontrar os compradores. 

Vai precisar fazer a desmobilização empresarial?

Se você leu este conteúdo e se identificou, a nossa dica é que você comece, o quanto antes, a pensar o que irá fazer com os móveis e demais equipamentos da empresa.  

Um erro muito comum é tentar fazer a desmobilização empresarial de hora para outra. Afinal, com o calor do momento da mudança e com tantas outras coisas mais importantes para pensar, pode ficar difícil decidir o que fazer com tanta coisa.

Assim, comece desde já a refletir sobre o assunto. Além de ter menos dor de cabeça, você ainda pode ajudar outras pessoas com doações e também ao meio ambiente – que agradece o descarte correto, se for o caso.   Para isso, você pode optar por contratar algumas das empresas disponíveis no mercado, que realizam todo o processo de desmobilização empresarial. 

Viu só como é importante realizar a desmobilização empresarial? Se você gostou deste conteúdo, não deixe de assinar a nossa newsletter gratuitamente, para receber, diariamente, artigos interessantes sobre  empreendedorismo, mercado, tecnologia e gestão!