Empresas de impacto social que cresceram na pandemia - WHOW

Pessoas

Empresas de impacto social que cresceram na pandemia

Conheça as empresas de impacto social e saiba como elas estão auxiliando na busca por um mundo mais justo

POR Redação Whow! | 13/05/2021 16h37

Com a pandemia, muitos problemas sociais que já existiam ficaram ainda mais evidentes. Mas, apesar das dificuldades que estamos vivendo, surgiram também diversas ações com o intuito de ajudar os mais desfavorecidos. E é nesse sentido que há um crescimento das empresas de impacto social.

Ficou mais difícil varrer para baixo do tapete desigualdades, problemas ambientais, falhas na saúde e tantos outros fatores que assolam o Brasil em meio a pandemia de Covid-19.

Neste artigo você confere o que são essas empresas e quais se destacaram gerando impacto social positivo no período de crise. Boa leitura!

Mas o que são negócios de impacto social?

As empresas de impacto social têm como intuito fundamental, melhorar a situação da nossa sociedade de alguma forma.  São estruturadas para terem como foco principal a ajuda para pessoas de baixa renda. Dessa forma, seus esforços são na missão de auxiliar essas comunidades.

Seja através da construção de ferramentas, que possibilitam a autonomia financeira para os indivíduos de classe baixa. Como também na ampliação de perspectiva dessa parcela da sociedade, tão menosprezada nas políticas públicas.

De maneira geral, os objetivos dessas empresas de impacto social passam pelos diversos campos do desenvolvimento humano. Como: 

  • educação;
  • cultura;
  • saúde;
  • meio ambiente;
  • alimentação.

Ou seja, o próprio trabalho desse tipo de negócio, deve gerar impacto socioambiental positivo para a sociedade.

Segundo o censo realizado pelo IBGE, em 2010, cerca de 168 milhões de brasileiros correspondem às classes C, D e E. Ou seja, a maioria da nossa população se encontra em situação de pobreza ou pobreza extrema.

E é por isso que ações como essas são tão relevantes para a nossa sociedade. Ainda mais em um momento que enfrentamos crises: econômica, sanitária, política e social.

Na prática, essas empresas funcionam como todas as outras. Ou seja, também se orientam pela lei de oferta e procura. Igualmente os outros negócios,  buscam conhecer o seu público, riscos e oportunidades. Porém, sempre visando o âmbito social.

Algumas características comuns para empresas de impacto social:

  • Rede de negócios. O trabalho é voltado principalmente em parcerias. Para que dessa forma, ocorra um fortalecimento da comunidade como um todo e amplie a relevância das empresas;
  • Combate ao trabalho infantil, como também o escravo;
  • Cuidado com a cadeia produtiva. Ou seja, maior atenção ao selecionar e avaliar os fornecedores;
  • Negócios sustentáveis. Esse tipo de negócio precisa fazer o gerenciamento do próprio impacto ambiental;
  • Articulação com as políticas públicas.

Os negócios de impacto social também devem vender produtos ou serviços, que colaboram com a melhoria da qualidade de vida da população carente.

Esse comércio precisa sustentar financeiramente o negócio. Ou seja, as empresas de impacto social não devem depender de doações ou subsídios.

Por fim, a empresa também deve ter um plano de gestão vinculado com a transformação a curto, médio e longo prazo.

Empresas de impacto social que se destacaram em 2020

Com a realidade catastrófica que o Brasil vive em meio à pandemia, diversas empresas de impacto social surgiram no último ano. Devido a relevância dos seus projetos, elas passaram a ter maior visibilidade para o mercado em geral. Confira algumas empresas que são exemplos na atuação de impacto social:

  • Universidade da Correria. Criada em 2013, a ação surgiu com o intuito de ensinar empreendedorismo popular nas favelas. Em 2018 já contava com mais de 4 mil alunos e diversos cursos.
  • Moradigna. O projeto busca através de reformas, conceder moradias dignas para pessoas pobres. Dessa forma, oferece um ambiente mais bonito e também longe de doenças.
  • Bora Lá! Agência de Comunicação e Marketing Popular. A Bora Lá! Atua oferecendo serviços de publicidade e propaganda com um preço acessível às comunidades carentes.

Até alguns prêmios surgiram nesse panorama. Como o Prêmio Empreendedor Social, da Folha de São Paulo, por exemplo. Um projeto que conquistou destaque para os jurados do prêmio, foi um grupo formado pelo Whatsapp com pessoas que queriam ajudar.

E foi assim que seis empreendedores sociais fundaram o União BR. Grupo que arrecadou mais de R$ 150 milhões e mobilizou a vida de pelo menos 8,5 milhões de pessoas.

Outra empresa de impacto social que recebeu destaque da premiação da Folha, foi o projeto comandado por Edu Lyra: a ONG Gerando Falcões. Em meio a pandemia, arrecadou R$ 25,6 milhões em doações. Que utilizou para distribuir 83 mil cestas básicas, atingindo mais de 512 mil pessoas.

Ainda dentro do universo de empresas de impacto social, o jurado Marcus Nakagawa, destaca o Monitor de Doações criado pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos. Esse medidor já contabiliza quase 7 bilhões de reais doados apenas como resposta à crise ocasionada pela Covid-19.

Reflexo da inovação socioambiental no mundo pós pandemia

O mundo pós-pandemia com certeza precisa ser diferente daquele que tínhamos antes de 2019. Com essa crise sanitária pudemos abrir os olhos para questões que há anos estavam latentes na nossa sociedade.

Muitos falam sobre como vamos precisar nos reinventar após a pandemia do coronavírus. Mas quais são as mudanças que devemos priorizar? Sem dúvida, a resposta deve estar voltada para melhorar a realidade da comunidade como um todo.

Principalmente as pessoas mais pobres. Visto que são as mais vulneráveis e dessa forma, sofrem mais em momentos de crise. É preciso compreender que investir em ações sociais além de necessário, é urgente!

Com uma sociedade cada vez mais globalizada, qualquer impacto é sentido de maneira coletiva. Por isso, fica evidente a necessidade, de cada vez mais empresas de impacto social presentes na nossa sociedade.

Além de serem projetos sustentáveis para o meio ambiente, elas geram empregos e melhoram a realidade de milhões de pessoas. Investir nesse tipo de negócio, que trabalha exclusivamente para ajudar pessoas, pode ser a alternativa para que tenhamos cada vez menos desigualdade na nossa sociedade.

Por isso, se informe a respeito das empresas de impacto social na sua cidade e região e saiba como ajudá-las. Além de estar fazendo o bem para o próximo, você estará beneficiando o crescimento econômico da sua comunidade.

Gostou de saber mais sobre empresas de impacto social? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos da Whow!