Empreender na maturidade é uma realidade; veja dicas de especialistas - WHOW
Vendas

Empreender na maturidade é uma realidade; veja dicas de especialistas

Estima-se que existam, no Brasil, mais de 650 mil idosos empreendedores; pesquisa do MIT mostra a idade média de maior sucesso

POR Adriana Fonseca | 19/09/2019 10h34 Empreender na maturidade é uma realidade; veja dicas de especialistas Foto Pexels

A população com mais de 60 anos no Brasil será de 30 milhões de pessoas em 2020, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É uma fase da vida que, ao contrário de tempos atrás, ainda se tem muita vitalidade, o que permite continuar na ativa profissionalmente e até empreender.

Hoje, estima-se que existam mais de 650 mil idosos atuando como empreendedores. Uma pesquisa que entrevistou mais de 2 mil pessoas com mais de 60 anos em cinco capitais do país mostrou que um em cada quatro respondentes deseja empreender. 

Aliás, o senso comum de que empreendedores de sucesso começam ainda jovens caiu por terra com um estudo recente divulgado pelo professor Pierre Azoulay, do MIT, nos Estados Unidos. A análise mostrou que a idade média dos empreendedores que iniciaram empresas e contrataram pelo menos um funcionário, nos EUA, é de 42 anos. “Se você não soubesse mais nada e tivesse duas ideias idênticas, uma proposta por uma pessoa muito jovem e a outra por uma pessoa de meia-idade, seria melhor apostar na da mais velha se quiser atingir o sucesso”, comentou Azoulay.

Os pesquisadores do MIT analisaram dados de 2,7 milhões de pessoas que fundaram empresas, com pelo menos um funcionário, entre 2007 e 2014, e observaram que as de maior sucesso eram dirigidas por empreendedores com idade média de 45 anos. A equipe analisou idades e startups nos estados da Califórnia, Nova York, Massachusetts e, especificamente, no Vale do Silício.

empreender Foto Eddy Klaus (Unsplash)

Razões para os maduros empreenderem

Algumas pessoas dessa faixa etária optam por empreender e são duas as razões que as levam a abrir o próprio negócio:

OPORTUNIDADE

É o momento da vida em que há mais tranquilidade, conhecimento e segurança para se fazer o que se sabe ou o que se gosta, muitas vezes pela realização de um sonho; e

NECESSIDADE

As condições impostas pelo mercado de trabalho com a priorização da juventude em detrimento da experiência dos mais velhos ou para completar a renda obtida com a aposentadoria.

Seja qual for o caso, o fato é que, de forma geral, a experiência e a maturidade profissional são favoráveis a quem decide empreender. 

Dicas para empreender após os 60

O Sebrae, organização que apoia os pequenos negócios, traz dicas para quem tem mais de 60 anos e deseja empreender. Veja só:

BUSQUE AJUDA: experiência e aptidão são credenciais para abertura de um negócio, mas não bastam para determinar o sucesso de um empreendimento. Consulte especialistas para conseguir ajuda no amadurecimento da sua ideia e de sua viabilidade, além de saber por onde deve começar;

INVISTA EM CAPACITAÇÃO: o conhecimento e as competências adquiridas durante a vida profissional devem estar afiados. Isso deve ser valorizado, mas não se pode dispensar mais conteúdo. Por isso, especialize-se na área de interesse do negócio. Faça cursos, participe de seminários, feiras e exposições;

INOVE: observe o que há de novidade no mercado para oferecer produtos ou serviços diferenciados. Inovação implica não só em investir em tecnologia, mas buscar soluções que tornem a sua empresa sustentável;

SEJA DEDICADO: investir em um negócio exige determinação em qualquer idade. Há muitas pessoas com ideias, mas é preciso ter coragem e determinação para colocá-las em prática. Não ter medo de errar é uma característica de empreendedores de sucesso.


+ EMPREENDEDORISMO

Empreendedores por trás das startups mais atraentes são muito mais colaborativos
Empreendedorismo social: o propósito que guia o negócio
Empreendedorismo feminino e a cultura “We Can Do It!”
Projeto do Marco Legal das Startups será levado ao Senado até novembro