SAVE THE DATE 23, 24 E 25 JUL 2019 ARCA - SP SAVE THE DATE 23, 24 E 25 JUL 2019 ARCA - SP SAVE THE DATE 23, 24 E 25 JUL 2019 ARCA - SP
O maior festival de inovação para negócios do País
A importância de empoderar as meninas
Escrito por Leonardo Santos | 26 de julho de 2018 | 9 meses atrás

Mônica Sousa fala sobre o poder do exemplo nos quadrinhos da Turma da Mônica e a necessidade de deixar as meninas serem o que quiserem

A Mauricio de Sousa Produções sempre foi uma empresa que se preocupou com a igualdade de gênero. Lá, a regra sempre foi pagar homens e mulheres da mesma forma. Inserida em um contexto de igualdade, Mônica de Sousa, Diretora Executiva da Maurício de Sousa Produções, não enxergava o machismo no mundo empresarial.

Em uma palestra promovida pelo Whow! Festival de Inovação, Mônica falou sobre a importância do empoderamento feminino. A empresa de Mauricio de Sousa começou a mudar quando recebeu apoio da ONU Mulheres. Foram feitas mudanças no mindset e nos roteiros. A primeira coisa a mudar nos gibis foi o uso de aventais somente por mulheres. Os roteiristas passaram a também colocar os homens na cozinha.

Donas da Rua

O esforço de Mônica virou um projeto. O # Donas da Rua quer mostrar que as mulheres podem ter seu espaço onde quiserem. A intenção também é conscientizar meninas de que elas não precisam corresponder aos padrões de beleza. “Queremos contribuir para que as meninas tenham mais oportunidades e a chance de sonhar de ser o que elas quiserem”, explica Mônica.

Mônica cita um estudo apresentado pela ONU Mulheres que mostrou que meninas de até cinco anos se sentem tão inteligentes quanto os meninos. Mas, a partir do sexto ano de vida, elas começam a pensar que os homens podem fazer mais coisas por serem mais inteligentes. “A história, infelizmente, conta a história de homens e não mulheres de sucesso”, complementa.

A Diretora Executiva da Maurício de Sousa Produções explica que quer mudar a realidade através do exemplo. Todos os esforços são voltados para o cuidado de não representar a desigualdade de gênero nos gibis e filmes. Um dos exemplos é a ação de mostrar as personagens da Turma da Mônica como comandantes de aeronaves, astronautas e jogadoras de futebol.

Quando apareceu pela primeira vez nos quadrinhos, Mônica já mostrou a força das mulheres. A filha de Maurício de Sousa, que foi a inspiração para a famosa personagem dos quadrinhos, lembra que no começo não existiam mulheres nos gibis do cartunista. “Mauricio não sabia escrever sobre meninas porque só brincava com meninos”, diz. A primeira aparição da personagem mais conhecida dos quadrinhos brasileiros aconteceu em 1963.

Crédito: Reprodução

O Donas da Rua não vive só de falar, mas também de ações. O projeto tem uma parceria com a Avianca e apoia a formação de mulheres como pilotas de aeronaves, incentiva a arte com exposições de artistas mulheres, além de promover aulas de futebol para meninas. “As meninas deixam de praticar esporte muito cedo. Isso faz com que ela perca um talento muito importante que ela tem”, destaca Mônica.

Top