Design Thinking: como usar o conceito para resolver problemas - WHOW

Eficiência

Design Thinking: como usar o conceito para resolver problemas

Confira os principais pontos da abordagem que é usada por mentes criativas e inovadoras, na resolução de problemas de negócio

POR Daniel Patrick Martins | 06/08/2021 18h17

Design Thinking é um conceito simples e fácil de aplicar para a resolução de problemas. Trata-se de uma metodologia que usa a criatividade como suporte não só para a inovação, mas também para a gestão de soluções do dia a dia do empreendedor.

Desenvolver uma estratégia de negócio sob os preceitos do Design Thinking resulta, necessariamente, em uma abordagem única, criativa e eficiente. É, portanto, uma forma de pensar em soluções, e não uma “receita de bolo” com um passo-a-passo para ser inovador.  

O que é Design Thinking?

Design Thinking é, como o nome diz, uma maneira de se pensar que vem da área do design. Um projeto estruturado por meio deste conceito tem sua forma pensada para seu conteúdo e execução, a partir de uma visão holística e cíclica. 

Em resumo, é o processo crítico e criativo para organizar as informações e gerir as ideias de melhoria do seu empreendimento. Ao mesmo tempo em que o Design Thinking aborda uma visão do todo, ele também olha para cada etapa de um projeto. Portanto, ele não está dissociado de questões como viabilidade financeira, envolvimento da equipe, disponibilidade de recursos tecnológicos e outros fatores decisivos para um projeto. 

Segundo Raoni Pereira, especialista em inovação e design, “essa abordagem começou no fim do século passado e passou a aparecer mais nos anos 2000 por conta de um empresa americana, a IDEO, que ficou muito boa no processo de produzir novas ideias, produtos e serviços ao entender o real problema das pessoas, sempre investigando e observando”. Desta maneira, o Design Thinking está associado à identificação e resolução de problemas reais, principalmente das relações entre o empreendedor e o consumidor. 

Como implementar o Design Thinking

Para que o conceito de Design Thinking seja aplicado, e garanta uma maior eficiência nos processos da metodologia ágil, é preciso garantir alguns passos:

Pesquisar: É preciso entender o desafio, pesquisar o mercado de maneira qualitativa e quantitativa, para atingir uma dor real do consumidor, já que se trata de uma abordagem de resolução de problemas. 

Definir: A ideia aqui é que para cada problema há uma solução. Neste sentido, todos os envolvidos com o negócio analisam seus processos e aplicam a pergunta: “como podemos alterar este processo para ajudar a solucionar o problema?

Idealizar: Nesta fase, não só a criatividade é usada, e sim todos os sentidos que estão a sua disposição para a real efetivação das soluções propostas, pois é o momento de criar as possibilidades frente aos problemas discutidos.

Selecionar: Ao materializar as ideias, bem como os problemas a serem resolvidos, é hora de escolher as opções mais adequadas ao seu negócio e entender como terão impacto em sua gestão.

Executar: Ao concluir qual o problema a ser resolvido e quais soluções serão desenvolvidas, este é o momento de testar os modelos pensados na prática, seja com colaboradores, clientes, usuários e fornecedores. Então, a equipe deve monitorar os resultados para identificar se, de fato, o problema foi resolvido.