Desafios da inovação aberta no setor de energia - WHOW
Vídeos

Desafios da inovação aberta no setor de energia

Acompanhe a primeira semana da Oiweek 2020, mais tradicional evento sobre inovação aberta do Brasil, com a parceria estratégica do Whow!

POR Redação Whow! | 21/05/2020 11h48

A inovação aberta é um dos principais modelos para grandes empresas inovarem atualmente. Mas este processo exige o relacionamento próximo e contínuo com startups, além de parceiros especialistas no tema para que as conexões sejam eficientes e consistentes.

E pensando nisso, o Whow! atuará como parceiro estratégico da Open Innovation Week (Oiweek) 2020, o maior e mais tradicional evento do setor no Brasil, realizado desde 2008, e que este ano terá a sua 12ª edição e em formato inédito 100% digital. A realização é da 100 Open Startups.

Durante o ano, o evento terá a participação dos principais programas de Open Innovation do país, no formato de webinars. Os líderes em inovação destas grandes empresas vão descrever as visões de oportunidades para startups e também vão abordar macro temas ao longo da semana. Nesta primeira semana os assuntos são: Sociedade da Informação, Saúde e Bem-estar, Energia e Indústria do Futuro.

Na quarta-feira (20), aconteceu o terceiro dia como o tema central em “Energia – o que aprendemos e quais os novos desafios”, com participação de Pedro Leal Noce, gerente de Transformação Digital da Raízen, Rosario Cannata, gestor de Ventures na EDP Brasil, Julia Rodrigues, coordenadora de P&D e Inovação da AES Tietê, Guilherme Amaral, head de Inovação da Isa CTEEP, William Souza, executivo de Soluções da CEMIG, Bruno Rondani, CEO da 100 Open Startups, e Leonardo Gomes, professor da FEA-USP.

Veja abaixo alguns dos principais destaques dos participantes e o vídeo na íntegra no topo deste texto.

Desafios da inovação aberta em energia

 A coordenadora de P&D e Inovação da AES Tietê comentou sobre o momento em que a tecnologia de blockchain ajudará os clientes. “Hoje, mais da metade da nossa carteira de projetos é com o desenvolvimento com startups. Trabalhamos com uma delas neste tema de blockchain, através de micro contratação, micro contratos e autentificação de contratação e a organização de um balção de energia que vai permitir a troca.”

O gerente de Transformação Digital da Raízen abordou a relação financeira de projetos pilotos com startups. “Se a gente quer falar de inovação aberta e com startups, a gente tem que fomentar o ecossistema e ajudar este empreendedor, e não matá-lo. O nosso foco é que a área de negócios que está buscando a relação com a startup pague o piloto.”

Já o gestor de Ventures na EDP Brasil falou a respeito da análise do valuation nas startups investidas. “Trabalhos com múltiplos de empresas e mercados comparáveis. E tem que fazer sentido para as startups cederem uma parte de equity e qual porcentagem fará mais sentido para no longo prazo ela conseguir levantar mais capital.”

O head de Inovação da Isa CTEEP comentou sobre o projeto Bridge. “É uma plataforma de pesquisa que busca desenvolver metodologias e instrumentos para melhorar a gestão do ecossistema de inovação. Uma dor das grandes empresa é ver a geração de valor ao longo da trajetória de inovação ser interrompida.”

E o executivo de Soluções da CEMIG destacou o que o grupo mais valoriza em uma startup. “Principalmente empresas inovadoras que queiram atuar no setor de energia. As empresas que estão focadas nesta nova forma de trabalhar e alinhadas com uma cultura inovadora são startups que têm uma grande oportunidade de trabalhar conosco.”

Indústria na Open Innovation Week

Acompanhe o quarto dia da Oiweek, nesta quinta-feira, na página inicial, aqui do Whow!, ou na conta da 100 Open Startups no YouTube, entre 15h e 17h30, com o tema “Indústria do Futuro – o que aprendemos e quais os novos desafios”.

Os palestrantes do dia serão: Zaima Milazzo (Algar Brain), Angelo Figaro (Renault), Rodrigo Carazolli (Arcelor Mittal), Denis Chamas (Philip Morris Brasil) e Carolina Rodrigues (P&G).


+NOTÍCIAS

Os melhores locais de trabalho para os inovadores
Bactéria com DNA 100% sintético pode impulsionar novos tratamentos médicos

Conheça as principais barreiras para inovação na área de marketing
Veja os países mais inovadores do mundo