Procura-se: conheça as profissões digitais mais buscadas pelas empresas - WHOW
Consumo

Procura-se: conheça as profissões digitais mais buscadas pelas empresas

Estudo ouviu 102 empresas e concluiu que 88% estão em busca de talentos com habilidades digitais. Conheça os profissionais digitais mais buscados no mercado

POR Adriana Fonseca | 12/08/2019 12h44 Procura-se: conheça as profissões digitais mais buscadas pelas empresas profissionais digitais

Quase nove em cada dez empresas (88%) estão em busca de profissionais digitais. As áreas das organizações que mais demandam esse tipo de talento são tecnologia da informação (TI), finanças, logística e jurídico. É a transformação digital, que veio para ficar, um caminho sem volta.

“Quando estamos falando do digital, estamos falando do mindset, da cultura agile para tomada de decisões e de empresas baseadas em dados. Isso sim é o verdadeiro digital”, disse Carlos Alberto Júlio, CEO da Digital House.

Para entender como está a demanda do mercado hoje por profissionais e habilidades digitais, a consultoria de recrutamento Talenses ouviu 102 empresas e, em parceria com a escola Digital House, lançou a pesquisa “Paradigma Digital”.

“Sentimos a cada dia uma demanda maior em empresas de diversos perfis, acompanhada de uma preocupação nas formas de atração destes profissionais digitais, que estão altamente valorizados e, consequentemente, procurados pelo mercado”, disse Leandro Bittioli, gerente sênior da divisão de recrutamento de TI e Digital da Talenses.

88% das empresas estão em busca de profissionais digitais

Áreas que mais demandam talento digitais: TI, finanças, logística e jurídico 

Os mais procurados

Ter profissionais com habilidades digitais é o embrião necessário para provocar e dar continuidade a transformação digital que as empresas tanto querem e precisam.

Nesse cenário, os profissionais mais buscados hoje são Analistas de Dados – Business Intelligence (13%), Analistas de Marketing Digital (10%), Cientistas de Dados (9%), Especialistas em Customer Experience (9%) e UX/UI Designer (8%).

“A habilidade de coletar, organizar, analisar e concluir informações estratégicas baseadas em dados é a grande vantagem competitiva das empresas hoje em dia. E os profissionais que se desenvolverem nesse sentido sairão na frente”,  disse Luiz Valente, CEO do Talenses Group.

A pesquisa detectou também as especializações digitais mais difíceis de recrutar. São elas: Direito Digital, User Experience (UX), Dados, Produto Digital, Programação, Marketing Digital e Infraestrutura.

“A grande dificuldade de encontrar profissionais do direito digital acontece pois são habilidades e competências muito novas. As áreas jurídicas estão passando por grandes transformações digitais, buscando desburocratizar uma série de processos para ganhar agilidade e digitalizar o que antes precisava obrigatoriamente do papel impresso”, disse Leandro.

Os profissionais mais desejados do mercado

Analistas de Dados/ Business Intelligence (13%)

Analistas de Marketing Digital (10%)

Cientistas de Dados (9%)

Especialistas em Customer Experience (9%)

UX/UI Designer (8%)

Para conseguir a vaga e ser disputado pelo mercado, o profissional digital precisa reunir um conjunto de habilidades. A pesquisa perguntou aos recrutadores e gestores quais são as características de um profissional digital. É preciso: ser inovador, estar aberto ao aprendizado contínuo e adaptar-se com facilidade, além de ser colaborativo, ter um pensamento lógico, ser analítico e criativo.

“Vemos uma mudança de perfil de profissional digital sendo buscado pelas organizações. Antes o perfil técnico era muito mais levado em consideração do que os aspectos comportamentais. Isso vem mudando e hoje vemos que ter competência para lidar com este mundo que muda rapidamente, independentemente da sua área de atuação, é o que realmente importa”, concluiu Leandro.


+PROFISSÕES

Brasileiros são os mais preocupados com impactos da tecnologia em suas carreiras
O que é Agile Coach? Conheça o especialista de resultados das empresas
Cursos online com inscrições abertas em TI, empreendedorismo e startups
4 novas profissões que surgiram depois das startups