Dark store e novo varejo - WHOW

Eficiência

Dark store e novo varejo

A modernização do consumo interferiu principalmente no comércio. Conheça o que são as Dark Stores, e como elas estão inseridas no mundo moderno

POR Redação Whow! | 21/05/2021 11h44

O avanço tecnológico que já estava acelerado, está tendo ainda mais impulso no momento atual. Muitas pessoas passaram a consumir através do e-commerce, e provavelmente esta é uma tendência que veio para ficar. Ou seja, além das lojas tradicionais incorporarem também o comércio online, há aquelas que já nascem especificamente para o digital. E é nesse sentido que surgem as dark stores.

Dessa forma, a internet modifica não só o varejo, mas também o hábito de consumo da sociedade como um todo. Até itens de consumo rápido e perecíveis, que tradicionalmente tinham resistência ao e-commerce, estão cada vez mais adotando as vendas online.

Uma nova perspectiva de mercado surge, e com ela, se exige transformações e adaptações para melhorar as vendas. E é nesse cenário, que o conceito de dark store se torna cada vez mais comum para os lojistas.

Quer compreender melhor como funciona essa forma de comércio? Continue a leitura e fique por dentro dessa novidade!

O que é e como funciona a dark store?

O e-commerce já faz parte da realidade da nossa sociedade. Segundo uma pesquisa apresentada pela Ebit/Nielsen, somente na primeira metade de 2020, o faturamento do comércio online brasileiro cresceu 50%. O estudo ainda aponta que 7,3 milhões de brasileiros fizeram uma compra online pela primeira vez em 2020.

Mas ao mesmo tempo que crescem as demandas de compras online, cresce também o nível de exigência dos consumidores. 

Uma pesquisa realizada em 2018, pela Global Consumer Insights Survey, indicava que 64% das pessoas estavam dispostas a pagar a mais, para ter o produto entregue em menos tempo de preferência no mesmo dia da compra.

E é nesse sentido que as Dark Stores conquistam cada vez mais espaço! Visto que essa novidade na forma de fazer comércio se consiste da seguinte maneira: o cliente realiza uma compra num canal digital de uma determinada marca, como e-commerce ou aplicativo de entrega, por exemplo. Na hora de escolher a forma de entrega, geralmente existem as opções rápidas ou retiradas no estabelecimento.

Ou seja, as Dark Stores são lojas fechadas para o atendimento presencial, mas que atuam como ponto de distribuição de marcas, espalhadas em diversas regiões do país. Para que o cliente possa receber seu produto de maneira mais rápida.

Como montar uma dark store?

A prioridade para um empreendedor que deseja entrar nesse ramo, é conhecer o cliente. Por isso é necessário investir em tecnologias que prestam esse serviço de reconhecimento do consumidor. Somente assim, que o negócio estará pronto para iniciar os trabalhos.

Outro aspecto super relevante para entrar nesse ramo, é apostar na organização. Mas isso não significa apenas contratar funcionários organizados, é também, investir em softwares e ferramentas que auxiliam no controle de estoque.

Cursos e treinamentos, sobre agilidade e organização no trabalho, também são bem vindos. Até porque, quando a loja estiver funcionando a todo vapor, essas qualidades farão diferença.

Por fim, vale a pena considerar iniciar o projeto com mercadorias essenciais e mais populares. Dessa forma, você pode ir estruturando a loja aos poucos, fazendo testes e compreendendo a dinâmica.

O aumento na procura pelas dark stores

A pandemia trouxe reflexos que muito provavelmente, ficarão para sempre na nossa sociedade, e o sucesso de compras online, é uma delas. Devido às medidas sanitárias de isolamento social, a sociedade como um todo passou a consumir mais, sem precisar sair de casa.

Nesse cenário, passaram a ser aplicados em diversas regiões, toques de recolher, diminuição da capacidade máxima de estabelecimentos e até lockdown. Isso tudo impactou muito o comércio físico.

Dessa forma, com o aumento das vendas via e-commerce e com a diminuição das vendas presenciais, muitos empresários passaram apostar em Dark Stores para sobreviver em meio à crise.

Aliás, desde o começo da pandemia, várias redes de varejo fecharam suas lojas para o público e as transformaram em centros de revenda. 

Segundo uma reportagem da Forbes, nos EUA diversas redes de supermercado já mudaram temporariamente algumas lojas para dark stores, mas devido ao sucesso, algumas têm planos de se tornar permanentes.

Ou seja, é uma tendência que além de representar mais comodidade para os clientes, também pode representar mais lucro para as comerciantes.

Reflexos dessa tendência no novo varejo

Uma tendência desse novo varejo, é a diminuição de empregos. Visto que dessa forma, vários serviços que antes eram essenciais, passam a ser desprezados nesse novo formato. Como o trabalho de vendedor, por exemplo, necessário numa loja física, mas atualmente é substituído por campanhas de marketing digital.

Seja como for, o fato é que essa nova forma de comércio só tende a se expandir. Atualmente esse mercado está sendo impulsionado pela pandemia e suas medidas de isolamento, mas é bem provável que seja uma mudança permanente para a sociedade.

Segundo uma reportagem da BBC, as vendas no comércio eletrônico movimentaram US$ 2,8 trilhões em todo o mundo em 2018. Bastante né? Mas o artigo ainda indica que em 2021 esse valor aumente para US$ 4,9 trilhões!

Apesar do Brasil e da América Latina serem considerados regiões imaturas no e-commerce, o crescimento é grande. Além disso, há a possibilidade de expansão do mercado, e se fizermos isso de maneira eficaz, as chances de sermos referência é grande.

Segundo especialistas, no setor de vendas online, as empresas que conseguirem garantir melhor experiência para o consumidor. E uma entrega rápida, é um dos principais pontos que os clientes consideram nesse tipo de compra.

Por isso, a tendência é que essas lojas sejam cada vez mais eficientes com o futuro do varejo e do comércio como um todo. Pois além de serem uma boa alternativa para o modernização do mercado de vendas, também passa a atender às exigências dos novos clientes.

Portanto, podemos compreender que as Dark Store são um reflexo da nossa sociedade moderna. É o meio pelo qual empresários puderam se adaptar à realidade que estamos inseridos, sem perder a relevância no mercado.

Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter gratuitamente e fique por dentro das novidades do mundo empresarial.