Crise empresarial: saiba como prevenir - WHOW

Eficiência

Crise empresarial: saiba como prevenir

Muito se fala em crise, no mundo todo. Entenda neste conteúdo os conceitos de crise empresarial, os tipos e confira cinco dicas para prevenir

POR Redação Whow! | 14/07/2021 17h29

Crise empresarial: atire a primeira pedra a empresa que não sofreu com alguma em sua história.  Praticamente todas as empresas, independente do tamanho, já precisaram enfrentar algum momento delicado.

Algumas empresas conseguem se reerguer após grandes crises e tornam-se potências, como o caso da BMW, que sofreu após a Segunda Guerra Mundial por 14 anos antes de voltar a ter lucros exorbitantes. 

Por outro lado, as que não conseguem superar esses momentos difíceis acabam fechando as portas. Basta lembrar da sua própria realidade: quantas empresas que você conhece, no seu bairro ou na sua cidade, que deixaram de existir do ano passado para cá? Neste conteúdo, conheça o conceito de crise empresarial, os tipos e veja cinco dicas para prevenir a sua empresa.

O que é uma crise empresarial?

Segundo dados do IBGE, mais de meio milhão de empresas fecharam as portas em junho do ano passado, seja temporária ou definitivamente, em razão da crise econômica causada pelo Covid-19. Mas, o que seria significa o termo crise, tão falado nos últimos tempos?

Crise empresarial pode ser definida como o aparecimento de uma situação que tenha um impacto negativo relevante nas operações do negócio.  Contudo, vale ressaltar também que uma crise empresarial não está somente ligada à questão financeira da empresa. Confira agora os principais tipos.  

Os tipos de crise empresarial

Crise financeira

Este é um dos tipos mais comuns de crise empresarial, ocorrendo quando o fluxo de caixa da empresa não é suficiente para que ela opere as suas atividades. Isso gera inadimplência, de modo que a empresa não consegue honrar seus compromissos financeiros. 

Uma crise financeira pode ser desencadeada por vários fatores, como:

  • uma crise econômica, que veremos no próximo item o conceito;
  • falta de qualidade nos serviços ou produtos, que acabam afastando os consumidores;
  • surgimento de concorrentes potenciais;
  • falta de planejamento financeiro;
  • altos custos de produção e manutenção das atividades, dentre outras.
Crise econômica

Em síntese, esse tipo de crise ocorre quando a região de atuação da empresa sofre algum tipo de crise que diminui o poder de compra das pessoas e, como consequência, há uma queda nas vendas e no faturamento.

Afinal, durante a pandemia, vários negócios sofreram crises empresariais e econômicas, tendo em vista os altos números de demissões e fechamentos de empresas. Isso desaqueceu o mercado e reduziu o poder de compra dos consumidores.

Crises por atitudes criminosas 

As crises por atitudes criminosas estão relacionadas a todos os acontecimentos criminosos que podem ocorrer na empresa, como roubos, furtos, vandalismos e também os crimes digitais, como invasão dos sistemas para captura de dados. 

Crises de reputação ou imagem

Aqui está um dos mais polêmicos tipos de crises. Afinal, as crises de reputação estão relacionadas a todas as atitudes de má conduta da empresa, como sonegação de impostos e declarações preconceituosas, por exemplo. 

Entretanto, isso afeta negativamente a imagem da empresa perante o público, que pode optar por não consumir os seus produtos ou serviços. 

Crises por desastres naturais ou acidentes

Aqui, reúnem-se as crises causadas por eventos da natureza, como o Tsunami no Japão em 2008 e as crises por acidentes, como incêndios, contaminações e vazamentos.

Como prevenir uma crise empresarial?

Crise empresarial: Público

O que o seu público pensa da sua marca? Como ele se comporta? Quais são as suas preferências? Você realmente o conhece? Logo, conhecer o público é muito importante para traçar estratégias de prevenção de possíveis crises.

Então, vamos imaginar que antes da pandemia você tinha uma lanchonete e havia pesquisado se os clientes porventura teriam interesse caso você optasse pelo delivery e descobriu que sim.  Porém, na mesma pesquisa, boa parte dos clientes responderam que dariam preferência a estabelecimentos que já estivessem em determinados aplicativos conhecidos

Desta forma, antes de a crise econômica afetar a sua empresa, você pode adaptar seu negócio de acordo com a nova preferência do público. Assim, previne a queda abrupta do faturamento.  Em resumo, veja, neste exemplo simples, o quanto o conhecimento do público pode ser relevante para a tomada de decisões importantes no negócio e, consequentemente, evitar crises empresariais. 

Invista em um bom relacionamento com seus clientes, em todos os pontos de contato com a sua empresa: assim, eles irão lembrar positivamente da sua empresa em um momento de crise. 

Crise empresarial: Matriz de gestão de riscos

Quais são os possíveis riscos que a sua empresa pode sofrer? Para isso, crie um mapeamento de todos os possíveis problemas e imprevistos, com o possível passo a passo das soluções. 

Logo, com esse trabalho feito antes de uma crise surgir, a tomada de decisão nos momentos delicados é realizada com muito mais clareza e de forma assertiva.

Crise empresarial: Fluxo comunicacional

Acima de tudo, a comunicação, tanto interna quanto da empresa com o público, é um aspecto que merece atenção de todos os gestores.  Nesse contexto, a definição de um fluxo de comunicação eficaz é bastante importante, considerando os possíveis posicionamentos que a empresa precisará ter em momentos de crise, principalmente. Ou seja, esse aspecto é ainda mais importante em relação a crises de reputação, em que a boa comunicação com o público é essencial para reparar a imagem da marca. 

Crise empresarial: Plano de contingência de gastos

Então, quais são os possíveis gastos da empresa que poderão ser cortados em momentos de crise? Dessa forma, ao lado de uma boa reserva financeira está o mapeamento de todos os custos que podem ser cortados e/ou ajustados em um momento delicado, em cada setor da empresa. Isso evitará a tomada de decisões precipitadas.

Assim, no lugar de cortar completamente um custo de determinado serviço relevante para a empresa, você já terá outras possíveis soluções.

Conclusão: planejamento x crise empresarial

Portanto, já pensou se pudéssemos prever o futuro e todas as crises? Infelizmente, isso não é possível. Contudo, as empresas podem se planejar, financeira e estrategicamente, para alguns meses de crise. Isso dará ao empresário e/ou gestor mais tranquilidade na hora de tomar decisões em meio a um momento conturbado. E isso vale para negócios de qualquer tamanho.

Gostou do conteúdo? Se sim, não deixe de assinar a nossa newsletter gratuitamente, para receber mais artigos interessantes como este sobre gestão, empreendedorismo, mercado e tecnologia!